Agile Marketing: descubra o que é e por que ele deve fazer parte da sua equipe hoje

Agile Marketing: descubra o que é e por que ele deve fazer parte da sua equipe hoje

Sabemos que são vários os desafios que um líder pode encontrar no seu dia a dia de trabalho, como por exemplo: envolver a equipe, aumentar a produtividade e melhorar os resultados, dentre tantos outros. No home office ou no modo híbrido, isso pode ter se tornado ainda mais difícil. Uma das formas de alcançar esses objetivos é organizar os seus processos de entrega de forma mais sistemática. Nesse aspecto, o Agile Marketing, que é baseado em metodologias nascidas no universo do desenvolvimento de softwares, pode ajudar.

Em primeiro lugar, você precisará compreender que o Agile Marketing começa com uma mudança de pensamento, ou de mindset, como costumamos falar. O primeiro passo você já está dando! Então, continue lendo. Aqui, você vai encontrar um verdadeiro guia para entender o Agile Marketing e conhecer as metodologias ágeis para escolher qual ou quais delas se encaixam na necessidade do seu projeto ou da sua equipe. Neste artigo você vai encontrar:

 

Os primórdios do Agile Marketing

A ideia de buscar recursos que facilitem a organização dos processos do início ao fim, com a previsibilidade de problemas e suas resoluções, não nasceu no mundo digital. Uma das metodologias ágeis mais antigas que conhecemos é o sistema Kanban, que surgiu na indústria, na fábrica da Toyota, na década de 1960. A palavra “kanban” significa “placa”, “tabuleta”, em japonês. Por meio de quadros, o método sinalizava as etapas do processo de fabricação, bem como previa gargalos, como a falta de uma peça no estoque, por exemplo. Elencar as etapas de um processo de forma visual e organizada tornou o fluxo mais ágil e enxuto e fez do Kanban um ótimo sistema para a tomada de decisão. O Agile Marketing não deixou este método de lado e vamos falar dele mais adiante.

No início de 2001, surgiu nos Estados Unidos o Manifesto para o Desenvolvimento Ágil de Software, que buscava maneiras melhores de desenvolver programas e sistemas. A partir dali, alguns conceitos passaram a ser mais valorizados que outros, como podemos ver abaixo:

Imagem com uma tabela em duas colunas, distribuindo os conceitos do Manifesto para o Desenvolvimento Ágil de Software. Este manifesto inspirou os conceitos do Agile Marketing. Na coluna da esquerda estão os conceitos mais valorizados e, na da direita, os menos valorizados. Assim, valoriza-se: indivíduos e interações mais que processos e ferramentas; Software em funcionamento mais que documentação abrangente; Colaboração com o cliente mais que negociação de contratos; Responder a mudanças mais que seguir um plano.

Esses conceitos têm como pilares 12 princípios que vale a pena entendermos, pois eles irão ajudar a incorporar o mindset do Agile Marketing:

1. A maior prioridade é satisfazer o cliente através da entrega contínua e adiantada de software com valor agregado.

2. Mudanças nos requisitos são bem-vindas, mesmo tardiamente no desenvolvimento. Processos ágeis tiram vantagem das mudanças visando vantagem competitiva para o cliente.

3. Entregar frequentemente o software funcionando, de poucas semanas a poucos meses, com preferência à menor escala de tempo.

4. Pessoas de negócios e desenvolvedores devem trabalhar diariamente em conjunto por todo o projeto.

5. Construir projetos em torno de indivíduos motivados. Dar a eles o ambiente e o suporte necessário e confiar neles para fazer o trabalho.

6. O método mais eficiente e eficaz de transmitir informações para uma equipe de desenvolvimento é através de conversa face a face.

7. Software funcionando é a medida primária de progresso.

8. Os processos ágeis promovem desenvolvimento sustentável. Os patrocinadores, desenvolvedores e usuários devem ser capazes de manter um ritmo constante indefinidamente.

9. A contínua atenção à excelência técnica e um bom design aumentam a agilidade.

10. A simplicidade – a arte de maximizar a quantidade de trabalho não realizado – é essencial.

11. As melhores arquiteturas, requisitos e designs emergem de equipes auto-organizáveis.

12. Em intervalos regulares, a equipe reflete sobre como se tornar mais eficaz e então refina e ajusta seu comportamento de acordo.  

 

Como vimos, os princípios foram criados voltados para equipes de tecnologia da informação, mas o Agile Marketing tem o objetivo de orientar a gestão de projetos através de sistemas e ciclos pré-estabelecidos, ou seja, muitos deles podem ser aplicados a outros setores em empresas.

