O gestor é quem retém talentos, não o RH

O gestor é quem retém talentos, não o RH

Dando uma olhada no site da Harvard Business Review Brasil, chamou minha atenção o artigo mais lido, intitulado “Gestão de pessoas não é com o RH!”. Cliquei e descobri que é de fevereiro de 2011. A notícia não é nova, mas ainda gera muita dúvida entre os gestores.

Quem atrai, retém e mantém talentos dentro de uma empresa são as lideranças, e não o RH. Este departamento é um parceiro nos negócios, e não quem define para qual área vai, ou sai, cada colaborador. Mas, jogar os problemas de subordinados para o RH infelizmente é comum para vários gestores.

Segundo José Luiz Bichuetti, no texto em questão, “Em pleno século 21, ainda existem empresas cujos executivos não sabem quem são os reais responsáveis pela gestão de seu capital humano (leia nosso artigo sobre o assunto), além de tratá-lo como custo e não como ativo”. Colaboradores são o combustível de uma corporação, e não seu peso.

Se você entende que é responsável pelos seus funcionários, você está começando a se tornar um líder. Além da responsabilidade sobre os atos tomados por eles, você precisa ser uma inspiração, um exemplo, a quem o colaborador procure sempre que tiver uma dúvida, para pedir um conselho ou sugerir mudanças.

A barreira negativa que existe entre funcionários e chefes pode ser transposta de várias maneiras, mas deve começar com o próprio gestor. Uma das dicas é ser autêntico, ou seja, ter conversas abertas no escritório, falar sobre casos pessoais. Isso cria empatia e confiança entre os colegas.

Outra dica é estar atento à produção da sua equipe. Se você sabe o tempo que cada um gasta em diversas tarefas ou projetos, saberá precificar melhor o trabalho de sua área, podendo aumentar sua lucratividade. Além disso, conseguirá identificar e desenvolver talentos. E, na ponta do lápis, direcionar promoções a quem merece.

Esse artigo é especialmente relevante para nós aqui no Runrun.it, porque acreditamos que há uma
diferença enorme entre ser chefe e ser líder. Na verdade, uma parte importante do nosso produto é dedicada justamente a automatizar a parte chata da gestão – como ficar lembrando quais são as prioridades, pedindo status de projetos, fazendo reuniões de acompanhamento etc; isso tudo para que você possa ter tempo para fazer coisas mais importantes para você mesmo e para os outros.

Experimente grátis: runrun.it

Você também pode gostar de ler:

Gerenciamento de Tarefas: 5 Dicas Infalíveis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>