9 dicas para criar ou melhorar sua estratégia de marketing de conteúdo

9 dicas para criar ou melhorar sua estratégia de marketing de conteúdo

Já não é novidade que é preciso produzir conteúdo relevante e atrativo para conquistar seu lugar ao sol em uma época de muita concorrência e excesso de conteúdo. Falar do seu produto de forma explícita o tempo todo não funciona mais, seu cliente precisa entender melhor o que você faz e sentir-se interessado pelo conteúdo.

Por isso, é preciso que seu negócio esteja presente nas mídias sociais em que seu público está e utilize esses canais para publicar diversos tipos de materiais que ajudarão as pessoas certas a chegarem até você. Nesse artigo, você confere 9 dicas para criar ou melhorar sua estratégia de marketing de conteúdo.

>> Leitura recomendada: Como (sobre)viver na economia da atenção

1) Tenha um blog: ele é sua terra própria e altamente customizável

Por mais que você já esteja apostando em mídias sociais, é preciso também ter um terreno próprio para publicar conteúdo. O blog é um espaço seu para levar seus potenciais clientes para conhecer um pouco mais, inclusive usando as mídias sociais para segmentar e atrair o público certo. A plataforma de blogs mais usada é o WordPress e, diariamente, milhares de profissionais publicam conteúdos em locais como esse. Os blogs começaram como diários pessoais, mas hoje é essencial que as empresas também tenham um.

Ou seja, uma boa lição de marketing de conteúdo é variar as mídias nas quais você está presente. Digamos que um blog é muito mais seu do que uma mídia social, sujeita a termos e políticas de uso enormes e com chances maiores de um dia deixarem de existir, ou de repentinamente lhe deixarem na mão. Não importa com o que sua empresa trabalha. Porque sempre há espaço para um blog que trata de assuntos relacionados, que mostra existir alguém do outro lado se preocupando com o cliente, que não parece querer apenas o dinheiro dele, que aposta em conteúdos interessantes que os ajudam a todos os dias aprender algo novo.

Outras colunas da Flavia
>> Não basta ter um bom marketing, é preciso seguir encantando
>> A produção de conteúdo pode favorecer sua estratégia de vendas
>> A credibilidade da comunicação da sua marca na internet
>> O storytelling pode ajudar a sua empresa a vender mais
>> Marketing e inovação: o que sua empresa tem feito?
>> Marketing mais efetivo: marcas que evitaram o clichê

2) Planejamento é necessário

Antes de começar a produzir conteúdo é preciso saber que um planejamento é necessário. Começar entendendo os objetivos do negócio, depois quem são as personas (modelos de clientes ideais), descobrir temas relevantes e criar um cronograma de publicações, organizando-o por temas e tipos, por exemplo. Nele, você pode definir periodicidade de postagem, linguagem que vai usar, quantidade de posts e outros materiais ricos que vai produzir. Dessa forma, você tem um norte a seguir.

É preciso prezar por qualidade, não quantidade. E os conteúdos devem ser conectados, levando uma audiência genérica, aos poucos, a consumir conteúdos mais densos, ir entendendo sobre o que você faz, vendo-o como referência na área e, por fim, chegando à fase de fechar um negócio com você. Entenda que nem sempre o lead está pronto para comprar, porque isso depende de inúmeros fatores. Você precisa pensar com a cabeça dele para entender o que falta para decidir pela compra. Ou seja, o famoso topo, meio e fundo do funil de vendas, a jornada conhecida que seu potencial cliente fará até tornar-se verdadeiramente cliente.

>> Leitura recomendada: Dicas de planejamento estratégico de marketing digital

3) Fuja do conteúdo chato e clichê

A era do techniquês acabou. Agora o bacana é saber traduzir o técnico em algo gostoso de ler. Você gosta de ler conteúdos chatos e clichês no mesmo formato que todo mundo usa por aí? Não, né? Seu cliente também não. Deixe de ser extremamente formal quando não for preciso e encante o coração do cliente. Escreva sobre algo que ninguém escreveu ainda. Escreva conteúdos que você mesmo adoraria ler, crie o ambiente que você gostaria de visitar.

4) Reotimize conteúdos já publicados

Às vezes, você tem conteúdos que estão no ar há alguns meses. Sempre dá para otimizar! Leia o texto de novo e entenda o que falta nele. Um título melhor e mais curto? Uma imagem? Uma reformulação do formato? Exemplos práticos? Na dúvida, pesquise o assunto do texto no Google e leia pelo menos os cinco primeiros resultados. Veja o que é abordado.

