Cultura organizacional: inovar ou deixar como está?

Cultura organizacional: inovar ou deixar como está?

Uma ideia inédita vale mais do que um processo consolidado? Por que inovar se meu produto é líder de mercado? Se essas dúvidas passam pela sua cabeça é porque você já está careca de ouvir que a inovação é peça-chave de sobrevivência de uma empresa. Clientes exigentes, com necessidades à flor da pele, fazem você acreditar que será engolido(a) pela concorrência apenas por uma questão de tempo. Confira então nossas dicas para transformar a cultura organizacional do seu negócio em uma fonte de inovação:

1. Defina o papel da liderança 

Uma pesquisa desenvolvida pela consultoria Boston Consulting Group com aproximadamente 1.600 executivos de todos os ramos e dos principais mercados, em 2010, revela que a liderança, composta na pesquisa por CEO’s, presidentes e chairperson’s, é a principal força para o desenvolvimento de uma cultura de inovação.

Portanto, a cultura organizacional e a liderança se completam. Líderes que desejam criar empresas inovadoras devem possuir também competências, habilidades e atitudes que suportem as necessidades de tal desafio. Normas culturais surgem e mudam em virtude de onde os líderes focam suas atenções, de como reagem a crises, de quais sejam seus modelos de comportamento e de quem eles atraem para suas organizações. E então, as características e qualidades de uma cultura organizacional são ensinadas pelas suas lideranças e eventualmente adotadas pelos colaboradores. Assim acontece com a inovação.

2. Mas afinal, o que é inovar?

Existem diversos conceitos de inovação, talvez o mais simples considere “inovar” como implementar um produto, processo ou método novo, ou significativamente melhorado. No fim, o que importa é não se acomodar na rotina ou em processos aparentemente seguros que não resistirão ao tempo. As pequenas inovações no dia-a-dia são tão saudáveis quanto as grandes invenções. Tente implantar, por exemplo,

um “banco de ideias” para os colaboradores, onde eles possam depositar livremente seus insights, a qualquer momento, sem censura. Quando o banco se encher de ideias, a equipe deve se reunir para fazer a leitura e a análise de todas as sugestões em uma grande roda. Portanto, não relacione a inovação com gastar milhares de reais.

 3. Presencie e seja o precursor da inovação

Muito é dito sobre empresas inovadoras e seus modelos de gestão que possibilitam a criação de novos ciclos de crescimento através de produtos, serviços como softwares de gestão ou modelos de negócios, que potencializam os resultados obtidos, redefinem o desempenho e agregam valor à marca da empresa. Porém, adotar de fato este modelo na sua empresa pode ser um desafio e tanto, principalmente de uma forma que não seja uma experiência ruim para gestores e colaboradores que ainda creem no mito de que inovar nem sempre é uma boa oportunidade para o negócio.

Um passo inteligente que você pode dar para a cultura organizacional da sua empresa é adotar uma ferramenta de gestão de tarefas e equipes em um departamento. A mudança demanda tempo, paciência e principalmente dedicação. Porém, demonstra que você enxerga além dos obstáculos, pesquisa as soluções mais modernas do mercado, olha pra frente e deseja que todos caminhem na mesma direção.

O gestor online, como é o Runrun.it, é a ferramenta de trabalho predileta dos gestores do século 21! E você vai concordar quando vir como ele é capaz de organizar o fluxo de trabalho  e facilitar o diálogo da equipe. Confira como funciona e teste grátis: http://runrun.it

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>