“Nenhum vento sopra a favor de quem não sabe para onde ir”: eis a importância dos indicadores de desempenho

“Nenhum vento sopra a favor de quem não sabe para onde ir”: eis a importância dos indicadores de desempenho

A frase acima, atribuída ao intelectual romano Sêneca, é clássica. E é ainda mais verdadeira quando se trata da condução de um projeto ou de uma empresa – uma travessia na qual é fácil se perder. Daí vem a importância dos chamados indicadores de desempenho, que funcionam como bússola nessa navegação.

Aliás, se você visita nosso blog com frequência deve se lembrar do artigo em que falamos sobre KPI dashboard. Caso não o tenha lido, clique no link ao lado, porque é uma leitura que complementa bem esta aqui. Os assuntos, ao fim e ao cabo, são os mesmos: indicadores de desempenho, as informações e os dados que quantificam sua performance de acordo com seus objetivos organizacionais.

Assumindo que você já tenha sido introduzido aos KPIs, vamos aprofundar um pouco mais o assunto.

Antes de começar, alguns lembretes importantes

Vale lembrar que, para que os indicadores contribuam de fato com o controle de uma empresa, é necessário entender bem o planejamento estratégico e ter objetivos claros. Sem isso, você não conseguirá definir das metas que devem ser alcançadas.

Cumpridas essas etapas, a elaboração e a gestão dos indicadores de desempenho podem ser direcionadas para o monitoramento da evolução dos resultados. As métricas vão servir como referência para o processo de tomada de decisão e a criação de estratégias de melhoria.

Tipos de indicadores de desempenho

Cada indicador proporciona informações que podem estar encaixadas em diferentes categorias. No artigo mencionado ali em cima, citamos algumas delas. Vamos retomar:

_Indicadores de produtividade: relacionam-se à produtividade de cada colaborador, por hora trabalhada e por hora/máquina. Ou seja, correspondem ao uso dos recursos da empresa a partir da avaliação das entregas.
_Indicadores de qualidade: estes ajudam a compreender qualquer desvio ou não-conformidade ocorrida durante um processo produtivo. Devem estar sempre juntos aos KPIs de produtividade. Um exemplo pode ser a quantidade de reclamações que um serviço recebe durante um período, que deve ser comparada ao nível de aceitação obtido pelo mesmo serviço.
_Indicadores de capacidade: Key Performance Indicators que mensuram a capacidade de resposta de um processo. Um exemplo é a quantidade de produtos que uma máquina consegue embalar durante um determinado período de tempo.
_Indicadores estratégicos: são os KPIs que servem de bússola. Com eles, os gestores descobrem onde está a empresa em relação aos objetivos que foram estabelecidos anteriormente. Indicam o caminho e fornecem um comparativo de como está o cenário atual da empresa em detrimento ao que deveria ser.

Não perca as métricas de vista

Além desses, há outras métricas de desempenho bastante utilizadas. Veja abaixo quais são e como calculá-las:

_Indicadores de Lucratividade: compostos pela relação percentual entre o lucro e as vendas totais da sua empresa. Exemplo simples: você vendeu R$ 200.000,00 em mercadorias e apurou um lucro de R$ 20.000,00. Portanto a lucratividade é de 10%.
_Indicadores de Rentabilidade: é a relação percentual entre o lucro e o investimento feito na empresa. Retomemos o exemplo anterior: você investiu R$ 500.000,00, com um lucro de R$ 20.000,00. Então, a rentabilidade foi de 4%.
_Indicadores de competitividade: medem a relação da empresa com a concorrência. O market share pode ser usado para isso. Lembrando que esse indicador mostra a fatia de mercado pertencente a uma empresa. Para obtê-lo, divida o volume de suas vendas pelo volume de vendas total do mercado, seja em valores monetários ou em quantidades
_Indicadores de Valor: Relação entre o valor percebido ao se receber algo (um produto, por exemplo) e o valor efetivamente despendido para a obtenção do que se recebeu.

Por que usar?

Porque indicadores de desempenho são instrumentos indispensáveis para qualquer gestão. São os dados que orientam o gestor quanto ao momento do negócio, e que o levam a tomar decisões importantes. Ou seja, os indicadores permitem rastrear e seguir o andamento de cada projeto, em diferentes áreas, coletando informações relevantes e disponibilizando-as de forma acessível.

Uma ferramenta que pode auxiliar muito neste processo é o Runrun.it. Afinal, organização e monitoramento são as bases da ferramenta, que foi desenvolvida para que gestores e colaboradores priorizem tarefas e tomem pulso do que está acontecendo na empresa. O software também conta com um Dashboard customizável com métricas de desempenho para acompanhar o andamento dos projetos e os indicadores de que a sua empresa precisa. Tudo em tempo real.

Com isso, todo o time estará engajados nos mesmos objetivos, sem desperdiçar tempo e recursos. E o que é melhor: focados na rota que você traçar para o crescimento da empresa. Faça o teste grátis da ferramenta: http://runrun.it

trabalho-colaborativo-gif-CTA

2 thoughts on ““Nenhum vento sopra a favor de quem não sabe para onde ir”: eis a importância dos indicadores de desempenho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>