Gestão estratégica: 5 regras para inovar (de verdade)

Gestão estratégica: 5 regras para inovar (de verdade)

Você considera importante a inovação na sua empresa? Se você respondeu que sim, então se considere alinhado com a última palavra em gestão estratégica. Porém, é importante lembrar que ter a inovação como foco não quer dizer acertar sempre. Apesar de estarmos o tempo todo buscando minimizar erros e revendo nossos processos para reduzir o risco de perdas, inovação pressupõe lidar com algo novo e, consequentemente, errar. Mas para aumentar as chances de dar muito certo, o seu negócio precisa arriscar. Confira 5 dicas para melhorar de vez a sua habilidade de gestão estratégica e inovação!

1. Esclareça como funcionam os processos de inovação

Não basta só desenhar uma gestão estratégica, numa linda apresentação. É necessário desenvolver programas e sistemas de inovação. Para funcionar de fato, comunique as mudanças aos colaboradores. O importante é que todos, de diferentes departamentos, saibam como sugerir novas ideias, para quem deve comunicar e como funciona a aprovação dos projetos.

2. Estabeleça o conceito de “Inovação Induzida”

Quando o líder cria desafios inovadores para os problemas que a empresa enfrenta, ele encoraja seus colaboradores, melhorando sua gestão estratégica e gerando uma força-tarefa de novas ideias. Porém, é necessário administrar para que esse processo não passe de 20 dias, senão acaba se tornado um projeto de longo prazo.

3. Recompense a inovação

Empresas que possuem uma política clara de reconhecimento dos processos de inovação já estão um passo à frente, porque transformam colaboradores em transformadores em potencial. A recompensa pode vir de diversas formas: viagens, descansos ou até remunerações. O importante é estimular os colaboradores a dar ideias que somem.

4. Tenha um sistema de gestão para mensurar

Mensurar as etapas de um projeto de inovação e seu possível impacto dentro da empresa é fundamental para que ele tenha sucesso. E uma metodologia de trabalho moderna como um software de gestão de tarefas pode auxiliar o gestor na organização de tudo isso. Ele mostra em tempo real no que cada um está trabalhando, quanto cada um está investindo em cada etapa e quanto está custando toda essa inovação. Depois, cabe avaliar se os esforços trouxeram resultados.

5. Crie indicadores para medir os esforços da inovação

Significa apresentar ações e resultados efetivos aos colaboradores. Se a empresa sabe dizer que o projeto gerou lucro, por exemplo, já é um bom sinal. E se atualmente você usa planilhas tradicionais para calcular o custo dos projetos e o tempo investido neles, você definitivamente merece um gestor online. Imagine saber quanto, em dinheiro e em horas, seus projetos custaram, acompanhar seu progresso em tempo real, saber sua data estimada de conclusão, tudo com alguns cliques? Para você não precisar sair daqui procurando um gestor online para usar, apresentamos o Runrun.it. Experimente grátis: http://runrun.it
Criando equipes altamente produtivas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>