Como usar o Plano de Desenvolvimento  Individual (PDI) para aprimorar a gestão de pessoas

Como usar o Plano de Desenvolvimento Individual (PDI) para aprimorar a gestão de pessoas

O Plano de Desenvolvimento Individual (PDI) é uma ferramenta bastante utilizada pela gestão de pessoas para ajudar os colaboradores a se desenvolverem em suas carreiras.

Mais do que uma planilha, o PDI é um instrumento de amadurecimento profissional que proporciona benefícios não apenas para cada colaborador, mas também para a empresa como um todo.

Neste artigo, vamos explicar o que é o PDI e quais são as vantagens de investir em ações nesse sentido.

Além disso, vamos mostrar como elaborar um plano de qualidade para seus colaboradores e qual é o papel da gestão de tarefas para garantir a sua eficiência. Acompanhe!

 

O que é PDI?

Trata-se de um documento que reúne um conjunto de metas estabelecidas para o desenvolvimento de uma pessoa.

Nesse contexto, ele pode ser destinado a diferentes objetivos, inclusive, àqueles que não estão relacionados diretamente à carreira profissional da pessoa.

O foco do PDI é possibilitar que uma realização que parece distante e inalcançável seja conquistada.

Assim, uma pessoa pode ter o sonho de conhecer a neve, por exemplo, mas recebe um salário que mal dá para pagar as contas.

Com a ajuda de um PDI, ela pode se organizar financeiramente, melhorar suas condições salariais por meio de promoções e mudança de cargo na empresa, além de juntar o dinheiro necessário para fazer sua tão sonhada viagem.

Voltando o foco para o universo empresarial, a gestão de pessoas pode utilizar o PDI como ferramenta de desenvolvimento e engajamento dos profissionais, já que é possível elaborá-lo de forma a alinhar os objetivos pessoais e profissionais de cada colaborador com as metas do negócio, gerando ganhos para ambas as partes.

Quais os benefícios do Plano de Desenvolvimento Individual para a empresa?

Como vimos na definição,  PDI é  uma ferramenta que prioriza os desejos e necessidades dos indivíduos.

O que não quer dizer que a empresa não colha seus próprios benefícios tanto de forma direta quanto indireta.

Veja como o capital humano da organização pode ser afetado positivamente pelo PDI.

Consolidação do autoconhecimento para os colaboradores

O processo de elaboração de um PDI envolve um grande esforço em autoconhecimento.

Em primeiro lugar, para que o colaborador descubra quais são seus sonhos e desejos de curto, médio e longo prazos. Depois, para que ele compreenda seu papel no time e na organização, conseguindo enxergar as suas possibilidades de evolução.

A descoberta de seu perfil comportamental e de seus pontos fortes e fracos contribui para a definição de planos mais precisos e melhor direcionados.

Assim, a empresa ganha um profissional mais decidido e ciente de suas capacidades.

O PDI como ferramenta de engajamento e motivação dos times

Manter as equipes motivadas é um grande desafio da gestão de pessoas na atualidade.

Hoje, cada pessoa é motivada por um fator diferente e os incentivos financeiros já não têm o mesmo efeito de algumas décadas passadas. 

Por outro lado, quando a empresa investe no desenvolvimento de seus profissionais, ela demonstra que se interessa por sua evolução, e isso tem um grande valor para as pessoas.

 É muito mais fácil engajar os colaboradores quando eles sentem que estão sendo valorizados pelos seus gestores e pela organização.  

Desenvolvimento dos profissionais

Por muitos anos, o desenvolvimento de talentos era visto como um simples custo a mais na empresa.

Hoje, sabemos que, na verdade, ele é um investimento, com um alto potencial de geração de retornos positivos, principalmente financeiros. Afinal, é muito melhor capacitar seus colaboradores do que economizar em treinamento e ter times despreparados.

Com a ajuda do PDI, a empresa pode alinhar seus objetivos com os de seus profissionais, de forma que ambos consigam crescer juntos.

Desse modo, fica mais fácil saber quais portas abrir para cada colaborador e como trabalhar a sua evolução de maneira mais estratégica para o negócio.

Fomento à inovação

A inovação é o que leva uma empresa a se destacar no mercado. Para isso, é preciso desenvolver tanto as competências técnicas quanto as soft skills dos colaboradores.

Isso permite que eles se mantenham atualizados e antenados em relação às novidades e perspectivas do setor, buscando sempre o que há de mais moderno e avançado.

Nesse caso, o PDI atua como uma ferramenta de apoio a esse movimento de inovação.

Cada profissional já tem metas de médio e longo prazo traçadas e isso é essencial para entender quais são os elementos que farão diferença na qualidade dos resultados.

A busca em ser o melhor se torna parte da rotina e todo mundo sai ganhando.

Retenção de talentos

O PDI é uma das ferramentas mais utilizadas para fortalecer a relação da empresa com seus colaboradores e, assim, melhorar a retenção de talentos.

Quando a organização dedica parte de seu tempo para olhar especificamente para a carreira de cada profissional, ela aumenta o ownership desse colaborador.

No momento em que surge uma proposta de outra empresa ou mesmo uma dúvida em relação à permanência na organização atual, a existência de um PDI pode fazer toda a diferença.

