Gestão estratégica de pessoas: Como se comunicar melhor em 5 passos

Gestão estratégica de pessoas: Como se comunicar melhor em 5 passos

Sabe o que seus colaboradores esperam de você e você talvez não saiba? Que você se comunique com eles. Para ter uma ideia, em pesquisa conduzida nos EUA, 81% dos mais de mil profissionais entrevistados disseram preferir trabalhar numa empresa que valorize a comunicação aberta a ganhar vantagens, como plano de saúde, cartão fidelidade de academia ou lanchinhos. A questão é crítica, mas a saída pode ser mais simples do que você pensa. Tudo começa por desenvolver uma gestão estratégica de pessoas, colocando em prática estas cinco dicas que vamos te dar:

1. Sentem-se mais vezes para conversar

A maior parte dos profissionais entrevistados revelou que discute suas metas de carreira com seus gestores, no máximo, algumas vezes por ano. Se este é o seu caso, a dica é que você agende uma conversa a cada três meses. E não só para oferecer, mas também para receber um feedback. É nessa hora que você pode ouvir insights sobre sua postura como líder ou sobre um novo projeto. Além desse bate-papo, digamos, mais formal, uma boa ideia é conversar depois que um projeto for concluído. O que deu certo e pode ser mantido? E o que precisa ser melhorado para o próximo? Assim, com honestidade e tranquilidade. Mas não deixe para conversarem só quando puderem se sentar.

2. Aproveite os pequenos momentos da rotina

Se você admite que está sempre “ocupado(a) demais pra falar agora”, no fundo, sabe que a sua equipe também está sofrendo com isso. Mas caso você acredite que não pode fazer nada a respeito, lembre-se de que é nos momentos mais informais que você exercita sua gestão estratégica de pessoas. Enquanto cruza o escritório, quando se levanta para buscar o café, enquanto espera o elevador e não sabe o que fazer para quebrar aquele silêncio constrangedor. Toda hora pode ser hora de mostrar interesse pela vida das pessoas com quem você passa grande parte do dia.

3. Foque no que há de melhor em cada um

Conhecendo o estilo de trabalho dos seus colaboradores (peça que eles façam estes testes: 1 e 2), e procurando valorizar o que eles fazem de melhor, você gasta menos tempo tentando consertar seus pontos limitantes. Por exemplo, se você sabe que alguém na sua equipe produz melhor quando pode chegar mais tarde, ou então, quando tem metas específicas para alcançar, dê essa autonomia a ele(a). Ou ainda, se um(a) profissional costuma ter ideias criativas, uma estratégia bacana é encarregá-lo(a) de planejar inovações para o negócio.

4. Seja sensível ao lidar com outra geração

Ainda na pesquisa, gerações diferentes confessaram sentir uma certa frustração quando dialogam. Em geral, profissionais mais velhos preferem conversar cara a cara, enquanto os jovens estão acostumados a falar por mensagem ou e-mail. Cada jeito tem suas vantagens e desvantagens, mas um meio de incluir todos sem prejudicar sua produtividade é usar um gestor online, onde as demandas devem ter responsável e projeto e é possível configurar permissões específicas para criar e receber tarefas.

5. Compartilhe para confiar

Você tem direito de não querer compartilhar com seu time o que fez no fim de semana. No entanto, troque algumas experiências de vida e você criará uma parceria de confiança. Mesmo porque, se você tenta manter os problemas em segredo, eles podem acabar voltando. Por isso, seja honesto(a) também sobre algumas dificuldades que você está enfrentando, como algum cliente grande que está pensando em pular fora do barco, ou um concorrente despontando no mercado. E sempre se lembre de deixar um espaço para responder as perguntas e ouvir as sugestões. Assim você se aproxima do pessoal, visto que todos passam por problemas, mas estão juntos nessa.

Antes que você comece a esquentar a cabeça com formas de melhorar sua gestão estratégica de pessoas, conheça o Runrun.it. O software de gestão de equipes que substitui o e-mail e as reuniões de acompanhamento, e leva a comunicação da sua equipe ao nível mais profissional possível. Teste grátis agora: http://runrun.it

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>