5 livros sobre liderança de ficção para ler nas férias

5 livros sobre liderança de ficção para ler nas férias

O escritor Joseph Badaracco Jr. foi, durante 10 anos, um dos mais intrigantes professores que a Escola de Negócios de Harvard já viu. Em vez de cobrar de seus alunos a leitura de artigos e ensaios sobre negócios, ele indicava obras de ficção. Sua tese era que, no dia a dia, enxergamos o superficial de um líder. Só um outro tipo de convívio é capaz de revelar sua complexidade: a literatura. Se você não amadureceu como líder tanto quanto poderia, ou quer continuar aprendendo, mas sem parecer que está trabalhando, estes são os cinco livros sobre liderança que você deveria folhear nas férias:

 

O sol é para todos
Harper Lee

A história narra três anos na vida dos jovens Jem e Scout Fincher numa pequena cidade do Alabama, onde Tom Robinson, um homem negro, é injustamente acusado do estupro de uma garota branca. Quem defenderá Tom é o pai das crianças, o advogado Atticus Fincher. Jem, Scout e seu amigo Dill passam a conhecer o estranho mundo em que vivem e descobrem os significados de palavras como respeito e tolerância.

 

Capitães da Areia
Jorge Amado

O livro retrata a vida de meninos pobres e infratores que moram em um trapiche abandonado no areal do cais de Salvador, à margem das convenções sociais. O enredo vai revelando os personagens, cada um deles com suas carências e ambições – do líder Pedro Bala ao religioso Pirulito, do ressentido e cruel Sem-Pernas ao aprendiz de cafetão Gato, do sensato Professor ao rústico sertanejo Volta Seca.

 

Revolução dos Bichos
George Orwell

Uma fábula sobre o poder a partir da insurreição dos animais de uma granja contra seus donos. Pouco a pouco, a revolução se degenera em uma tirania ainda mais opressiva que a dos humanos. Escrita em plena 2ª Guerra Mundial e publicada em 1945, depois de ter sido rejeitada por várias editoras, essa curta narrativa causou desconforto ao satirizar a ditadura stalinista numa época em que os soviéticos ainda eram aliados do Ocidente na luta contra o eixo nazifascista.

 

Senhor dos Anéis – A sociedade do Anel
J. R. R. Tolkien

Numa cidadezinha indolente do Condado, um jovem Hobbit é encarregado de uma imensa tarefa: empreender uma perigosa viagem através da Terra-média até as Fendas da Perdição, e lá destruir o Anel do Poder – a única coisa que impede o domínio maléfico do Senhor do Escuro. Nas palavras do romancista Richard Hughes, “quanto à amplitude imaginativa, a obra praticamente não tem paralelos e é quase igualmente notável em sua vividez e na habilidade narrativa, que mantêm o leitor preso página após página”.

 

Os Três Mosqueteiros
Alexandre Dumas

O jovem D’Artagnan chega praticamente sem posses a Paris, mas, depois de alguns percalços, consegue se aproximar da guarda de elite do rei Luís XIII – os Mosqueteiros. Conhece os inseparáveis Athos, Porthos e Aramis e juntos, os quatro (não três) mosqueteiros enfrentam combates e perigos a serviço do rei e, sobretudo, da rainha, Ana da Áustria. Seus maiores inimigos são o cardeal de Richelieu, a misteriosa Milady e o ousado duque de Buckingham.

 

Adorou essa lista, mas prevê que não terá tempo suficiente para ler todos esses livros sobre liderança, porque praticamente não vai ter férias? Parece que você precisa conhecer o Runrun.it, o software gerenciador de tarefas para equipes profissionais. É possível aumentar a sua produtividade em até 25% – é como se você tivesse um dia a mais na semana para ler. Teste grátis: http://runrun.it

 

Você também pode gostar de ler:

Criando equipes altamente produtivas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>