Aprendizado é um processo contínuo: conheça os melhores cursos de gestão em pós do país

Aprendizado é um processo contínuo: conheça os melhores cursos de gestão em pós do país

Há quem diga que o empreendedorismo costuma ser uma espécie de “coceirinha boa” atrás da orelha. Que, quando acontece, não tem como a gente deixar de lado. Não importa o rumo que a nossa vida tenha tomado: quando somos picados pelo mosquito empreendedor, nada mais resta a não ser avaliar os riscos e seguir em frente. É neste momento que saímos em busca de bons cursos de gestão por aí.

Teste o Runrun.it, uma ferramenta intuitiva que facilita a gestão do trabalho!

 

Administração como segundo diploma

O que costuma acontecer bastante é a procura pela pós-graduação. É o caso de inúmeros gestores de sucesso, como Walter Schalka, CEO da Suzano Papel e Celulose, que cursou pós na FGV após ter se formado em engenharia no ITA por não querer ser apenas “um engenheiro de prancheta”.

Aqui, entram os famosos cursos de MBA, ou Master of Business Administration. Muita gente acha que, para se formar melhor, é necessário buscar um curso no exterior. Mas, na opinião de muitos executivos renomados, não é bem assim. Nesta matéria da Exame, Deni Belotti, que já foio presidente da JCS Networks, indica os melhores cursos de MBA e MBA executivo do Brasil. “São cursos que vêm mantendo a qualidade acima da média”, diz o gestor.

>> Leitura recomendada: 5 ferramentas de gestão empresarial para download

Listamos os nossos preferidos a seguir:

MBA da FIA Business School (SP)

A especialização dura um ano, com proposta de imersão num ambiente multicultural de negócios, que aprimore e impulsione os conhecimentos e a carreira internacional do profissional. As turmas são formadas, em grande, por estrangeiros.

O módulo internacional é realizado na Vanderbilt University (EUA) e os custos do programa já estão incluídos no preço total do MBA – preço e disponibilidade de datas podem ser obtidos na secretaria da FIA. Recentemente, o MBA executivo da escola entrou no ranking de melhores do mundo no Financial Times.

MBA Executivo Insper (SP)

Tem como objetivo preparar profissionais para estar à frente dos negócios de uma empresa, gerenciando e alocando recursos de maneira eficiente, pensando a organização de uma forma holística e sustentável. A ideia do Insper é desenvolver o pensamento analítico e aprimorar a capacidade de resolução de problemas com foco em resultados – indispensável em qualquer empresa. O programa tem duração de 2 anos.

Executive MBA da Business School São Paulo

É um dos mais tradicionais MBAs executivos do Brasil. Além do trabalho analítico, o curso reforça a necessidade do domínio de habilidades de comando, segundo ele. O curso tem sessões teóricas e práticas que mesclam formação acadêmica e experiência prática em negócios. Um intercâmbio de duas semanas em Boston, na Sawyer Business School, também faz parte do cronograma do curso, que tem duração de 22 meses. Um dos destaques deste curo é que trouxe o estudo de Teoria da Complexidade aplicado a negócios para o Brasil.

No ranking QS Top MBA, a escola de negócios foi eleita a melhor do Brasil e a 3ª da América Latina.

MBA do COPPEAD (UFRJ – RJ)

Um MBA de dedicação em tempo integral durante 18 meses. O modelo é híbrido, juntando mundo acadêmico e de negócios. Tanto o MBA quanto o EMBA estão no ranking de 100 melhores do Financial Times publicado em 2015.

Katz Executive MBA (SP)

Atualmente, é o único MBA executivo 100% norte-americano no Brasil. O “The Katz EMBA” foi eleito em 2014 o 6º melhor programa de MBA Executivo entre instituições públicas nos Estados Unidos pelo Financial Times. Conta com professores da University of Pittsburgh, que ministram 100% das aulas em São Paulo, com o mesmo conteúdo dos Estados Unidos. Intercâmbios e viagens para fóruns internacionais da Katz também estão previstos no curso.

