Sabe nadar?

Sabe nadar?

Por Sílvio Celestino*

O náufrago é aquele que lutou contra as águas para sobreviver. O surfista é aquele que sabe ler as ondas e transformar sua força em dança. Entra no mar e o aceita como ele é, e o que ele oferece. Estamos ainda em meio a um período sombrio, mas o sol voltará, e teremos ondas melhores no futuro. Por enquanto, aproveite o que o mar econômico lhe oferece.

Com a desvalorização do real, passamos a ser mais pobres em relação ao resto do mundo. Como consequência, os serviços e produtos nacionais ficam baratos e deverão ser consumidos com maior frequência pelos próprios brasileiros, em detrimento aos produtos importados. O turismo nacional deve ser favorecido, principalmente aqueles destinos próximos aos grandes centros. Tudo isso é oportunidade de renda.

Quando chegar hoje em casa, comece a pensar em como desenvolver sua carreira na direção de setores essenciais em uma economia que passa por contração: alimentos, por exemplo. Pondere também que a perspectiva de baixa prosperidade faz com que pessoas e empresas mantenham seu patrimônio, o que gera oportunidade para serviços e produtos relacionados à manutenção de casas, instalações, máquinas, automóveis e todo tipo de dispositivo. O que te atrai?

Serviços e cursos de educação financeira também são importantes para que pessoas aprendam a proteger seu dinheiro e assegurem que sua riqueza não se desvalorize tanto em moedas fortes. Minha recomendação é que você divida sua renda e patrimônio pelo valor do dólar e do ouro. Assim, você terá referências mais seguras para perseguir e mais consciência do real valor das coisas em uma economia com inflação crescente.

Apesar de tudo, graças à iniciativa privada, existem oportunidades incríveis por aí: a internet das coisas conectará 50 bilhões de dispositivos até 2020. Eles vão gerar informações que precisarão ser analisadas e processadas. Portanto, nem preciso dizer quantas pessoas da área de TI serão necessárias ao longo dos próximos anos para o desenvolvimento de sistemas inteligentes para a tomada de decisão. Você gostaria de aprender a linguagem de programação?

Drones têm sido adotados nas áreas de serviços de mapeamento, agricultura, fotografia, setores militares, vigilância, entre outros. E todos esses aparelhos precisam ser construídos, pilotados, fiscalizados, atualizados e reparados. O Uber precisará cada vez mais de motoristas. E espere, quando chegar o serviço para motoboys e logística.

Haverá uma evolução enorme nesses setores. Preste muita atenção em oportunidades que surgem devido ao forte momento da iniciativa privada, representado principalmente por empresas similares ao Uber: Airbnb, empresas de compartilhamento de automóveis, vagas em estacionamento, aviões particulares e toda sorte de equipamentos.

Devido à demografia, precisaremos de tudo que esteja relacionado a pessoas idosas: de saúde a educadores. Sim, as pessoas precisarão ser educadas por mais tempo, inclusive nas questões financeiras. E não pense somente nas oportunidades que estão surgindo no Brasil. Mesmo com a perspectiva de contração em países desenvolvidos, essas oportunidades surgirão mundialmente.

Lembre-se de que a prosperidade é uma ação composta. Por exemplo, o investidor que não abre uma nova empresa agora retira oportunidades de trabalho e renda de quem se formará em poucos anos. Mas isso não precisa, necessariamente, afetar você, se souber reconhecer a altura das ondas e a direção do vento neste vasto mar de oportunidades.

* Autor do livro Conversa de Elevador – Uma Fórmula de Sucesso para sua Carreira, Sílvio Celestino é sócio-fundador da Alliance Coaching. No Twitter: @silviocelestino. Visite: http://www.alliancecoaching.com.br e http://www.facebook.com/AllianceCoachingBrasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>