Trata-se de um ponto que pesa bastante nesse tipo de decisão, pois envolve a clareza na visão de futuro e o quão positiva ela se mostra.

Como elaborar um PDI para os colaboradores?

A elaboração de um PDI envolve muitas etapas que precisam ser criadas com cuidado para que se alcance os resultados esperados. A seguir, traremos os principais pontos de atenção.

Defina metas para os objetivos a serem alcançados

Objetivo é uma coisa, meta é outra.

Para começar, é importante saber quais são os objetivos do colaborador e traçar metas para cada um deles.

Essa etapa ajuda a organizar as ações em curto, médio e longo prazos, bem como a começar a desenhar um mapa de tudo o que será necessário realizar.

Ainda, é fundamental que os objetivos tenham metas claras, factíveis e, acima de tudo, com prazos para finalizar.

Se o objetivo é saber tocar violão, por exemplo, uma meta de curto prazo poderia ser aprender uma música inteira em um mês. Outra, de longo prazo, poderia ser conseguir tocar qualquer música lendo a cifra em um ano.

Monte um planejamento com ações efetivas

O PDI é um plano e todo plano precisa de ações a serem executadas a cada etapa

Nesse sentido, é importante listar atividades mais focadas e diretas, que ajudem a manter o planejamento em dia, sem desvios de rota.

O time de treinamento e desenvolvimento pode ajudar nessa etapa com a amarração dos interesses em comum entre a empresa e o profissional.

Voltando ao exemplo do violão, se a meta é aprender uma música já no primeiro mês, será preciso encontrar uma canção que possa ser aprendida mais facilmente, buscar por um professor ou vídeos que ensinam a tocar violão na internet, definir quanto tempo será dedicado por semana nessa tarefa, enfim, várias ações direcionadas para o alcance da primeira meta. 

Inclua um levantamento de custos e recursos necessários

Toda iniciativa gera um custo e o PDI precisa envolver esse quesito para ser mais eficiente. Afinal, não dá para aprender a tocar violão sem ter um violão.

Portanto, ao destrinchar as ações a serem realizadas, inclua quanto elas custarão e quais recursos precisam estar disponíveis para executá-las.

Aqui, é bastante comum a inclusão de ações indiretas, em função de questões financeiras, para que a meta final seja cumprida.

Logo, se a meta de longo prazo é fazer uma viagem para o exterior, uma das metas de curto prazo relacionadas pode ser encontrar uma fonte de renda extra ou fazer determinados cursos para ser promovido na empresa.

Estabeleça pontos de acompanhamento e controle

Ainda na fase de construção do PDI, certifique-se de estabelecer pontos de checagem do andamento das metas.

Isso é fundamental para manter o planejamento em dia e garantir que ele será cumprido adequadamente. 

Além disso, essas verificações pontuais ajudam a identificar possíveis problemas de maneira antecipada, o que permite mais tempo e agilidade na busca pela solução.

Nesse sentido, é importante utilizar diferentes ferramentas de avaliação de desempenho e de gestão de tarefas para auxiliar na coleta e análise das informações.

Revise o PDI periodicamente

O PDI deve ser um documento atualizado, que acompanha a evolução dos acontecimentos e se adapta aos novos desafios que surgem.

Desse modo, na medida em que se tem o feedback do que foi planejado e as etapas vão sendo cumpridas, é preciso fazer uma revisão para estabelecer novos projetos, novas metas e novas conquistas.

Qual é o papel da gestão de tarefas no desenvolvimento dos profissionais?

O sucesso de um PDI depende muito mais da sua execução do que do seu planejamento. 

Dessa forma, é essencial ter um acompanhamento mais minucioso, que garanta a realização das ações nos prazos previamente estabelecidos. 

Nesse sentido, uma boa ferramenta de gestão de tarefas ajuda o profissional a organizar a sua rotina, inserindo as atividades do plano de forma integrada às demais.

Como vimos, o PDI é um excelente instrumento de fomento ao desenvolvimento de pessoas.

Ainda, o setor de Recursos Humanos pode se beneficiar, ao aliar as metas pessoais e profissionais aos objetivos e perspectivas da empresa, agindo de forma estratégica e mais eficiente. 

Se você gostou do conteúdo e quer se aprofundar um pouco mais no assunto, confira o e-book Desenvolvimento de talentos: como usar a tecnologia e análise de dados a seu favor.

Melhore o desempenho da sua equipe com gerenciadores de tarefas

Nos dias atuais, os gerenciadores de tarefas são essenciais para estimular  o desenvolvimento profissional.

O Runrun.it é um software pensado justamente para facilitar a realização dos planejamentos cotidianos e a troca de informações entre a equipe, deixando todos na mesma página, centralizando os direcionamentos e arquivando a comunicação da sua empresa para que nada se perca – como acontece quando conversamos por e-mail ou canais informais. 

Com o Runrun.it, as pessoas ainda conseguem acompanhar o progresso das atividades em tempo real onde quer que o time esteja, além de distribuir demandas, alocar colaboradores e solicitar aprovação, o que agiliza esse processo tão importante para o trabalho poder continuar.


Crie uma conta gratuita e teste agora: https://runrun.it

o que e pdi”=
 

Conteúdo escrito em parceria com a Solides

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>