[TESTE] Como vai sua saúde mental no trabalho? Faça nosso teste de burnout e descubra 

[TESTE] Como vai sua saúde mental no trabalho? Faça nosso teste de burnout e descubra 

Você já pensou em fazer um teste de burnout para entender como anda sua saúde mental no trabalho? Esse é um tema que passou a ser bastante debatido no ambiente profissional, fazendo com que as empresas repensem os parâmetros do que significa ser produtivo. 

Relacionada ao cotidiano de trabalho, a Síndrome de Burnout começa a aparecer a partir de sintomas como o estresse prolongado, sobrecarga de atividades e um constante desânimo para realizar as tarefas. 

O número de profissionais de diferentes áreas diagnosticados com o transtorno por especialistas aumentou significativamente após a pandemia, ligando o sinal de alerta para as organizações quanto à preocupação com o bem-estar físico e mental de suas equipes. 

Neste post, trouxemos um teste de burnout bem simples para você fazer e compreender seus sentimentos no espaço de trabalho. Ah, vale lembrar que esse não é um teste psicológico. Para realizar um diagnóstico seguro, consulte profissionais credenciados pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP). 

 

O que é a Síndrome de Burnout? 

Classificada e reconhecida como doença ocupacional pela Organização Mundial de Saúde (OMS), a Síndrome de Burnout é um distúrbio causado a partir do esgotamento físico e mental dos colaboradores no ambiente de trabalho. 

Os sinais de que você pode estar encarando este problema em sua rotina costumam surgir a partir de sintomas característicos como insônia, confusão mental (lapsos de memória), sensação que as coisas estão fora do controle, excesso de trabalho, dores de cabeça constantes, perda do senso de comunidade e baixa autoestima. 

 

De acordo com pesquisa realizada pelo portal Pebmed, atualmente um a cada três trabalhadores brasileiros são afetados pelo Burnout, um dado bastante preocupante, já que quando esse quadro não possui o devido acompanhamento médico, pode desencadear outras doenças, como crises de ansiedade e depressão. 

>>Ebook recomendado: Estresse e burnout: como manter o ambiente saudável e a produtividade

Motivos que causam o burnout 

Inicialmente silenciosa, essa síndrome costuma se desenvolver gradualmente no espaço de trabalho. Alguns dos indicativos são o aumento da microgestão das lideranças, longas jornadas de trabalho, falta de reconhecimento e o desequilíbrio na distribuição das demandas. 

Para entender os sentimentos que afligiam os profissionais, nós do Runrun.it realizamos a pesquisa Estresse e Síndrome de Burnout nas empresas, que entrevistou mais de 1500 colaboradores em 2020. 

Entre os relatos mais obtidos, 43% dos entrevistados disseram que era difícil se desligar do trabalho no fim do expediente, 38% notaram uma queda na eficiência das entregas e 22% não viam chances de progredir na carreira. Acompanhe outros dados no infográfico abaixo. 

Dados sobre burnout no ambiente de trabalho (Runrun.it | 2022)

Outro motivo que pode desencadear a Síndrome de Burnout é a produtividade tóxica. Esse conceito é ligado àquela mentalidade que nos leva a nunca parar de produzir, mesmo nos momentos de descanso. 

Por esse fator, a produtividade tóxica acaba atrapalhando as relações sociais e o bem-estar dos colaboradores, pois atividades físicas, relacionamentos pessoais e até mesmo as noites de sono são negligenciadas em detrimento do trabalho. 

Burnout ou Boreout: qual a diferença? 

As discussões sobre o impacto do Burnout nas empresas, como a diminuição do engajamento, quedas na produtividade e falta de motivação também levantou outros problemas que surgem nesse espaço, como a Síndrome de Boreout

Apesar da semelhança na grafia, os dois quadros tratam de situações diferentes. Enquanto o Burnout diz respeito ao esgotamento pela sobrecarga de trabalho, o Boreout está ligado ao desinteresse pelas atividades desempenhadas. 

Esse conceito começou a ser utilizado em 2007, a partir da publicação do livro “Boreout! Overcoming workplace demotivation” (Boreout! Superando a desmotivação no trabalho), lançado pelos autores Philippe Rothlin e Peter Werner, especialistas em recursos humanos. 

Na obra, os especialistas listam os motivos e sintomas por trás desse problema. Em suma, a desmotivação no expediente acontece pela falta de clareza nas funções realizadas, comunicação interna fragmentada e a falta de comunicação nos projetos. 

Tais comportamentos levam a apatia no trabalho, aborrecimentos frequentes ou oscilações no humor das pessoas afetadas e até mesmo crises de ansiedade

Síndrome de Burnout x Síndrome de Boreout
 

Como evitar o burnout e o boreout no trabalho?

Para ambos os quadros, a maior abertura de espaços de diálogo entre lideranças e suas equipes, a valorização dos feitos e o acompanhamento profissional adequado, são medidas que atenuam os efeitos das síndromes e demonstram a preocupação com o bem-estar dos profissionais. 

A seguir, separamos em tópicos outras ações valiosas para favorecer um ambiente de trabalho saudável

  1. 1.Estabeleça metas realistas e claras para as equipes; 
  2. 2.Ofereça redes de apoio e acompanhamento à saúde mental;
  3. 3.Delegue tarefas com equilíbrio e justiça; 
  4. 4.Aprimore os processos internos utilizando o Runrun.it;  
  5. 5.Crie rotinas de descompressão; 
  6. 6. Encontre maneiras de aproximar os colaboradores em projetos inovadores.  
 

Faça o teste de burnout 

Agora que você já conhece um pouco mais sobre o tema, que tal fazer o nosso teste de burnout? Lembrando que os resultados servem apenas para trazer insights sobre seus sentimentos no trabalho. Se necessário, procure ajuda com profissionais especializados para realizar o tratamento. 

teste de burnout

Alinhe os processos internos com o Runrun.it 

Para organizar as demandas e o fluxo de trabalho com equilíbrio e efetividade, utilize o Runrun.it em sua gestão. Com a nossa ferramenta, você visualiza a realização das atividades em tempo real, distribui atividades de maneira inteligente e acompanha o desempenho da sua equipe de maneira clara e saudável. Faça o teste grátis:  https://use.runrun.it/ 

teste de burnout” width=

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>