Gestão do tempo: Três passos para se sentir mais leve

Gestão do tempo: Três passos para se sentir mais leve

*Guest-post produzido por Fabiano Santana – Professional and Self Coach, CEO e Cofundador do portal E-VOLV.ME

No trabalho não lidamos só com diversas pessoas. Lidamos também com suas diversas demandas. O/a chefe pede uma coisa, cada colega pede uma outra, e depois outra, e quando você para pra respirar, já é noite. Tudo o que você queria nessa hora era ser um mestre ou mestra em gestão do tempo. Sabendo disso, listei aqui alguns dos problemas que você com certeza vive e pequenas atitudes que pode tomar para resolvê-los e, assim, se sentir mais leve no trabalho.

1. Assuma o seu vício

De quanto em quanto tempo você olha seu celular para checar suas mensagens, olhar suas redes sociais, ou zapear para ver qualquer coisa que não seja trabalho? O que eu indico que você faça é definir um intervalo de dez minutinhos pela manhã e outros dez na parte da tarde só para essas distrações, que são, sim, necessárias. Isolar-se do mundo é uma solução que só alguém insensato daria. Você pode interagir com seus assuntos pessoais rapidamente ao longo do dia, mas não a cada branco que te der, assim como você deve conferir suas notificações sempre que flagrar alguém mexendo no celular. Deixe o seu virado para baixo sobre sua mesa, se isso te deixa mais confiante. É com esses pequenos gestos que você começa a criar uma gestão do tempo inteligente.

2. Combata o retrabalho

Não precisa ocupar um cargo de liderança para saber que um dos pontos críticos do trabalho em equipe é a comunicação. Mais que isso, qualquer um tem o poder de reagir, evitando dúvidas sobre o que quer transmitir. Por exemplo, na próxima vez que você enviar um e-mail, descreva a tarefa que deve ser feita e, se necessário, relembre o problema ou o contexto e, por fim, qual o resultado esperado. Releia a mensagem e tenha certeza de que você está sendo claro(a). Se a conversa for ao vivo ou por telefone, deixe o combinado documentado por e-mail ou, sempre melhor, no seu software de gestão de tarefas. Tudo isso é para evitar retrabalho. E não deixe de ficar atento(a) aos gestos, à postura e ao olhar do seu interlocutor. Como Peter Drucker bem disse, “o mais importante na comunicação é ouvir o que não foi dito”.

3. Desafogue a sua mente

Sempre digo aos meus amigos e clientes: tire o máximo possível de coisas da sua cabeça e coloque no papel ou numa planilha. Com a mente sempre ocupada, você não vai querer novas ideias para cuidar, ou vai descartá-las por falta de condições. Se você trata de todos os seus afazeres usando só a memória, é bem capaz que se esqueça de algo e ainda faça de forma desordenada o que lembrar. Meu conselho é: liste suas tarefas pendentes e dê a elas uma ordem de prioridade. Saiba por qual precisa começar e qual trará o melhor resultado mais rápido. Nem sempre elas serão a mesma tarefa – provavelmente porque você acabou acumulando demandas urgentes. Por isso, desafogue a sua mente e planeje hoje mesmo sua próxima semana. Combinado?

Quer aprofundar seus conhecimentos em gestão do tempo? Clique aqui para baixar nosso e-book. Um presente do Portal E-VOLV.ME para os amigos leitores do Blog Runrun.it.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>