Como negociar feito um estrategista

Como negociar feito um estrategista

Negociar é preciso, e também é uma habilidade que se aprende. Não à toa, existe na Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, um curso específico sobre o tema, ministrado pela professora Maggie Neale. Quem pretende fazer mais por si mesmo, por sua carreira e pelas organizações a que está vinculado precisa aprimorar constantemente sua capacidade de negociar. Algo que se aprende com a prática e com a aquisição de conceitos e princípios. Aqui estão sete dicas que podem melhorar o processo e os resultados nas suas interações na mesa de negociação. Boa leitura! Este é o ponto em que você aprenderá como negociar melhor e começará a conseguir o que quer.

1. Antes de chegar à mesa 

Conheça suas alternativas. Para se preparar para uma reunião de negócios, você deve conhecer todas as opções e descobrir quais são as melhores contrapropostas que podem ser apresentadas. Isso ajudará a determinar qual o preço máximo que aceitaria desembolsar ou o quanto aceitaria receber se o acordo entre as partes for alcançado, por exemplo.

2. Trace metas claras

Elas são o que você quer no final de uma negociação, e que você não tem no início.Tudo o que você diz ou faz deve levá-lo explicitamente para perto de seus objetivos – tanto as informações que concede, quanto as perguntas que faz. Uma  profunda compreensão dos interesses e motivos da sua contrapartida ajudará dar sentido à negociação. Às vezes, o objetivo é deixar a outra parte “ganhar” para que você possa ter algo mais tarde. Tudo bem, o fundamental é ter o objetivo bem definido. Um grande negociador sempre se pergunta: minhas ações vão ao encontro aos meus objetivos?

Persona_Marcelo_03

3. Conheça seu interlocutor 

Pesquisar sobre a parte com quem está negociando, um pouco de sua vida profissional e pessoal, os pontos fortes e fracos, te coloca em posição de vantagem. As informações também podem te ajudar a se imaginar no lugar do seu adversário. “O bom negociador é capaz de entrar na cabeça de seu oponente”, escreveu Stuart Diamond, em um artigo para a Business Insider.

4. Faça a primeira oferta  

E capriche nela. Normalmente, ela é a mais importante, e servirá como ponto de referência para os envolvidos. Por isso, uma oferta bem preparada deve incluir uma margem consistente para ser usada durante as negociações, preservando o lucro.

5. Jogue com contrapropostas                                                                          

Nem sempre você conseguirá ser o primeiro a fazer a primeira oferta. Mas pode ser o caso de você responder à primeira oferta. Quando isso acontecer, fique atento às informações que pesquisou previamente e faça uma contraoferta muito próxima daquela que você pretendia fazer. Usar a contraproposta é um modo de manter a negociação aberta.

6. Negocie com a pessoa certa   

Antes de iniciar a negociação, garanta que a outra parte está habilitada a assumir compromissos e vínculos. Você não quer se encontrar em uma posição em que acredita ter feito um acordo e descobrir que ele deve ser aprovado por alguém mais alto na cadeia de comando. E, então, ter que recomeçar o processo.

7. Concorde mais vezes  

“Se existe uma palavra poderosa nas negociações, ela não é ‘sim’ nem ‘não. É ‘concordo’”, segundo a professora Maggie Neale. Ela explica que quando os dois lados da mesa se entendem, há mais chances de avançar. Dizer mais vezes “concordo” é uma maneira eficaz de criar um ambiente positivo na negociação, mas é preciso tomar cuidado para não abrir mão do que se deseja conquistar. Por isso, escolher o objetivo principal de uma negociação é essencial para o foco não se perder durante o processo.

(Bônus) Entrevista com Maggie Neale

Produtividade Estratégica: Runrun.it

Se o assunto é agir estrategicamente, conheça o Runrun.it, software de gestão de projetos e tarefas, que controla o fluxo de trabalho através de um sistema inteligente que organiza e prioriza tarefas, elevando a produtividade das equipes na sua empresa. Comece grátis: http://runrun.it        

ambiente de trabalho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>