Fuja do labirinto com um planejamento estratégico de marketing digital

Fuja do labirinto com um planejamento estratégico de marketing digital

Você está no meio de uma campanha de AdWords e descobre que o site da empresa derruba o índice de qualidade. Os posts impulsionados no Facebook estão bombando – de gente que não é o seu público. Você dobrou a verba da mídia programática, mas o número de leads continuou o mesmo. Qualquer semelhança com um labirinto não é mera coincidência. A saída é um bom planejamento estratégico de marketing digital.

Saia por cima com um bom planejamento estratégico de marketing digital

O marketing digital é cheio de possibilidades, novas alternativas, e uma cobrança instantânea por resultado. É muita gente trabalhando, mas poucos dominando de fato as ferramentas. Um verdadeiro labirinto.

A notícia boa é que se você tiver um bom planejamento, com uma visão geral do projeto, conseguirá sair desse labirinto encontrando o seu real objetivo sem dar voltas e mais voltas. O planejamento é o que vai direcionar, organizar e integrar tudo. Sem ele, as ações online serão isoladas e consequentemente ineficazes.

Antes de dar o primeiro passo, olhe onde está pisando

Um planejamento estratégico na prática começa com a definição clara do seu propósito. Estabeleça o cenário, analisando a presença digital da marca, a performance atual das mídias sociais, os mailings, histórico de ações e claro o que a concorrência está fazendo. observe aqui não apenas o aspecto online, mas o cerne do produto ou serviço.

É o momento de fazer a boa e velha análise SWOT (leia mais sobre a matriz SWOT aqui). É nas forças e oportunidades que você vai trabalhar no seu planejamento de marketing digital.

Depois do cenário, detalhe o objetivo a partir de objetivos de marketing da empresa. Pergunte-se: o que você realmente quer com este planejamento? Quanto mais claro e com números, melhor. Liste e ordene as prioridades. Pronto, agora você tem um propósito.

Desenhe a estratégia central

Com as forças e oportunidades sobre a mesa, pense em um posicionamento competitivo. Qual o diferencial? Quais são os diversos públicos que você quer atingir? Delimite bem cada target e leia aqui um pouco mais sobre plano de marketing.

Afinal, tudo deve estar alinhado com os objetivos da empresa. Ajuda muito nesse processo criativo fazer as perguntas certas. Assim você poderá montar um planejamento consistente, prever furos e já bolar planos de contingência.

>> Leitura recomendada: O propósito é parte fundamental do seu brand marketing. Saiba como encontrá-lo

Depois parta para o plano de ações

Planejar é direcionar, reunir e integrar. Detalhe como os objetivos serão atingidos. Liste as ações e faça com que elas trabalhem em sinergia. Nessa fase já começa a divisão de tarefas e a inclusão de possíveis parceiros, de acordo com as ferramentas que você vai utilizar.

Por exemplo, se optou por criar um app para gerar uma nova experiência com o consumidor ou agilizar a venda, já coloque no plano a empresa que será responsável pelo desenvolvimento.

Vai trabalhar com influenciadores? Não precisa caçar na unha cada youtuber. Há empresas especializadas em selecionar e agenciar de forma coerente cada possível porta-voz do produto.

Custos e prazos

Seu planejamento está ganhando corpo. O que falta? Conferir sua viabilidade financeira. As estratégias escolhidas têm fôlego para alcançar os objetivos? No digital não há espaço para resultados subjetivos, tudo é na ponta do lápis, e mesmo trabalhos contínuos precisam ser segmentados em períodos para poderem ser precificados.

Olhe todos os caminhos, mas nada de se perder

O planejamento estratégico, na prática, não permite utilizar modismos sem fundamento. É muito melhor reduzir o número de estratégias, mas utilizá-las da forma correta e sem dispersão de verba, do que sair feito um louco querendo surfar em todas as ondas.

Novas soluções e tendências podem ser ótimas, mas se não estiverem alinhadas com o propósito do planejamento estratégico de marketing digital, vão só gerar trabalho desnecessário. A seguir, vamos listar algumas possibilidades que podem e devem se encaixar de forma integrada no seu planejamento:

SEO (Search Engine Optimization)

Basicamente, boas práticas na construção do site, na sua manutenção e geração de conteúdo para um bom posicionamento na busca orgânica.

Redes sociais

Escolha os canais por meio dos quais você vai se comunicar. Defina uma persona, monte um cronograma de postagens relevantes e pertinentes com cada canal. Para resultados verdadeiros, interaja com o público. Só tem engajamento quem se engaja.

E-mail

O bom e velho e-mail já foi tão mal utilizado que para muitos é sinônimo de spam. Mas quando ele é aplicado em uma estratégia de CRM, como meio de relacionamento com públicos bem específicos, ou num plano de remarketing, aí sim ele converte bem.

Inbound Marketing

Gerar conteúdo relevante de verdade para atrair seu público é o melhor para todos. Um marketing não invasivo, que acrescenta algo e promove uma verdadeira troca com o consumidor.

Mídia de performance

AdWords, Google Display, mídia programática. E muito teste A/B para experimentar, ousar com responsabilidade e melhorar sempre o desempenho.

Sua estratégia merece um like? Monitore!

Uma das revoluções que o marketing digital promoveu no mundo dos negócios foi justamente o acesso à informação. Quem viu, quem reagiu, quantas vendas exatamente foram geradas por um investimento específico e por aí vai.

O monitoramento é parte indissociável do marketing digital e de um planejamento estratégico na prática. Estabeleça um fluxo de relatórios que serão os seus checkpoints.

Teste, mude e melhore o desempenho

Além da capacidade aparentemente inesgotável de dados que o marketing digital pode gerar, há uma vantagem inegável: a possibilidade de trocar um pneu com o carro andando. Use essa flexibilidade ao seu favor para corrigir rotas.

Mas não se empolgue e fuja daquele perfil que muda a estratégia a cada 15 minutos. Lembre-se de que cada tática demanda um tempo para gerar efeito. Por exemplo, uma simples estratégia de AdWords não deve ser alterada em menos de uma semana, para justamente poder gerar dados realistas que vão embasar a tomada de decisão – e uma eventual mudança de rota. Respire, dê tempo para a tática ser testada e analise com cuidado.

Uma ferramenta para te orientar no labirinto

Com tantas possibilidades e constante aferição de tudo, a expectativa e a cobrança sempre são altas. E para não entrar no labirinto, você precisa de uma boa ferramenta de gestão para executar seu planejamento estratégico de marketing digital.

Com o Runrun.it você mantém toda a equipe alinhada, cria processos que descomplicam a operação e consegue monitorar o andamento de tudo. Experimente grátis agora mesmo: https://runrun.it

Gif_Signup-1-1-3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>