Sua missão é transformar seu conteúdo em algo melhor que esses outros resultados, de forma que o seu seja o melhor de todos! Há conteúdos que são bons o ano todo e conteúdos pontuais que só interessam em certa época. Aposto mais nos que são bons sempre. Replicar esse conteúdo já postado com data mais atual também é interessante.

>> Leitura recomendada: Os desafios na gestão de marketing digital

5) Derive conteúdos de outros conteúdos

Vários pequenos conteúdos podem ser juntados e virar um só, bem completo. Assim como um completo pode render vários posts. Seja esperto ao escrever e lembre-se disso!

6) Não seja obcecado por conversão

Calma, nem tudo precisa ajudar a converter na hora. Muitas vezes, o conteúdo é um caminho que pouco a pouco fará com que seu potencial cliente o conheça melhor e confie em você. Então, relaxe. Recheie sim os seus conteúdos com formas de levar o leitor a outro material. Ou mesmo a uma chamada para ação, como por exemplo, uma forma de entrar em contato para saber mais, formas de baixar um material que vai pedir dados antes de deixar prosseguir, etc.

Marketing de conteúdo funciona, mas é preciso ser paciente, manter o foco, produzir conteúdos bons mesmo que no começo ninguém os leia. É claro que precisa de outras estratégias associadas, por exemplo, considerar SEO, ou seja, a otimização de seu site tecnicamente para que os buscadores o encontrem melhor.

>> [Ebook] 8 formas de ser mais produtivo no marketing de conteúdo

7) Use links em seus textos

Você quer que o visitante leia o conteúdo, certo? E, além disso, quer que ele veja outros materiais, não que vá embora rápido do seu site. Então coloque links entre os textos, relacionando os assuntos. Assim, o visitante pode acessar outros conteúdos de interesse também. Mas não se esqueça de que é preciso ter também call-to-action, chamando para algumas ações, do tipo, leia, teste, assine, etc.

8) Ofereça materiais ricos

As pessoas adoram baixar matérias ricos. O que é isso? Um ebook é um tipo de material rico, ele oferece valor ao ser baixado, a pessoa fica com um material organizado que pode ser lido depois em formato PDF. Outros formatos são testes online, vídeos, webinars, planilhas. São exemplos que ajudam a criar uma lista de pessoas que querem receber mais materiais seus. E olha, nem sempre é preciso apostar em grandes produções. Às vezes, um vídeo simples, de um minuto, contando sobre algo legal do produto, tirando dúvidas, já é o suficiente.

Neste sentido, é legal sempre ter uma plataforma para administrar essas interações com materiais ricos. Desde ferramentas de gestão de projetos para a organização do fluxo de trabalho e demandas, como o Runrun.it, até na operação no dia a dia, como as plataformas de automação de marketing.

Se os conteúdos forem bem construídos e relacionados com seu negócio, a pessoa que o baixar é um potencial cliente. Então, já que são mais demorados de serem produzidos, peça algum dado em troca, tipo o e-mail da pessoa. Assim, você pode entrar em contato com ela depois. Por isso, citei a importância de uma plataforma de automação. Até porque administrar esse volume de requisições de modo manual é complicado e nada escalável.

>> Leitura recomendada: A importância da gestão de pauta estratégica e eficiente

9) Cuidado com automatização em excesso

Se sempre que alguém baixar algo a resposta for exatamente a mesma, se sempre que escrever um e-mail o formato for o mesmo… seu cliente vai perceber o excesso de automação. Todo o processo precisa ser cuidadoso e ele inclui, inclusive, o pós-venda.


Ferramenta para ajudar na gestão de marketing

Para auxiliar a sua empresa, ou equipe de marketing, no desenvolvimento de conteúdo, uma ferramenta inteligente e estratégica de gestão faz toda a diferença. Braço direito dos gestores de marketing e de agências, o Runrun.it facilita a organização do fluxo de trabalho, a distribuição de tarefas e o controle do tempo investido em cada atividade, como a produção de um texto, uma peça para redes sociais ou um ebook.

Além disso, permite integrar as equipes, unificar e formalizar a comunicação dentro de um só lugar. E para acompanhar o desempenho das pessoas e o andamento dos projetos, você conta com um Dashboard personalizável, em que é possível criar todas as métricas que a sua empresa precisa. Teste grátis hoje mesmo: https://runrun.it.


Gif_Signup-1-1-3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>