Controle de equipe: As 7 causas do fracasso de um time   

Controle de equipe: As 7 causas do fracasso de um time  

Para conseguir reverter o desempenho insatisfatório de alguém no time, você deve conhecer o problema com propriedade. Um dos princípios do controle de equipe diz que uma ótima performance não é nenhuma mágica, mas resultado de dois ingredientes: capacidade e motivação. Tendo isso em mente, é hora de você descobrir o que exatamente está faltando para a sua equipe se tornar (ou voltar a ser) motivo de orgulho:

Falta de capacidade

1. Recursos

Se falta pessoal, tempo, dinheiro, equipamentos ou materiais para realizar um projeto, não importa quanto o profissional queira, ele não será capaz de completá-lo. A sorte é que esta costuma ser a causa do fracasso de um time mais simples de consertar. Para prevenir esse tipo de conflito, garanta que você e seus gestores são acessíveis ao diálogo, para que aqueles que sofrerem com a falta de recursos exponham seu problema o quanto antes, em vez de tentarem trabalhar sem o adequado.

 

2. Obstáculos

Obstáculos que minam o desempenho do time, um pouco a cada dia, vão desde uma decisão desanimadora do cliente até a falta de comunicação entre supervisores e colaboradores. Desde a cobrança por realizar tarefas burocráticas, como preencher planilhas de horas e relatórios à mão, até a dificuldade de cooperação entre equipes. Como gestor(a) do controle de equipe, é seu papel observar e intervir, permitindo que todos apontem seus obstáculos e as melhorias ideais.

 

3. Habilidades

Por vezes, um problema de desempenho não passa de uma simples inaptidão. Talvez um profissional que foi promovido antes de estar preparado, ou uma série de novas responsabilidades que lhe foram atribuídas e não condiziam com suas capacidades. Se você concluir que é este o caso, a saída é pensar seriamente em instruir pessoalmente ou mesmo oferecer treinamento a ele. E jamais negligencie o feedback regular, em que você pode mostrar a confiança que deposita sobre a pessoa.

 

4. Expectativas

Sem nenhum parâmetro claro de qualidade para guiar os profissionais, fica complicado fazer cobranças. Quando o projeto é novo, pode ser arriscado deixar implícito o que se espera dele. Por isso, certifique-se de que as expectativas foram entendidas, repassando com toda a equipe as metas e prazos do projeto e esclarecendo as dúvidas.

 

Falta de motivação

1. Estímulo

Os profissionais da sua empresa podem dizer que são reconhecidos quando fazem um bom trabalho? Por mais que um profissional domine o que faz, receber uma palavra de estímulo, sobretudo quando excede a sua responsabilidade, é de vital importância para o seu engajamento. Além disso, muitos podem começar a afrouxar as rédeas se perceberem que seu trabalho duro está passando despercebido. Confira aqui dicas para contornar isso.

 

2. Correção

Assim como a boa performance deve ser notada, a má deve ser corrigida, antes que o menosprezo ao trabalho e os atrasos constantes sejam vistos com naturalidade. Mas o primeiro passo não é aplicar punições de repente. Em vez disso, reserve um tempinho para rever o que está acontecendo (e o que pode acontecer) de ruim e defina as consequências para o mau e para o bom desempenho. Antes de implementar as mudanças, faça um comunicado para toda a equipe.

 

3. Colapso

Observe se o problema de desempenho não está ligado a um ressentimento do profissional com seu supervisor, em razão de alguma rispidez. Caso contrário, aquele que você pensa estar entediado, na verdade, pode estar exausto. Cabe ao gestor renovar o ânimo dessa pessoa, e não tratar seu estresse como uma desculpa para um desempenho abaixo da média. Para o gestor consciente, trata-se de uma bandeira vermelha sinalizando que os talentos da equipe estão sendo sobrecarregados e, no entanto, subaproveitados.

 

Agora que você tem meios de identificar as raízes do fracasso do seu time, é fundamental tomar providências práticas de controle de equipe. E isso envolve contribuir para a sua capacitação e sua motivação. Para isso existe o Runrun.it, o software de gestão de equipes adotado por mais de 100 mil empresas em mais de 100 países. Teste grátis: http://runrun.it

 

gerenciando_projetos_atraves_da_gestao_de_pessoas

2 thoughts on “Controle de equipe: As 7 causas do fracasso de um time  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>