Foi assim que, em 11 de junho de 2012, em São Francisco, cerca de 20 pensadores do marketing se reuniram por dois dias para formular o Manifesto de Marketing Ágil, a partir do compartilhamento das suas ideias, sucessos e fracassos. Nessa reunião, que ficou conhecida como Sprint Zero, surgiu o conceito emergente de Agile Marketing, com seus valores e princípios centrais, que buscam as melhores maneiras de criar valor para os clientes e para organizações através de novas abordagens de marketing.

E, afinal, o que é Agile Marketing?

Trazendo o Ágil para o âmbito do Marketing, podemos conceituar o Agile Marketing como uma estratégia de gestão de projetos acelerada e com objetivos nítidos. No Agile Marketing, o projeto é dividido em pequenas tarefas: as equipes identificam cada etapa do processo e concentram seus esforços na execução delas com qualidade e objetividade até que o processo seja concluído. A cada entrega, os impactos do projeto são avaliados e melhorias são feitas e implementadas nos próximos, eliminando falhas.

O Agile Marketing compreende o uso e análise de dados como base para resoluções de problemas em tempo real, realizando testes, interpretando os resultados, fazendo e refazendo quantas vezes precisar, com o objetivo de melhorar sempre. Com uma gestão ágil é possível realizar diversos projetos ou campanhas ao mesmo tempo, adotando novas ideias sempre que for preciso. Com equipes em home office, o Agile Marketing pode fazer ainda mais sentido, pois as metodologias ágeis tornam mais fácil o envolvimento das pessoas em cada etapa do projeto, além de deixar todo o processo visível, com metas e prazos determinados.

Os fundamentos do Agile Marketing

Incorporar o mindset ágil é a primeira etapa para quem deseja adotar metodologias ágeis presentes no Agile Marketing. Por isso, trouxemos os valores e princípios do Agile Marketing, presentes no Manifesto de Marketing Ágil, para você conhecer.

Princípios do Agile Marketing

  1. 1. A maior prioridade é satisfazer o cliente por meio da entrega antecipada e contínua de marketing que resolva os problemas.
  2. 2. Acolher e planejar alterações. A capacidade de responder rapidamente às mudanças é uma fonte de vantagem competitiva.
  3. 3. Entregar programas de marketing com frequência, de algumas semanas a alguns meses, com preferência para a escala de tempo mais curta.
  4. 4. Um bom marketing requer um alinhamento próximo com o pessoal de negócios, vendas e desenvolvimento.
  5. 5. Criar programas de marketing em torno de indivíduos motivados. Dar a eles o ambiente e o suporte de que precisam e confiar neles para fazer o trabalho.
  6. 6. Aprender, por meio do ciclo de feedback “construir – medir – aprender”, é a principal medida de progresso.
  7. 7. O marketing sustentável exige que você mantenha ritmo e fluxo constantes.
  8. 8. Não ter medo de falhar; mas não falhar da mesma forma duas vezes.
  9. 9. A atenção contínua aos fundamentos de marketing e um bom design aumentam a agilidade.
  10. 10. A simplicidade é essencial.
 

Lembram bastante os princípios do Manifesto para o Desenvolvimento Ágil de Software, não é mesmo? Agora vamos aos valores do Agile Marketing, criados ainda no Sprint Zero.

Imagem com uma tabela em duas colunas, distribuindo os valores do Agile Marketing. Na coluna da esquerda estão os de maior valor e na da direira, os de menor valor. Assim, tem-se: Aprendizado validado mais que opiniões e convenções; Colaboração focada no cliente mais que silos e hierarquias; Campanhas adaptativas e interativas mais que campanhas Big-Bangs; O processo de descoberta do cliente mais que a previsão estática; 
Planejamento flexível versus rígido; Responder à mudança mais do que seguir um plano; Muitas pequenas experiências no lugar de grandes apostas.

Jim Ewel, um dos evangelizadores e precursores do Agile Marketing, afirma que o objetivo é “satisfazer o cliente através da entrega contínua, que resolve problemas e cria valor”. Agora que você já sabe as transformações no modo de pensar que precisará absorver junto com a sua equipe antes de implementar o Agile Marketing, é hora de conhecer as metodologias em si, para escolher qual a melhor para os seus projetos e para o seu time. Vamos lá?

Metodologias ágeis: os frameworks na prática

Os métodos ágeis ligados ao Agile Marketing têm o objetivo de orientar a gestão de projetos através de sistemas e ciclos pré-estabelecidos. Isso ajuda a prever situações e a ter um maior controle das atividades. Vamos conhecer alguns deles.

