Perfil profissional: a diferença entre especialistas e amadores

Perfil profissional: a diferença entre especialistas e amadores

Falamos muito sobre profissionalismo e sobre a ausência dele. É uma distinção importante. Há algo que essa palavra carrega, que pode desbloquear bons hábitos e definir o sucesso de uma pessoa. Tecnicamente, um profissional é alguém que trabalha em algo e recebe um pagamento por isso, mas o termo sugere muito mais: um verdadeiro especialista – alguém que é experiente e confiável. Ser profissional, no entanto, não significa ser workaholic. Mas que você é especialista e se dedica a coisas importantes. Aqui estão cinco características e desafios de um perfil profissional de especialista. Inspire-se:

1. Confiança

Embora seja realmente o último requisito desta lista que você deve conquistar para ter um perfil profissional especialista, é o primeiro atributo que os outros notam. Especialistas sabem exatamente o que estão fazendo e por que estão fazendo. Mas também são confiantes o suficiente para reconhecerem não saber tudo. Lembre-se: sem confiança, é inviável ter os seis itens abaixo.

2. Comprometimento

Ser um especialista no que você faz tem muito a ver com a confiança dos outros sobre sua capacidade de fazer um trabalho bem-feito, mesmo sem alguém para supervisionar. Se você não tem, nada mais importa. Portanto, mantenha um padrão elevado de comprometimento. Amadores, em geral, não se preocupam tanto com esse aspecto.

3. Proficiência

As pessoas não são reconhecidas como especialistas apenas por compreenderem profundamente seu campo a partir de uma perspectiva teórica ou estratégica. Elas devem ser realmente proficientes na área em que atuam. Você não pode liderar uma equipe editorial, por exemplo, se você não souber escrever ou se nunca tiver escrito, assim como não pode ser um engenheiro profissional se não domina as ciências da engenharia.

4. Resiliência

Somos incoerentes na maioria das vezes. Difícil assumir, mas observe. Temos metas a atingir e sonhos a realizar, e só nos esforçamos para conseguir de vez em quando, quando nos sentimos inspirados, motivados ou “quando a vida nos permite”, dizemos. É mais fácil assim…

Não importa o que você está tentando melhorar, se você só faz o trabalho quando se sente entusiasmado(a), nunca vai ser ótimo(a) o suficiente para ser um(a) especialista. A habilidade de bater ponto todo dia, se manter dentro do prazo, e fazer o trabalho (especialmente quando você não está lá tão motivado) é 90% do que você precisa para ser o(a) melhor.

5. Disciplina

Ter perfil profissional especialista está intimamente relacionado a ter disciplina para fazer o que precisa ser feito. Envolve começar quando você quer parar, não porque você quer trabalhar mais, mas porque cumprir seu objetivo é importante o suficiente para que você não pare o que está fazendo por conveniência. Ainda, sobre a disciplina, o coach americano James Clear diz: “Especialistas se mantêm no prazo, amadores deixam a vida entrar no meio. Especialistas sabem o quanto é importante trabalhar com foco absoluto, amadores normalmente se deixam levar pelas urgências da vida“.

Para uma equipe de profissionais, o Runrun.it

Cultivar um perfil profissional especialista exige um trabalho árduo. Os melhores buscam formas de entender as dificuldades e as necessidades do time, e providenciar soluções, em vez de simplesmente ordenar produtividade. O Runrun.it é uma ferramenta fundamental para isso, já que oferece controle sobre o tempo investido em cada tarefa, relatórios sobre desempenho, aumentando  a motivação da equipe. Experimente grátis: http://runrun.it

Gif_Signup

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>