Executive MBA da Fundação Dom Cabral (MG)

Foca no desenvolvimento da capacidade analítica e crítica dos seus futuros especialistas. São dois formatos: aberto e consórcio. O módulo aberto prioriza a diversidade de empresas, setores e ramos de negócios, com um ou dois participantes por empresa. No módulo de consórcio, são três a dez executivos por empresa, com turmas de, no mínimo, cinco empresas diferentes, com foco na formação de massa crítica, intercâmbio e abordagem de acordo com a realidade das empresas envolvidas.

One MBA, da FGV-EAESP

Na última lista do Financial Times, o curso da FGV foi classificado como o 38º melhor do mundo. A especialização é desenvolvida pela Escola de Administração de Empresas de São Paulo, pela Universidade de Xiamen (China), pela Egade Business School Tecnológico de Monterrey (México), pela Rotterdam School of Management (Holanda) e pela Kenan-Flagler Business School, da Universidade da Carolina do Norte (Estados Unidos).

O One MBA é colaborativo. As faculdades integram as melhores práticas e perspectivas de seus respectivos continentes. Com duração de 21 meses, o One MBA oferece quatro semanas de intercâmbio nos EUA, Europa, Ásia e América Latina, para então receber o certificado homologado pelas cinco faculdades participantes do projeto.

>> Leitura recomendada: Gestão estratégica de pessoas: 3 cursos online grátis de liderança

Primeira formação

Gestão pública ou Gestão de negócios? Porque não adianta que aquela baita oportunidade tenha caído no nosso colo, nem que tenhamos plena consciência de nossas habilidades para planejar nosso plano de carreira, de nossa capacidade para aproveitá-la. Caso não estejamos prontos para administrar um negócio, esses talentos não servirão de nada. Por isso, selecionamos alguns dos melhores cursos de gestão do país. Queremos te ajudar a escolher a instituição que vai te preparar para realizar aquele sonho do negócio próprio.

Quais são os melhores?

De acordo com o Ranking Universitário da Folha de 2016, os dez melhores cursos de administração de empresas são os das seguintes instituições:

1º Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
2º Universidade de São Paulo (USP)
3º Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
4º Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
5º Escola de Administração de Empresas de São Paulo (EAESP-FGV)
6º Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)
7º Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas (EBAPE)
8º Universidade Federal da Bahia (UFBA)
9º Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
10º Universidade de Brasília (UNB)

E o que acha o mercado?

Dá para ver que as universidades públicas predominam o ranking. No entanto, vale lembrar que a lista é elaborada com uma série de critérios que, muitas vezes, são diferentes daqueles percebidos pelo mercado. Neste sentido, gestores consagrados costumam ter uma opinião sobre os cursos de gestão que é um pouco diferente dessas listas acadêmicas.

São impressões que têm origem na prática, na relação diária deles com profissionais formados. A tal percepção do mercado, que é verificada por meio de entrevistas com gestores experientes. Aí, o ranking muda um pouco, ficando assim:

1º Universidade de São Paulo (USP)
2º Fundação Getúlio Vargas, de São Paulo (FGV-EAESP)
3º Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
4º Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
5º Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)
6º Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
7º Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas (EBAPE)
8º Insper Instituto de Ensino e Pesquisa (INSPER)
9º Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
10º Universidade Federal do Paraná (UFPR)

>> Leitura recomendada: Cursos de estratégica para você bombar

Colocando tudo em prática

Como o Runrun.it, que é uma ferramenta indicada para organizar todas as demandas do negócio. Com ela, você fica sabendo quando as tarefas e projetos serão entregues e quanto vão custar de fato. Faça o teste grátis desta ferramenta e tire melhor proveito do curso de gestão que você escolher: http://runrun.it

Gif_Signup-1-1-3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>