4 dicas de gestão de tarefas que evitam refação

4 dicas de gestão de tarefas que evitam refação

Neste artigo, compilamos 4 dicas de gestão de tarefas para você não perder mais tempo organizando lembretes, fazendo buscas no seu e-mail ou fazendo listas de tarefas que não saem do papel. 

Uma boa gestão de tarefas é muito mais do que seguir uma to do list aleatória. Significa delegar com estratégia, monitorar as tarefas com parâmetros de desempenho transparentes e estabelecer prazos assertivos, garantindo que tudo resulte na satisfação do cliente ou alcance dos resultados internos. 

Se quiser aprofundar o tema de gestão de tarefas em softwares próprios para essa atividade, como o Runrun.it, acesse nosso guia e seja o dono do seu tempo como um melhor gerenciamento.

 
  1. 1. Suas ferramentas de gestão de tarefas tem propósito?
  2. 2. Quando nomeia suas tarefas, você pensa no futuro?
  3. 3. O fluxo de trabalho ideal é centralizado com o cliente 
  4. 4. Tenha consciente sobre o volume de trabalho a ser feito
 

1. Suas ferramentas de gestão de tarefas tem propósito?

Nossos clientes costumam usar múltiplas plataformas para gerir suas pendências, mas cada uma tem seu propósito claro. O e-mail e WhatsApp é por onde há a entrada de novas demandas enviadas por clientes. Recursos como Slack e Google Workspace servem para conversar de maneira ágil com a equipe. 

Já no Runrun.it, entra no trabalho como um repositório de tudo que é feito, para desenhar e fortalecer a execução de processos e formalizar a entrada e saída das tarefas. 

Gerenciadores como o Runrun.it ganham maior autoridade na gestão de tarefas, porque têm em seu âmago a economia de tempo que os demais tipos estruturas listadas não conseguem fazer. 

>> Acesse grátis: Ebook: O lifelong learning da delegação de tarefas

2. Quando nomeia suas tarefas, você pensa no futuro?

Independente se for e-mail ou uma tarefa em um software de gestão, busque nomear de maneira que contextualize a temática do assunto. Alguns exemplos de informações que você pode adotar no título:

  • Tipo de entrega (negociação, orçamento, conteúdo, resolução de bug, etc.);
  • Qual é a finalidade/plataforma;
  • Nome do cliente quando houver;
  • Marcação temporal, principalmente caso esse tipo de tarefa se repita com frequência.
 

O uso de palavras-chave facilita que você encontre futuramente uma pendência mais rapidamente e a categorize melhor. 

Mas é óbvio que em softwares de gestão essa busca é bem mais ágil, utilizando recursos que inclusive servem para você encontrar o que precisa em alguns cliques de maneira ordenada, como no Runrun.it há a possibilidade de encontrar tarefas a partir de tags e filtros personalizados como cliente, projeto ou outras informações.

Para encontrar nos quadros da empresa ou listas de tarefas de cada pessoa as atividades correspondentes à busca. Veja, no entanto, que a pesquisa não precisa ser realizada no universo total das suas tarefas, mas sim localizada a uma pessoa ou setor.

3. O fluxo de trabalho ideal é centralizado com o cliente 

Estamos acostumados a lidar com o cliente por e-mail e ele também! Para remover os problemas de comunicação que esse distanciamento acarreta, o futuro da gestão de tarefas prevê recursos mais centralizados que deixam cliente e equipe na mesma página desde o briefing até o acompanhamento das entregas. 

Em vista disso, o Runrun.it possui dois recursos que unificam o fluxo de trabalho: formulário e usuário convidado. Com os formulários você define o que precisa saber antes de se responsabilizar por uma demanda. Quantas vezes as informações chegaram incompletas, mas para o cliente já tinha passado a bola. 

Já o usuário convidado permite incluir pessoas externas a sua conta do Runrun.it durante todo o workflow do projeto garantindo que ele acesse apenas o que você deseja deixar público para pessoas específicas.  

4. Tenha consciente sobre o volume de trabalho a ser feito

Quebrar uma atividade em subtarefas te informa melhor sobre o que precisa ser feito e te ajuda a encadear as etapas de maneira consistente. Isso evita falsas expectativas sobre prazos e representa melhor ao cliente a complexidade de uma demanda.

Criação e organização de subtarefas do Runrun.it

Como as informações de esforço e conclusão são individualizadas, relatórios de produtividade e entrega não correm o risco de ficarem abstratos demais para o cliente, ele visualiza exatamente qual atividade do todo já foi concluída e como isso impacta o projeto. 

Esse acompanhamento pode inclusive ser feito em tempo real em uma aba exclusiva do Runrun.it para cada usuário convidado da sua empresa. 

Gostou das dicas de gestão de tarefas e está curioso sobre como o Runrun.it pode ajudar no dia a dia do seu trabalho? Não perca (mais) tempo e leve a ferramenta referência em gestão de projetos para a sua empresa. Teste grátis: https://use.runrun.it/

gestão de tarefas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>