Liderança Shakti: o que é e como ela pode te levar a melhores resultados

Liderança Shakti: o que é e como ela pode te levar a melhores resultados

Estamos definitivamente em uma época de profundas transformações. Por aqui, costumamos abordar, com mais frequência, aquelas que se referem à tecnologia — e que acabam resultando em conceitos como economia 4.0, marketing 4.0, profissional do futuro, e tantos outros. Mas, no campo da liderança que envolve aspectos essencialmente humanos, também temos novidades que vêm causando mudanças significativas. Uma delas é a liderança shakti, de que falaremos agora.

O que é a liderança shakti?

Bem, “novidade” é modo de falar. De acordo com esta matéria da Forbes, a origem do termo shakti pode ser encontrada lá nos primórdios da tradição do ioga, na Índia antiga.

Quem afirma isso são Raj Sisodia e Nilima Baht, autores do livro Shakti Leadership: Embracing Feminine and Masculine Power in Business (Liderança Shakti: adotando poderes masculino e feminino nos negócios). A publicação foi lançada em 2016 e, em termos gerais, atravessa milhares de anos de aprendizado sobre como viver e liderar por meio do equilíbrio.

A energia que vem de dentro

Segundo os autores, o termo shakti designa a energia que, para os antigos yogis, ou iogues (praticantes do ioga), proporciona a evolução do mundo. De acordo com eles, essa energia é interior, relativa à criação — e, por isso, associada às deusas, a poderes femininos.

A consciência deste poder criativo feminino era chamada, pelos antigos, de Shiva — que, por sua natureza mais racional, era relacionada a princípios masculinos. Sendo assim, a evolução de qualquer ordem, para que ocorra adequadamente, deve ser regida pelo equilíbrio entre esses dois poderes.

A partir deste pressuposto, Sisodia e Baht cunharam a expressão “liderança shakti”. A ideia parece intuitivamente apropriada para os tempos atuais, em que vivemos frequentemente em crise. E não é segredo para ninguém que estas crises nascem, geralmente, do desequilíbrio.

O desequilíbrio e a atrofia

Para os autores, esses poderes “polarizados” estão em todos nós, não importando o gênero. E a habilidade para acessá-los e combiná-los pode ser treinada, como a nossa própria musculatura.

Mas não é o que tem acontecido. O momento é, de fato, de desequilíbrio — ou melhor, de atrofia. Sisodia e Baht também parecem acertar em cheio em sua teoria, porque afirmam que, no contexto atual, nós construímos sistemas que priorizam o poder masculino em detrimento do feminino.

Nem mencionaremos o desequilíbrio mais evidente, que é o da desigualdade — para saber mais sobre isso e para conhecer exemplos inspiradores de mulheres que estão no poder, leia este artigo sobre liderança feminina. Aqui, trata-se tanto dos líderes homens como das líderes mulheres acessarem o outro lado de seus interiores, para que o equilíbrio dê a tônica de sua gestão.

Não é da noite para o dia

Por se tratar de uma mudança significativa, os autores lembram que ela não ocorre com apenas uma semana de treinamento — assim como a musculatura não muda somente neste período.

Construir uma liderança shakti em uma empresa deve ser não só uma decisão estratégica, mas para a vida. Bhat e Sisodia explicam que a chave para essa transformação é cultivar a consciência dessas energias polarizadas e desenvolver três capacidades essenciais:

  • Totalidade
  • Flexibilidade
  • Congruência

 
Segundo os autores, um líder shakti torna-se “inteiro” ou “uno” ao balancear a empatia, a cooperação e a abertura de ideia (características femininas) à clareza, à competitividade e à autoafirmação (características masculinas). Uma vez “uno”, o líder pode alinhar suas ações de forma correspondente com os propósitos da empresa.

Uma nova concepção de poder

A partir da perspectiva da liderança shakti, o poder não implica mais controle sobre alguém ou algo. Baht e Sisodia dizem que, no lugar desse pensamento, deve entrar a habilidade de causar mudança real.

Caryl Stern, CEO da Unicef nos Estados Unidos, ilustra bem este fato ao afirmar: “quando penso sobre o que fiz no mundo – ajudei a levantar bastante dinheiro -, isto é ótimo. Mas também mudei a forma como meus funcionários se sentem em relação a trabalhar; e isto é realmente poderoso para mim”.

Algumas leituras para te ajudar a desenvolver a liderança shakti

O conceito pode ser novo (ainda que baseado em uma antiga filosofia). Mas, de certa forma, há dicas práticas de liderança já existentes que podem te ajudar a acessar o “lado oposto” dos seus poderes.

Uma delas é a liderança servidora (“Leader as a servant”, de acordo com artigo publicado pelo pesquisador norte-americano Robert K. Greenleaf nos anos 1970). O líder servidor compartilha o poder, coloca as demandas dos outros em primeiro lugar e não mede esforços para que as pessoas a desempenhem da melhor forma possível.

Ou seja, exerce intensamente a empatia, que, como vimos, é fundamental para a liderança shakti. Para saber mais, leia este artigo sobre liderança servidora.

Outro modelo é o de liderança compartilhada, que busca agregar valores por meio da flexibilidade, inovação e criatividade. Isto ocorre por meio de uma gestão mais permeável à participação de sócios, e mesmo dos colaboradores. Para conhecer melhor o conceito, leia este artigo.

Por fim, deixamos outras recomendações de leitura para que você comece a praticar a liderança shakti hoje mesmo:
>> Três passos para uma liderança eficaz
>> Despertando o melhor de sua equipe: como se tornar um líder coach
>> Estímulo à diversidade cultural na empresa pode trazer mais criatividade

Uma ferramenta online para você se aprimorar como líder

Estimular o equilíbrio do gestor e a diversidade cultural em uma empresa é apostar não apenas em um mundo mais igualitário, mas é também aumentar o poder criativo da sua organização. E, para conduzir o time com mais eficiência e qualidade, o Runrun.it é o seu braço direito.

A ferramenta realiza a gestão de projetos e tarefas por meio da gestão das pessoas. Com ela, você organiza seu trabalho e a sua comunicação, motiva sua equipe e otimiza a relação com seus clientes. Além disso, fica mais livre para cultivar o equilíbrio, que é fundamental para os negócios. Experimente agora grátis: http://runrun.it

 

Gif_Signup-1-1-3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>