Aprenda como adotar growth marketing na sua agência

Aprenda como adotar growth marketing na sua agência

Já deve ter ouvido falar que o novo hack do marketing digital é justamente o growth marketing. Se está com dúvidas de como funciona ou mesmo se você pode ser considerado um profissional da área, confira este nosso guia completo sobre a estratégia de growth marketing.

 

O que é growth marketing?

Growth marketing é uma modalidade do marketing tradicional, que surgiu para suprir as necessidades da transformação digital e das novas maneiras de escalar negócios. Para isso, os profissionais seguem uma rotina de experimentos e análises com o objetivo de atrair leads qualificados pelo menor custo de aquisição e com o maior lifetime value. 

O método adota a prática de funil em Y, na qual as estratégias de inbound e outbound marketing são trabalhadas em paralelo para atrair os leads certos no momento mais assertivo.

Assim os profissionais de growth marketing têm outro mindset sobre o setor, alinhando conhecimentos e ferramentas de tecnologia, vendas e experiência do cliente, além de acompanhar a evolução dos leads em todo o percurso do funil.

Nesse sentido, o setor de growth tende a ser formado por pessoas de alta performance, conhecidas como T-shaped marketer, capazes de alinhar uma gestão de vendas em direção ao crescimento saudável e sustentável. 

Aprofunde seus conhecimentos nos benefícios do growth marketing no tópico a seguir, mas não deixe de conferir esse nosso guia com as principais tendências de marketing.

Como o growth marketing aumenta captação e retenção de clientes?

Growth marketing é ciência e trabalho duro antes de tudo, não tem nada de milagre em seus resultados de captação e retenção de clientes. Na verdade podemos explicá-los a partir da união em alta performance nas principais frentes sobre o que tende a ser o futuro do marketing, que é baseado em relacionamentos, vendas, tecnologia e experiência do cliente.

De maneira prática, o profissional de growth marketing absorve um conhecimento profundo sobre a entrega de valor da empresa, entendendo quem tem real interesse no produto ou serviço e as dores dos clientes. 

Assim, elabora briefings de produção de conteúdo mais assertivos que engajam as personas; cria um planejamento coerente e acompanha periodicamente os resultados, incentivando uma cultura de experimentos. 

São várias frentes para acompanhar, por isso já adiantamos que para manter a visão do todo, é essencial manter o fluxo organizado em um gerenciador de tarefas e projetos como o Runrun.it. Descubra os poderosos recursos de gestão de múltiplos projetos da ferramenta e mantenha-se atualizado sobre toda a operação sem dor de cabeça.

Portanto, na perspectiva do growth hacking as ações sempre podem melhorar e são igualmente mutáveis, por isso o bom resultado de agora não representa o fim do monitoramento, é apenas efeito de um trabalho consistente e multifacetado.

No entanto, mesmo depois de alimentar o time de vendas, a função do growth marketing não encerra, pois também assume o compromisso de nutrir a base de clientes com conteúdos e fortalecer o relacionamento de modo humanizado.

Se você está interessado em adotar o growth marketing na sua empresa, descubra abaixo quais ferramentas fazem parte do escopo de trabalho desses profissionais.

>> Leitura recomendada: Aprenda a implementar um projeto de Account-Based Marketing na sua empresa

Ferramentas para implementar o growth marketing

A inteligência de growth marketing é construída a partir da união de ferramentas e técnicas ágeis, de experiência do cliente, marketing, vendas e gestão de projetos. Neste sentido, o profissional de growth necessita de plataformas que o possibilitem acompanhar as métricas de marketing, dentre essas ferramentas, podemos citar:

  • Plataformas de gestão de redes sociais como mLabs e SocialBakers;
  • Google Analytics;
  • Google Audience Insights;
  • Similarweb: inteligência de mercado e análise competitiva.
 

Na perspectiva do growth marketing, mapear os indicadores de desempenho anda em sintonia com as atribuições de experiência do cliente, elaborando e encontrando formas de se comunicar da melhor maneira, o que é materializado na produção e uso de:

  • Google Optimize;
  • Ferramentas de inbound e outbound marketing, como o RD Station e redes sociais;
  • Unbounce: plataforma de criação de landing pages.
 

Por mais que o conteúdo assertivo esteja baseado nessas plataformas, o trabalho estratégico do growth marketing alinha o uso de recursos de planejamento de materiais para criar briefings completos sobre as expectativas, podemos citar:

  • Google Keyword Planner;
  • Semrush;
  • Answer the public;
  • Serprobot;
  • Trends do Google e redes sociais.
 

Confira como você pode criar briefings completos com o Runrun.it para a sua equipe de redação. Com a ferramenta, pode centralizar as informações, direcionamentos e arquivos na descrição da atividade de maneira permanente e em diferentes formatos. O espaço ainda é ideal para fazer anotações de brainstorming. Confira as possibilidades:

Construindo uma descrição completa da tarefa com os recursos do Runrun.it

Como pode ver, o gestor de projetos de Carol utilizou os recursos de link, bullets, checklist e destaque para construir o briefing, agora ela atualiza o que já deu seguimento e faz modificações para facilitar sua própria navegação.

Bem elaborado pelos copywriters e designers, o conteúdo pago é impulsionado e o resultado de leads alcançados é apresentado por ferramentas como:

  • Google Data Studio;
  • Planilhas de excel;
  • Power BI.
 

Para acompanhar quais dos leads se tornaram clientes e como está sendo sua experiência, os profissionais de growth marketing buscam insights em ferramentas como:

  • Plataformas de CRM;
  • Social listening para acompanhar críticas e elogios fora dos canais oficiais;
  • Plataformas de chat bot de atendimento ao cliente, como o Intercom e Helpdesk.
 

