O gerenciamento de projetos online pode melhorar sua inteligência emocional

O gerenciamento de projetos online pode melhorar sua inteligência emocional

Quantas vezes você decidiu que era hora de melhorar sua inteligência emocional (IE) e nunca conseguiu? Em compensação, sempre existiu aquele(a) colega de trabalho que “precisava de mais equilíbrio”… Este é o problema: por que a renovação tem de começar no outro, e nunca em nós mesmos?

Adotando um gerenciamento de projetos online na sua empresa – graças à tecnologia pensada para facilitar seu relacionamento com a equipe – o gestor terá uma ferramenta que oferece novos meios de entender seu papel e o papel de cada colaborador(a) com maturidade e garantir seu progresso como liderança.

Confira alguns pontos que um gerenciamento de projetos online na sua empresa pode melhorar da sua inteligência emocional no trabalho:

Maior autoconhecimento

Baixa IE:

  • Surpreender-se quando os outros são sensíveis aos seus comentários ou piadas e acha que eles estão é exagerando.
  • Projetar nos outros as mesmas expectativas que cria para si mesmo.
  • Não reflete sobre o que quer dizer e o que os outros merecem ouvir.

Alta IE:

Fazer um gerenciamento de projetos online significa adotar um software de gestão para reunir e ordenar clientes, projetos e tarefas da equipe.

Enquanto todos trabalham usando a mesma plataforma, o sistema faz seus cálculos e medições de tempo e custos. Neste cenário democrático de trabalho, o(a) gestor(a) tem acesso ao seu desempenho na execução das tarefas, tendendo a se tornar alguém mais autoconfiante.

Avaliando os relatórios gerenciais, a liderança consegue ponderar se suas expectativas são coerentes, e não será necessário ser agressivo(a) nas cobranças ou, ainda, ficar sempre na defensiva em um diálogo. Em vez disso, a tecnologia lhe abre caminhos para tomar decisões mais respeitosas e inteligentes.

Relações mais duradouras

Baixa IE:

  • Culpar os outros pela maior parte das questões em sua equipe.
  • Achar irritante que os outros esperem que você entenda como se sentem.
  • Ficar impaciente e frustrado quando as pessoas não compreendem seu ponto em uma discussão.

Alta IE:

Em um software de gerenciamento de projetos online, ao criar uma tarefa, é necessário atribuir o responsável por ela, que só pode ser designado se houver permissão no sistema para ele a receber. Isso evita que se repitam os velhos atrasos, o estresse e a ansiedade da equipe, causados justamente por demandas vindas de “pseudochefes”, sem critério.

Além disso, no software, cada tarefa tem seu repositório de dados, com descrição, anexos e comentários. O(A) gestor(a) não terá de enviar nem sequer um e-mail para passar o briefing da tarefa ou se informar de seu andamento e, com isso, se tornará um modelo de empatia, um líder que entende as necessidades do time e abre espaço para desenvolverem seus pontos fortes.

Feedback mais justo

Baixa IE:

  • Achar que ser admirado no trabalho é um desejo superestimado das pessoas.

Alta IE:

Conquistar uma inteligência emocional cada vez maior e estável está intimamente relacionado ao modo como você responde a situações.

Quando o(a) gestor(a) para e ouve o que os outros têm a dizer sobre sua gestão e o ambiente de trabalho, está provando que tem IE.

Trata-se simplesmente de dar aos outros a oportunidade de transmitirem suas ideias sem serem interrompidos ou podados. É da mesma forma que, com o gerenciamento de projetos online na empresa, o(a) gestor(a) pode recompensar os sucessos da equipe, baseando-se nos índices de produtividade individuais que o software calcula – aos quais cada um também tem acesso, para entender onde deve melhorar.

>> Faça o teste e descubra como anda sua inteligência emocional!

(Bônus) Por que você vai querer investir na sua IE

Veja só como pesquisas comprovam que a inteligência emocional diferencia os grandes líderes do restante:

1) Na L’Oréal, vendedores selecionados com base em certas competências emocionais venderam $ 91.370 mais do que os vendedores contratados pelo procedimento antigo de seleção da empresa e sofreram ainda 63% menos substituições. (Spencer & Spencer, 1993; Spencer, McClelland, & Kelner, 1997).

2) Em uma empresa nacional de seguros dos EUA, vendedores que eram fracos em competências emocionais, como autoconfiança, iniciativa e empatia, vendiam em média $ 54.000. Aqueles que eram muito fortes em pelo menos 5 das 8 competências emocionais principais, venderam apólices no valor médio de $ 114 mil. (Hay/McBer Research and Innovation Group, 1997).

3) Depois que uma grande empresa de bebidas usou métodos padrão para contratar gestores, 50% deixaram o cargo dentro de dois anos, principalmente por causa do mau desempenho. Quando foi iniciada uma seleção com base em competências emocionais, como iniciativa, autoconfiança e liderança, apenas 6% partiram. (McClelland, 1999).

4) Uma pesquisa do Centro de Liderança Criativa descobriu que as principais causas de demissão de executivos envolvem déficits de competência emocional. As três principais são dificuldade em lidar com a mudança, não ser capaz de trabalhar em equipe e relações interpessoais pobres.

5) O otimismo é outra competência emocional que leva ao aumento da produtividade. Novos vendedores no MetLife que marcaram alta pontuação em um teste de “otimismo aprendido” venderam 37% mais seguros de vida em seus dois primeiros anos do que os pessimistas (Seligman, 1990).

>> Leitura recomendada: Competências socioemocionais como diferencial profissional competitivo.

Agora que você notou como o gerenciamento de projetos online nas empresas tem tudo a ver com inteligência emocional, vai adorar saber que o Runrun.it existe.

O software para acompanhar em tempo real em que tarefas sua equipe está trabalhando, quando os projetos deverão ser concluídos e atingir um aumento de produtividade de até 25%. Teste grátis: https://runrun.it

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>