1. Scrum

Divide os projetos em ciclos, geralmente de duas ou quatro semanas, chamados de Sprints. As tarefas a serem feitas em um projeto ficam em uma lista backlog. No início de cada Sprint, é necessário planejar e priorizar as tarefas que serão feitas no primeiro momento. Então, as atividades que estavam sem ordenação no backlog são distribuídas na chamada Product Backlog.

O Scrum pensado para o Agile Marketing exige realizar reuniões para acompanhamento, como o Daily Scrum, em que a equipe verifica o que já foi feito no dia anterior e identifica o que fazer no atual. Outro encontro importante é o Sprint Review Meeting, que acontece ao final do período (Sprint), em que são apresentadas as funcionalidades implementadas. Por último, acontece o Sprint Retrospective para planejar o próximo Sprint, formando, assim, um ciclo.

Imagem com fluxograma representando as etapas da metodologia scrum, um dos métodos do Agile Marketing.

Para se aprofundar nesta metodologia, recomendamos a leitura deste post: Scrum na prática.

2. Kanban

Lembra que falamos do sistema Kanban criado na Toyota? Ele evoluiu, está presente no Agile Marketing e hoje é visto como o método ágil mais leve e fácil de ser implementado junto às equipes. O Kanban é um sistema visual de cards, que podem ser organizados em post-its ou de forma digital, como mostramos no exemplo abaixo. Na prática, divide-se um quadro em três colunas: “para fazer”, “fazendo” e “feito”. Cada post-it ou card deve representar uma tarefa e ele deve ser movido entre as colunas conforme o seu status. É importante definir um limite de tarefas em andamento por profissional. Por exemplo: alguém que deseja abrir uma demanda para um colaborador que já atingiu seu limite de três tarefas em andamento deve, primeiramente, ajudá-lo a concluir uma delas.

Imagem GIF com a funcionalidade Quadros do Runrun.it, inspirada no método Kanban, utilizado no Agile Marketing.

Se você pretende adotar o Agile Marketing, o Runrun.it possui a funcionalidade Quadros na qual é possível optar pela visualização das tarefas no formato do Kanban. Nele, as tarefas aparecem no formato de cards e são distribuídas em etapas (colunas). Por meio de filtros, você pode enxergar as tarefas de apenas um projeto, de uma equipe ou pessoa específica, ou todos os projetos de um cliente, por exemplo. 

>> Leitura recomendada: O que é kanban e como ele pode ajudar na organização do trabalho

3. Lean

É um tipo de gerenciamento que visa evitar desperdícios e, para isso, emprega apenas o estritamente necessário para a realização de um determinado trabalho, etapa ou processo. Suas principais ações são: 

  • Identificar e eliminar constantemente problemas que atravancam os processos;
  • Garantir que o fluxo de trabalho esteja claro para todos, eliminando ruídos na comunicação;
  • Indicar sempre quais demandas e entregas são prioritárias;
  • Fornecer o suporte necessário para que a equipe possa efetuar entregas contínuas e de qualidade.
 

Como alguns dos objetivos do Agile Marketing são simplificar e usar apenas os recursos necessários, a metodologia lean tem sido bastante utilizada.

>> Leitura recomendada: Metodologia lean: descubra como enxugar os excessos da gestão

4. Squads

Este framework preza pela criação de pequenos grupos, com oito integrantes multidisciplinares, em média, unidos para desempenhar um único projeto. Para trazer o squads ao seu setor de Marketing Ágil, é necessário estruturar seus processos em três perguntas: 

  • O que precisamos construir para cumprir nosso objetivo? 
  • Como vamos construir esse projeto? 
  • Como trabalhar juntos? 
 

Assim como nas sprints, são programadas reuniões diárias de alinhamento e retrospectivas, que avaliam os acertos e os ajustes que precisam ser feitos em uma próxima etapa. Podemos perceber que, no Agile Marketing, o acompanhamento de cada tarefa é muito importante.

>> Leitura recomendada: Mais produtividade e colaboração entre equipes: conheça os squads

Com essa noção visual e planejada das ações que o Agile Marketing oferece, fica mais fácil aumentar a produtividade e melhorar os resultados, uma vez que o tempo será melhor aproveitado, com prazos mais realistas e as pessoas terão sempre a chance de testar e buscar formas de fazer sempre melhor as suas atividades.