>> Leitura recomendada: Descubra como construir um processo de vendas bem-sucedido com o Runrun.it

Você pode ver que o trabalho de growth marketing depende de várias ferramentas para capturar as informações e transformá-las em materiais ricos. Toda essa arquitetura é melhor gerenciada com a adoção de metodologias ágeis e softwares de gestão de tarefas e projetos como o Runrun.it. 

Na prática, podemos explicar que em ciclos curtos de tempo cada etapa do processo de growth é colocado em pé e avaliado para encontrar pontos de melhoria. Até este momento se estaria pondo em prática as Sprints da metodologia Scrum. 

As tarefas que compõem cada Sprint são organizadas no Runrun.it e visualizadas no Kanban (quadro das etapas, imagem abaixo), gráfico de Gantt (apresentação linear das tarefas) ou em modo lista de atividades. 

Tarefa sendo movida por entre as etapas do kanban do Runrun.it

Dessa forma, você tem uma gestão de projetos eficiente. Ao término de cada Sprint (uma ou duas semanas) entregas de valor ao projeto precisam ser efetuadas, como mapear a jornada dos clientes para produzir conteúdo, escrever e diagramar um ebook que converse com as dores das suas personas, etc. 

Neste sentido, você estaria cumprindo e relacionando os objetivos da metodologia ágil e de growth marketing, sendo que aquela propõe entrega de valor e este a escalabilidade consistente do seu negócio.

Quer aprender a colocar um projeto de growth marketing em pé com o Runrun.it na sua agência? Acompanhe o nosso próximo tópico.

Como adotar growth marketing na sua empresa?

As metodologias ágeis têm invadido os processos de marketing já faz alguns anos para entregar valor aos clientes, responder rapidamente às mudanças sem sobrecarregar a equipe. Neste ebook prático sobre o agile marketing você encontra tudo o que precisa saber para adotar o método na sua agência.

Partindo do pressuposto que a sua empresa oferece os recursos ideais para o trabalho do growth, só falta construir um processo de marketing consistente para documentar os achados e experimentos, a melhor maneira de começar é criar um quadro de acompanhamento no Runrun.it.

Visão do todo em kanban

Se preferir utilize um modelo de quadros de marketing e faça as alterações no fluxo que considerar mais pertinente, conforme o exemplo abaixo.

Criando um quadro de growth marketing no Runrun.it

Isso te dará a visão do todo sobre o que precisa fazer e quanto tempo vai levar. Com o timesheet do Runrun.it, você acompanha o esforço de cada tarefa e etapa, assim pode organizar melhor a sua pauta de trabalho. 

Distribuição do trabalho

Na metodologia Scrum ainda existe a perspectiva de pontos história, o que te dá uma medida sobre o esforço de cada tarefa e sendo ela demasiada complexa, o ideal é que a distribua em mais tarefas ou em subtarefas. Esse movimento evita que fique encavalado em uma única atividade que o possibilita concluir o ciclo da Sprint com as entregas feitas. Os pontos de história permite ainda classificar as tarefas pela dificuldade das mesmas.Veja melhor no exemplo abaixo.

Distribuindo a demanda em subtarefas do Runrun.it

No exemplo, Carol tinha como uma primeira função fazer o levantamento das empresas de determinado setor que cancelaram contrato para consolidar estratégias de retenção de clientes.

Por conta do volume de empresas e informações, o esforço da atividade correspondia a 30 horas. Considerando a improbabilidade de entregar o relatório com qualidade em duas semanas – conforme tempo atribuído por seu gestor de projetos – Carol optou por distribuir a demanda em subtarefas identificando as empresas pelo seu porte.

Mesmo com as complexidades do setor de growth marketing, o Runrun.it te ajuda a fazer a gestão estratégica do seu tempo visualizando prazo, esforço e escopo do projeto em um único lugar.

Com esse conjunto de soluções do Runrun.it, colocar a metodologia Scrum fica mais simples, como você confere a seguir. 

Sprints de growth marketing

Para levar o growth marketing para a sua empresa com a metodologia ágil, você pode acompanhar e apresentar as suas tarefas nas dailys e weeklys (reuniões semanais e mensais com a equipe, respectivamente) para ter um panorama sobre o que precisa ser feito e em qual prazo. Essa visão ajuda os colaboradores atribuídos com outras funções a avançarem junto com você sobre o desenvolvimento dos projetos. 

Por exemplo, em seus experimentos você descobre um tipo de formato de conteúdo que engaja mais as suas personas, assim os copywriters podem adaptar um material para esse formato. Consequentemente, o resultado integra o escopo da sua tarefa para documentar iniciativas e aprendizados executados. 

No fim da Sprint, você revisa os dados coletados, reavalia os prazos definidos e delega tarefas com base nos achados. Conforme concluídas, as atividades ficam alocadas na etapa “Entregue”, você pode atribuir novas nomenclaturas, como “Em análise”.

Mesmo que a tarefa do Runrun.it seja a sua maneira de centralizar as informações, ela está à disposição dos demais membros e pode ser trabalhada por mais de uma pessoa. Assim, os resultados estratégicos de growth marketing ficam ao fácil acesso de todas as pessoas. 

Contudo, se você deu o start em uma tarefa e em seguida a transferiu para outro colaborador ou equipe, também consegue acompanhar o desenvolvimento da mesma, evitando distanciamentos entre a pesquisa e como as demandas são executadas. Basta se colocar como seguidor da tarefa para fazer esse acompanhamento em tempo real.

As indicações foram úteis para você? Então, compartilhe com quem também pode aproveitar desse conteúdo. E fica o convite para gerenciar seus processos de marketing com Runrun.it. Adote-o e crie o seu workflow perfeito: https://runrun.it/

growth marketing

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>