O melhor jeito de liderar pessoas é sendo autêntico

O melhor jeito de liderar pessoas é sendo autêntico

As pessoas se comportam de maneira diferente no trabalho e em casa. Isso é uma coisa óbvia, natural e necessária, afinal, são dois ambientes completamente distintos, que exigem posturas contrárias. No entanto, muitas vezes existe um exagero e o que se vê é a distorção da própria personalidade em cada situação diferente, o que compromete a capacidade de liderar pessoas.

O Dr. Peter Fuda é um consultor que tem diversos estudos relacionados a liderança e, a partir de suas pesquisas criou uma relação interessante entre os líderes que tomam o caminho citado acima e dois personagens da ficção, o Fantasma da Ópera e o Máscara – assista o vídeo em inglês.

Sua análise nasceu quando conversava com um líder que admitiu se sentir um impostor logo que foi promovido. Primeiramente, ele sentiu que não estava pronto para o desafio e colocou a “máscara do linha dura”, porque seu chefe era assim, e isso dava certo para ele. Não funcionou e ele resolveu se transformar no cara legal. E deu errado mais uma vez.

De acordo com Fuda, esta seria a máscara do Fantasma da Ópera. Este líder sabia que a estava usando, sua equipe também sabia, ele tinha consciência que sua equipe conhecia a farsa e, mesmo assim, ninguém falava sobre o assunto. Exatamente como na história mundialmente conhecida.

Outro caso é de uma pessoa que usou a arrogância para se tornar o líder de uma equipe considerada as forças especiais do setor público. Por incrível que pareça, isso deu muito certo no início de sua carreira, mas com o passar do tempo, o seu comportamento agressivo prejudicou as suas relações e criou inimigos. Algo muito semelhante ao personagem O Máscara, interpretado por Jim Carrey no filme homônimo. Na história, o personagem encontra uma máscara que, ao ser utilizada, dava poderes inimagináveis, mas depois descobre que esse artefato não era tudo o que parecia.

O Dr. Peter Fuda chegou à conclusão que, em algum momento, todos quiseram tirar suas máscaras. Alguns porque aquilo não trazia mais sucesso, outros porque o peso era muito grande para continuar carregando, e é claro, o conflito interno que em muitos casos chega a ser insuportável. Tirar a máscara e realmente assumir a real personalidade é o primeiro passo para liderar pessoas com sucesso.

Ao abandonar sua máscara, o líder terá uma identidade mais significativa e concreta, alinhada não somente à sua verdadeira visão de liderança, mas à sua vida como um todo. Isso ainda irá mostrar que ser autêntico é mais importante do que parecer perfeito, constrói a confiança dentro da equipe, e cria interações muito mais enriquecedoras.

Runrun.it: Desenvolvido por gestores para gestores, com o objetivo de impulsionar a produtividade da empresa. Clique aqui e crie sua conta grátis.

POSTS RELACIONADOS

3 passos para uma liderança eficaz

Tenha uma liderança eficiente

Aprenda como liderar pessoas

Gerenciamento de Tarefas: 5 Dicas Infalíveis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>