Bom humor no trabalho: a dose certa para manter todos engajados

Bom humor no trabalho: a dose certa para manter todos engajados

No mundo de hoje, não é nada fácil manter o bom humor. Ainda mais em cidades apressadas como São Paulo e outras capitais do país: compromissos para ontem, trânsito, contas a pagar e um grande etc compõem um dia a dia que nos oprime, que nos irrita. O problema é que essa irritação só piora tudo, conforme refletimos neste artigo sobre estresse no trabalho. Quando nos esforçamos de fato para encarar a vida com mais leveza, problemas que pareciam enormes diminuem, e nos tornamos pessoas mais agradáveis para aqueles à nossa volta — sobretudo em nossas empresas. Ou seja, por difícil que pareça, manter o bom humor no trabalho é o caminho para uma liderança mais inspiradora.

Ou, como diria o comediante Jeff Justice neste artigo do blog Management Issues, “a habilidade de levarmos a sério o nosso trabalho, mas não a nós mesmos”. O senso de humor tem mil e uma utilidades em uma empresa: reduz o estresse, auxilia na resolução de problemas, aprimora a comunicação entre colaboradores e, principalmente, motiva a equipe.

Unidos pelo humor

Sim, o bom humor no trabalho motiva, engaja. Scott Friedman, famoso palestrante que tem formação em marketing e psicologia, afirma no mesmo texto para o MI que “Bom humor cria vínculos instantâneos”. Ele também adiciona que o fato de sermos bem-humorados elimina sentimentos negativos e improdutivos, possibilitando que abordemos situações corriqueiras por um novo viés.

A importância do riso no ambiente de trabalho, aliás, é quimicamente justificada. Quando rimos, enviamos mais oxigênio para o cérebro, e assim conseguimos pensar de forma mais clara, precisa. É claro que há casos em que a risada não pode ser exteriorizada. Por exemplo, ninguém vai querer gargalhar quando o chefe anunciar que as vendas caíram quase 40% – nem de nervoso. Tampouco é importante não levar absolutamente tudo na base do bom humor.

>> Leitura recomendada: Como motivar uma equipe? “Deixe que ela se rebele”, diz Harvard

Como o sal na comida – temos que saber a medida certa

Imagine, por exemplo, um colaborador que trate com humor qualquer situação. Não só esse humor pode ser inapropriado em diversos momentos, como também pode ofender outros funcionários, reduzindo a chance de aumento de produtividade. Porque tudo o que eles podem fazer é antecipar a próxima piada do Senhor Engraçadão.

É por isso que há quem diga que o bom humor é como o sal: um pouco pode ser a medida certa. Um “muito” pode estragar tudo. Ou, como afirmou certeiramente o poeta inglês Samuel Butler, “É o discernimento que é ouro, não o silêncio”. A essas palavras, podemos acrescentar aquelas de Shakespeare: “brevidade é a alma do humor”.

Como cultivar o bom humor no trabalho?

Sim, sabemos que não é fácil. Até porque você pode manter o seu bom humor, mas existe o risco se “contaminar” pelo estado de espírito de algum funcionário específico.

Mas aqui vão algumas dicas mais abrangentes e que podem ser úteis:

  • Preste atenção às pistas do humor de seus colaboradores;
  • Confie na sua intuição;
  • Procure não se levar muito a sério;
  • Use o bom humor no trabalho como cobertura, não como bolo;
  • Jamais use de recurso piadas ofensivas.

E duas orientações mais aprofundadas:

1. Entenda as personas de seus melhores colaboradores

Você pode começar com um exercício rápido. Reúna alguns de seus colaboradores mais engajados em uma sala, para um papo descontraído. Deve ser um grupo plural – em termos de idade, etnia etc.

Então simplesmente pergunte de que tipo de filmes gostam, shows preferidos na TV, o que fazem no final de semana. Tome pulso do senso de humor deles. Isso vai permitir que você não apenas atenue o clima no ambiente de trabalho, mas que ajuste suas falas na sintonia fina de seu time.

2. Não pense demais o humor – mantenha-o simples

Não é necessária uma engenharia complexa para criar a piada mais perfeita do mundo. Não se importe se você não fizer todos rirem, não há problema nenhum nisso. Caso seja possível obter algumas risadas, ótimo, a primeira camada de gelo foi quebrada.

Por outro lado, não tema ser um pouco ridículo(a). Na internet, por exemplo, sempre haverá os haters (claro, desde que você se torne popular o bastante). Procure engolir o orgulho, o bom humor no trabalho envolve, como já afirmamos, não nos levarmos muito a sério.

Uma anedota para quebrar o gelo

Líderes que usam o bom humor com suas equipes parecem mais próximos. Isto porque conseguem aumentar o engajamento dos funcionários, fazendo com que deem seu melhor com mais naturalidade – e fatalmente diminuindo o turnover.

Como começar? Às vezes, compartilhar uma história engraçada com seu time pode ser a melhor forma. Mas insistimos: tome sempre cuidado para não dizer nada ofensivo. Existem muitos tópicos sensíveis, que podem causar constrangimento nos seus interlocutores.

Eis um em exemplo de “anedota” para quebrar o gelo:

Uma designer, um programador e o gestor saíram para almoçar quando tropeçaram numa lâmpada mágica. A representante esfregou o objeto, e de lá saiu um gênio: “realizarei um desejo de cada um de vocês”, disse a criatura mágica.

Eufórica, a designer se antecipou: “Quero estar nas Bahamas, tomando sol e drinques deliciosos, sem nenhuma preocupação no mundo!”. E *puf*, ela sumiu.

O programador veio logo depois: “Quero ir para o Havaí, com minha massagista particular e o amor da minha vida!”. E *puf*, lá se foi ele também.

Então, foi a vez do gestor. Em tom de voz grave, comandante, disse ao gênio: “Quero esses dois de volta logo depois do almoço”.

Moral da história: sempre deixe o chefe começar.

Motivando sua equipe também com tecnologia

Para além do bom humor no trabalho, você pode contar com ferramentas de gestão que ajudam a engajar o time. Como o Runrun.it, que organiza e administra o seus fluxo de tarefas.

Com ele, você facilita a comunicação entre as pessoas, encontra o que procura e sabe exatamente quando as tarefas e projetos serão entregues e quanto vão custar de fato. Tudo para reduzir a sobrecarga de trabalho e para tornar o dia a dia mais leve, bem-humorado. Clique para fazer o teste grátis: http://runrun.it.

Gif_Signup-1-1-3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>