Profissional T-shaped: saiba o que é preciso para se destacar no mercado de trabalho

Profissional T-shaped: saiba o que é preciso para se destacar no mercado de trabalho

No momento de buscar uma requalificação no mercado de trabalho, ter um perfil multidisciplinar conta muitos pontos a favor. É por isso que atualmente o profissional T-shaped se destaca na multidão. 

O conceito de T-shaped representa as pessoas que são especializadas em determinadas áreas de conhecimento e formação, mas que também buscam novas fontes de aprimoramento, aumentando seu leque de atuação.

Ou seja, são indivíduos que combinam hard e soft skills, tendo assim um maior repertório para gerenciar os projetos e atividades nos quais estão inseridos. 

Como o perfil T-Shaped é um dos mais valorizados no momento, criamos esse conteúdo para mostrar as principais facetas desse profissional e quais são os passos necessários para se destacar no mercado. 

 

O que significa T-shaped? 

A ideia do perfil T-shaped como uma característica profissional começou no Vale do Silício na década de 80.

Isso porque Tim Brown, CEO da IDEO, uma consultora de design e inovação, ajudou a popularizar o termo em suas atividades e discussões sobre a formulação do profissional mais capacitado no mercado. 

O conceito de T-shaped faz alusão a um tipo de pessoa que abraça aptidões diferenciadas em sua carreira, agregando o conhecimento especializado com aprendizados gerais, resultantes da curiosidade, pesquisa ou de competências socioemocionais naturalmente desenvolvidas.

Já o nome T-shaped, traduzido como profissional em T, se refere à representação visual desse perfil no formato da letra T, de forma que: 

  • O eixo vertical simboliza os conhecimentos específicos, ligados à área de formação ou cargo principal ocupado no momento. 
  • Enquanto o eixo horizontal diz respeito aos conhecimentos generalistas adquiridos ao longo da experiência. 
 

O que é um profissional T-shaped? 

A divisão de habilidades profissionais abrange diversos aspectos e particularidades em cada área de atuação, mas duas características costumam se sobressair: a eficiência técnica e o pensamento criativo. 

O profissional T-shaped, tão requisitado pelas empresas, unifica esses dois lados. Logo, essa pessoa tem capacidades mais objetivas, voltada para as entregas, mas também é dotado de um senso crítico que ajuda a propor soluções inovadoras. 

O resultado dessa combinação é o desenvolvimento de real skills que são essenciais em um novo ambiente de trabalho, na qual é necessário ter uma ótima base de conhecimento e ter a desenvoltura social para liderar projetos, grupos e compartilhar novas ideias em equipe. 

Como em outros processos, a fórmula do profissional T-shaped não nasce pronta e precisa de um tempo para maturar, com o colaborador mapeando competências e entendendo as suas possibilidades de desenvolvimento pessoal e profissional. 

O formato T-shaped é o preferido dos recrutadores, porém não é o único disponível no cenário atual. Então, vamos conhecer as diferenças entre os perfis mais conhecidos? 

A diferença entre o T-shaped e o I-shaped

Antes de apresentar as particularidades dos profissionais em I e dos T-shaped, é válido ressaltar que não existe um lado certo ou errado. Essas categorias servem para nos mostrar que há espaço para todos os perfis no ambiente de trabalho

Já trouxemos algumas amostras do comportamento do profissional T-shaped, mas vamos aprofundar um pouco mais sobre seus atributos. 

Esse perfil é identificado por sua disposição em buscar fontes alternativas de conhecimento para enriquecer seu repertório e assim ter novas formas de superar os desafios no trabalho. 

São muitas as razões que levam o profissional em T a diversificar as suas habilidades, desde o propósito de uma requalificação até a prática do lifelong learning, que nutre seus saberes com criatividade e colaboração mútua. 

Mesmo que suas pesquisas ou aprimoramentos não sejam totalmente aprofundados, o profissional T-shaped cria inteligência emocional para saber como se relacionar em diferentes situações, exercer o trabalho em equipe e desenvolver um pensamento inspirador que incentiva a prática de ideias fora da caixa. 

Por sua vez, o profissional em I (ou vertical), se esforça para aprofundar seu conhecimento acerca de uma área específica de atuação, se mantendo atento às tendências que se aplicam a essa esfera. 

Para exemplificar, vamos considerar um profissional da área de marketing. Nesse ramo, seu foco de atuação é o inbound marketing. Os estudos deste especialista serão dedicados ao acompanhamento e otimização do conteúdo em novas mídias. 

No entanto, quando essa especialidade encontra convergências com outras fontes de conhecimento como a programação, o perfil vertical opta por uma base de sustentação mais conhecida, delegando atribuições fora das suas hard skills para outros colaboradores. 

As vantagens de contar com profissionais T-Shaped

No âmbito da transformação digital, ser T-shaped traz uma série de benefícios para os profissionais e  empresas, como a formação de squads multidisciplinares que atuam com eficiência em diversos modelos de projetos, principalmente os que são realizados sob os preceitos da metodologia ágil

No infográfico abaixo, trouxemos os diferenciais de ter colaboradores T-shaped na sua organização. 

Imagem com um homem apoiado em um elemento com formato de T onde está escrito T-shaped na sua organização no bloco vertical.

