Gerenciador de projetos é trunfo no planejamento anual

Gerenciador de projetos é trunfo no planejamento anual

Pensar novas estratégias para o crescimento da empresa é parte do planejamento anual de todo o gestor. E, para justificar o plano para o próximo ano é preciso ter em mãos os resultados do ano anterior. Se você está encontrando dificuldades para fundamentar suas propostas, saiba que usar um gerenciador de projetos para planejamento resolve a maior parte dos seu problemas, desde gerar relatórios e fornecer números de desempenho da equipe até indicar gargalos a serem remediados e mostrar os custos dos projetos.

Nesse post vamos te mostrar porque usar um gerenciador de projetos para planejamento pode ser um ótimo trunfo.

Todos os resultados organizados

Com um bom gerenciador de projetos, toda a equipe acompanha as demandas dentro do sistema e o fluxo de trabalho fica estruturado assim: cada cliente possui projetos e cada projeto suas tarefas. Dessa forma, na hora de conferir os resultados, você será capaz de visualizar os dados de forma organizada, sabendo quanto tempo foi investido em cada etapa do projeto e se houve algum tipo de imprevisto. Além disso, todas as decisões tomadas ficam registradas no sistema. Com isso em mãos, seu planejamento estratégico estará embasado em informações precisas.

>> Leitura recomendada: Guia para descomplicar a Gestão de Projetos

Custo real dos seus projetos

Se você já teve a sensação de que todos estão trabalhando muito, mas os projetos rentabilizam pouco, é porque não parou ainda para fazer as contas do real custo dos projetos em que está envolvido. Com um gerenciador de projetos, essa tarefa é automática: basta comparar as horas orçadas vs. horas trabalhadas. Tanto a diretoria quanto seus clientes esperam por essa transparência caso você precise solicitar verbas adicionais. Além disso, sua empresa precisa ter uma visão geral de quais projetos tiveram mais e menos gastos, já que esses valores certamente serão usados de base para o planejamento do próximo ano.

>> Leitura recomendada: Gestão de custos em projetos: dicas para controlar melhor os gastos

Elimine os gargalos e as tarefas pirata

Na correria para concluir o planejamento, você não pode deixar passar batido quanto seus colaboradores de fato trabalharam. Quem trabalhou mais, trabalhou muito mais? As demandas estão equilibradas ou há pessoas acumulando papéis, ou ainda, recebendo indiscriminadamente demandas de outras áreas? Usando um gerenciador de projetos, é possível monitorar a disponibilidade dos colaboradores em tempo real, estabelecer permissões no sistema para que cada um receba e abra tarefas para quem deve, evitando assim a sobrecarga de trabalho.

Lembre-se de aconselhar e de recompensar

Antes de fazer o planejamento anual, você precisa olhar para o que deu certo no ano vigente, e isso inclui avaliar o desempenho e o engajamento dos seus colaboradores. Virar o ano sem sentar para um feedback significa perpetuar os insucessos e negligenciar os acertos, que, sem estímulo, podem não se repetir.

Use seu gerenciador de projetos para planejamento, mas principalmente para garantir que você tem a visão de quem são os talentos do time e ofereça desde benefícios financeiros e cursos de aperfeiçoamento até – por que não? – uma promoção.

>> Leitura recomendada: 10 dicas de como motivar uma equipe para aplicar agora!

Um gerenciador de projetos para planejamento

Caso sua empresa ainda não utilize uma ferramenta de gestão capaz de entregar dados de desempenho precisos, adotar um gerenciador de projetos é uma das estratégias mais efetivas que você pode ter para o próximo ano. Conheça o Runrun.it, e construa o seu workflow perfeito com dados completos sobre o desempenho dos seus clientes, projetos e equipes. Teste grátis por 14 dias: http://runrun.it

gerenciador de projetos para planejamento”=

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>