Como fazer um plano de negócio: tudo para você planejar o crescimento da sua empresa

Como fazer um plano de negócio: tudo para você planejar o crescimento da sua empresa

Decisões importantes merecem um bom planejamento. E, para gestores e, principalmente, empreendedores, as decisões mais importantes são as que afetam sua empresa. Por isso, desde cedo ouvimos falar da importância de entender como fazer um plano de negócio.

O que é e para que serve?

O plano de negócio é um documento utilizado para planejar um empreendimento, e tem o propósito de definir e delinear sua estratégia de atuação para o futuro. Em um segundo momento, exerce também a função de guia para a gestão estratégica de um negócio ou unidade empresarial. Embora possa ser aplicado em qualquer estágio de uma empresa, é mais conhecido por sua importância em novos empreendimentos.

Ele serve de diretriz para orientar gestores, dar credibilidade à empresa e testar hipóteses para suas estratégias. O seu plano de negócio pode até mesmo servir de ferramenta para “vender sua ideia”, ou seja, conquistar novos investidores ou sócios.

Eu já não ouvi isso em algum lugar?

Nestes dois textos do blog, “Da inovação à transformação: como encontrar e mudar o seu modelo de negócio” e “Canvas online: em que cenário sua empresa pode se beneficiar“, falamos bastante sobre modelo de negócio. Será que estamos falando de novo da mesma coisa?

Ambos têm a mesma finalidade – ou seja, servem de mapa para você levar sua empresa ao sucesso. No entanto, as funções que desempenham na empresa são bem diferentes. Vamos tentar entender:

O plano de negócio é um documento detalhado, que busca entender se seu empreendimento é viável. Ele é gerado através de análises técnicas de mercado, fatores econômicos e outras fontes.

Por sua vez, o modelo de negócio é a semente que irá gerar o plano de negócio. Ele pinta um panorama mais amplo e prático, para que o empreendedor ou o gestor visualize todas as etapas que devem constar no plano de negócio.

Ou seja, poderíamos dizer que o plano de negócio é o “o quê” de uma empresa. Custos, faturamento, estruturas, organização, recursos humanos e etc. Tudo isso de forma detalhada e organizada. Todos os pontos relevantes de seu negócio devem constar nele.

Enquanto isso, o modelo de negócios é o “como” sua empresa funciona. Como você gera receita, como você gera valor para o cliente, como você trabalha a suas entregas e como todas essas etapas se relacionam. Ele deve ser elaborado priorizando a simplicidade e a facilidade de compreensão.

Agora sim: como fazer um plano de negócio?

Existem diversas formas de fazer um plano de negócio. Conforme a experiência do empreendedor ou gestor, ele pode adaptar cada etapa com seus próprios conhecimentos. Você pode até mesmo baixar gratuitamente um exemplo de plano de negócio pela internet.

No entanto, essa escolha tem seus riscos. Afinal de contas, a função de um plano de negócio é definir a estrutura da sua empresa levando em consideração particularidades do dia a dia, das finanças e da gestão. Assim, quando copiamos um modelo pronto de outro empreendimento, ainda que do mesmo setor, corremos o risco de copiar erros ou nos basear em informações e padrões que não existem em nossa situação.

Por isso, recomendamos que cada gestor ou empreendedor crie seu próprio roteiro, e vamos fazer um passo a passo do que não pode faltar no seu plano.

Sumário executivo

De certa forma, começamos pelo fim. Esta seção deve ser o resumo de seu plano de negócio, com os pontos mais importantes para o leitor. Embora seja a introdução do documento para quem está lendo, deve ser escrita por último. Entre estes pontos importantes, você deve incluir diferenciais competitivos, missão, perfil dos sócios, investimento inicial, mercado de atuação e os produtos ou serviços que a empresa vende. Seja sucinto e não gaste mais de duas páginas com isso. Venda a ideia da empresa, sem entrar em detalhes.

Análise de mercado

Esta é a parte principal quando você estiver pensando em como fazer um plano de negócio. Nela, você entenderá se há demanda para seu produto ou serviço, e decidirá se sua ideia é viável. Conheça seu público com perguntas que identifiquem seu nicho de mercado. Com esta informação, defina seus canais de distribuição, ações promocionais e políticas de precificação e comunicação. Aproveite para estudar seus concorrentes, entendendo suas estratégias, aprendendo com seus erros e acertos. Conheça também os fornecedores do seu segmento, classifique-os em reputação, preço, porte e condições de pagamento e entrega.

Plano de marketing

Agora é a hora de vermos como a empresa irá se “vender” ao seu público. Nesta etapa, você deve descrever detalhadamente o que é o seu produto ou serviço, sua utilidade ou função para o público e quais seus diferenciais da concorrência. Aqui, também será a etapa em que você definirá as formas de divulgação da empresa, com construção de marca e um esboço dos canais de comunicação.

Plano operacional

Como sua empresa irá desenvolver e comercializar seus produtos? Vai usar algum software para operar? É hora de falarmos de equipamentos, quantidade de funcionários e desenhar um cronograma de cada fase do processo produtivo.

Plano financeiro

Este é o resultado em números do seu plano de negócio. Coloque no papel o investimento inicial, custos fixos, capital de giro e demonstrativo de resultados. Com isso, você consegue delinear informações importantes para o futuro, como ponto de equilíbrio (break even), prazo de retorno de investimento e lucratividade da empresa. Parece complicado e chato, mas este pode ser o ponto mais interessante para a captação de investidores.

Esta sugestão de como fazer um plano de negócio é apenas um ponto de partida. Repare que alguns passos podem não se aplicar a certos ramos. Mais ainda, você pode não precisar de tanta formalidade assim. Use seus conhecimentos para personalizar o seu plano de negócio e descobrir qual é a melhor opção para você e sua empresa.

Outra boa dica é que o plano de negócio não é algo a se fazer apenas no começo da vida de uma empresa. É importante manter este plano atualizado a cada mudança relevante – guinadas da Economia, perda ou conquista de clientes importantes e até mesmo alterações de comportamento do consumidor. Reinvente sua empresa sempre. Assim, seus gestores se mantêm bem orientados e seus investidores, bem informados.

>> Leitura recomendada: Como será o empreendedorismo no Brasil em 2017

Planejar, organizar e automatizar

Seja você um empresário consolidado ou um empreendedor, o plano de negócio é um grande aliado. Mais ainda, você deve sempre se manter informado das novas tendências e técnicas para conseguir o máximo de sua empresa. Invista sua energia em criar valor e encantar clientes, e deixe o trabalho pesado por conta de softwares de gestão como o Runrun.it. Com ele, você entende melhor sua empresa e consegue se planejar para alcançar o sucesso com muito mais facilidade. Faça agora mesmo o teste grátis: http://runrun.it

Gif_Signup-1-1-3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>