As principais soft skills para os profissionais em T 

Teoricamente, o profissional T-shaped está mais preparado para encarar o futuro do trabalho, prestando atenção na evolução dos recursos tecnológicos e na convergência entre os campos de atuação. 

Nessa corrida, os colaboradores multifacetados saem na frente, mas sempre é tempo de amplificar sua base de habilidade. A seguir, separamos as principais skills para você não perder de vista: 

  • Capacidade de liderança: abraçar responsabilidades aos poucos é uma ótima maneira de desenvolver a confiança para no futuro liderar grupos e projetos; 
  • Gestão do tempo: saber elencar as prioridades e contar com ferramentas de gestão de tarefas como o Runrun.it faz a diferença na organização do trabalho; 
  • Empatia: saber colocar em prática a escuta ativa melhora o relacionamento interpessoal e a colaboração.
  • Inteligência emocional: Saber administrar os próprios sentimentos ajuda na mediação de conflitos e no fortalecimento da resiliência. 
  • Pensamento analítico: a contínua busca pelo conhecimento incentiva a formação do senso crítico. 
 

O T-shaped no marketing 

O marketing digital é uma área em expansão, na qual novos conceitos e práticas surgem com rapidez e dinamismo, sendo que os profissionais que absorvem os novos conhecimentos estão mais prontos para aplicá-los com eficiência. 

Até mesmo pelas suas características, o marketing envolve pessoas com diferentes meios de formação, como a publicidade, o design, a programação, o jornalismo e muitas outras carreiras. 

Por essa pluralidade, é de se esperar que cada membro da equipe de marketing tenha um pouco do perfil T-shaped em seu trabalho. 

Dessa maneira, surgiu a ideia do T-shaped marketer, que simboliza alguém que detém os saberes do marketing, mas se aperfeiçoa em uma dessas vertentes como base para seu trabalho. 

Infográfico em forma de T com o título O Profissional T-Shaped no Marketing. Na imagem, a blocos quadrados com os seguintes textos: SEO, email marketing, data analytics, mídia paga, E-commerce, redes sociais e jornada do cliente

Os passos para criar profissionais T-shaped

A transição para se tornar um profissional T-shaped é um processo gradual e permanente, pois as fontes de conhecimento nunca cessam no mundo do profissional. 

Para tal mudança, é preciso que as companhias estejam atentas aos avanços da tecnologia, que facilitem o acesso à cursos especializantes e criem uma cultura organizacional que incentive e favoreça a requalificação.

Confira a seguir os passos essenciais para ser um profissional T-shaped. 

Capacitação e treinamento 

Abraçar o modelo T-shaped requer empenho de colaboradores e lideranças. A proatividade e o desejo de evolução demonstrado pelos profissionais merece ser reconhecido e valorizado pelas organizações. 

E qual é a melhor maneira de fazer isso? Com benefícios e auxílios que instigam o aperfeiçoamento das capacidades e o espaço para experimentações no próprio ambiente corporativo. 

A criação de protótipos e projetos testes comprova o interesse da empresa na ampliação do repertório de suas equipes e isso resulta em maior engajamento e sentimento de pertencimento. 

>> Leitura recomendada: Como estimular a atitude de dono nos seus colaboradores

Isso sem falar nos momentos de treinamento e desenvolvimento que são criados com as capacitações e palestras, que promovem um enriquecimento cultural e pessoal a todos os envolvidos. 

Reskilling  

Tendência no mercado de trabalho atual, o reskilling é uma prática que providencia a requalificação do colaborador, seja ocupando uma nova função dentro do departamento ou alçando os talentos a projetos inéditos, o que demonstra a confiança na capacidade profissional. 

Essa iniciativa funciona em organizações que trabalham sob um sistema de cultura de dados, analisando indicadores de desempenho e produtividade que apontam potenciais oportunidades para profissionais T-shaped. 

Desenvolvimento de equipes 

Manter o engajamento é um desafio constante para a gestão de pessoas. E se o objetivo é transformar o T-shaped como o modelo ideal a ser seguido, é importante focar no desenvolvimento de equipes. 

Essa estratégia pode funcionar em diferentes formatos, da gamificação ao uso de uma gestão à vista para manter todos informados sobre os projetos em andamento e resultados atingidos. 

Com acesso a esses detalhes, é normal que os funcionários entendam qual é a sua parte no crescimento da empresa e se dediquem a apurar ainda mais os conhecimentos já compartilhados. 

Uso de ferramentas de gestão 

O gerenciador de tarefas e projetos é um item primordial quando a intenção é se tornar um profissional mais gabaritado para o mercado. 

Softwares como o Runrun.it promovem a agilidade na execução das atividades cotidianas e centralizam as informações mais importantes para manter os colaboradores conectados e atualizados. 

Além disso, a ferramenta oferece recursos completos para profissionais T-shaped acompanharem a execução de projetos e extrair dados personalizados para criação de relatórios de capacidade, produtividade e custos. 

Na plataforma, é possível ter acessos aos registros mais importantes, de maneira prática, ágil e eficiente. Descubra as vantagens de utilizar o Runrun.it criando sua conta grátis: https://runrun.it/

t-shaped”=

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>