Como implementar o Agile Marketing

Um pré-requisito para o Marketing Ágil funcionar é ter, desde o princípio, o apoio dos líderes de equipe. Essa mudança passa por construir uma cultura ágil na empresa, portanto, é preciso investir tempo em estudar as ferramentas que servem ao Marketing Ágil, treinar as pessoas, conhecer os frameworks do Agile Marketing e estar aberto para erros.

Por que adotar o Agile no seu setor de marketing?

Até o momento, o conceito de Marketing 4.0 vinha sendo trabalhado pelas empresas,  buscando conexão entre as marcas e o público por meio de ferramentas digitais. Sugerido por Philip Kotler, no início de 2021, o Marketing 5.0 surge com o compromisso de mostrar que a tecnologia é imprescindível não apenas de maneira externa, para realizar a manutenção da relação cliente e empresa, mas também de modo interno, garantindo informações em tempo real para as tomadas de decisões ágeis, precisas e embasadas em testes que preveem resultados das ações de marketing. O conceito casou perfeitamente com os princípios e valores pregados pelo Agile Marketing.

O Marketing Ágil permite que as metas sejam definidas centradas no cliente, envolvendo-o e fazendo-o crescer. No mindset do Agile Marketing, toda a equipe é envolvida e busca entender as necessidades do cliente, para descobrir quais canais e mensagens atingem melhor o público-alvo. Dentro do cronograma de projetos, o Agile Marketing exige a definição de temas estratégicos, que orientam as atividades necessárias para cumprir os objetivos de marketing e atingir o público-alvo. 

A adoção de um planejamento estratégico se faz imprescindível no Agile Marketing. Gestores e líderes do marketing ágil precisarão sempre analisar informações baseadas em dados e indicadores de desempenho, avaliando a distribuição de recursos e pautando as ações futuras. Planejar programas, campanhas e atividades em ciclos trimestrais, mensais ou quinzenais com a flexibilidade de ajustar o roadmap passa a ser uma tática capaz de reduzir custos e otimizar o tempo. Ao incorporar o Agile Marketing, passa a fazer parte da rotina a redefinição das prioridades para responder às mudanças nas necessidades do cliente e do mercado. O progresso do projeto vai sendo medido conforme ele avança e sempre cabe adaptar os planos para melhorar os resultados, ou seja, se algo não estiver funcionando, é possível parar e mudar o curso.

Como os objetivos do Agile Marketing são trazer celeridade, prever possíveis dificuldades, permitir flexibilidade e dar transparência aos projetos, é necessário que seja adotada uma gestão ágil e a implementação de um modelo de gerenciamento em que os principais indicadores para o seu negócio estão ao alcance de todos, a gestão à vista

>> Leitura recomendada: Como o gráfico de Gantt te ajuda na gestão de projetos.

Uma ferramenta completa para ser ágil

Se você quer aderir ao Agile Marketing, você vai precisar de uma ferramenta ágil. Utilize um software de gestão de tarefas para engajar seus colaboradores e adaptá-los rapidamente a qualquer metodologia do Agile Marketing. O Runrun.it permite o gerenciamento de projetos de qualquer tamanho, organiza o fluxo das demandas em formatos de kanban e de Gantt, registra todas as discussões e ajuda a monitorar as entregas dos envolvidos. A ferramenta ainda oferece um dashboard customizável, com métricas de desempenho e permite definir prioridades, fazer planejamentos de projetos, acompanhar o tempo de execução das tarefas e a disponibilidade da sua equipe em tempo real. Faça já seu teste grátis: http://runrun.it.

 
Imagem em GIF com premiações recebidas pelo Runrun.it, em 2021, no G2 Crowd. Entre elas, "o software mais fácil de usar do mundo". Clicando na imagem é possível acessar uma landing page de cadastro para testar a ferramenta de forma gratuita e começar a implantar o Agile Marketing na sua empresa.

Conteúdos mencionados:

https://agilemarketingmanifesto.org/languages/portuguese/

https://www.workfront.com/project-management/methodologies/agile/agile-marketing

https://www.aha.io/roadmapping/guide/marketing-methods/what-is-agile-marketing

4 thoughts on “Agile Marketing: descubra o que é e por que ele deve fazer parte da sua equipe hoje

  1. Olá,

    Ideias priorizadas são “colididas” no topo da fila para serem testadas imediatamente. Não seria colocadas gente?

    ótimo conteúdo, vocês o produzem internamente?

    Abraços

    1. Boa tarde, Gabriel! Isso mesmo. Obrigada pela correção, já mudei o texto.
      Nossos conteúdos são produzidos internamente. Volte sempre! 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>