Desburocratizando a gestão: AC Soares e Raphael Albergarias debatem como melhorar o fluxo de trabalho

Desburocratizando a gestão: AC Soares e Raphael Albergarias debatem como melhorar o fluxo de trabalho

Recentemente, produzimos um webinar intitulado Desburocratizando a gestão. Nele, aproveitamos todo o conhecimento de Raphael Albergarias, Presidente do IPMA Brasil (International Project Management Association), e de AC Soares, CEO e cofundador do Runrun.it, para compartilhar lições de como tornar o fluxo de trabalho mais fluido e obter resultados ainda melhores, implementando processos menos morosos.

Você pode acompanhar o webinar na íntegra clicando no play no vídeo abaixo:

E agora reunimos, neste artigo, os principais pontos do bate-papo, que teve inúmeros insights que você não pode perder. Olha só:

Para onde o gestor precisa olhar?

De acordo com Raphael, um dos maiores obstáculos à desburocratização da gestão relaciona-se à accountability, ou a prestação de contas. “Você tem a accountability, a autoridade e o regime de prestação de contas: essas três coisas costumam caminhar descasadas nas empresas”, diz ele. Diante disso, ele afirma que “todo projeto é uma acomodação de interesses”, e interesses vêm de pessoas. “Se o gestor não entende de pessoas, ele passa a ter um problema”, lembra Raphael.

>> Leitura recomendada: People Analytics: A tendência que está transformando a gestão de pessoas

Feitos esses comentários, ele indica alguns pontos para os quais o gestor deve sempre olhar: “qual é o negócio com que estou trabalhando?” Cada negócio tem um contexto, uma dinâmica diferente. “Aí sim vou adequar o ciclo de vida do meu projeto à velocidade na resposta de que meu projeto precisa”, afirma o Presidente do IPMA.

Um terceiro ponto fundamental é a aceitação da mudança ao longo dos projetos. “Como é que eu preparo os meus recursos para isso?”, provoca Raphael. De acordo com ele, é preciso criar gestão como competência organizacional; é preciso treinar as pessoas para entenderem do negócio, para inclusive melhorarem as metodologias usadas.

>> Leitura recomendada: Metodologia lean: descubra como enxugar os excessos da sua gestão

“Nada substitui o nosso cérebro”

O pensamento de AC Soares vai na mesma linha. Para ele, “Nada substitui o nosso cérebro. Nada substitui sua capacidade de olhar a realidade e interpretá-la”, o que ajuda os gestores a debaterem francamente o que não será feito. “Na grande maioria das empresas, não há recursos para fazer tudo o que deve ser feito, ainda mais depois de dois anos de crise”, lembra o CEO do Runrun.it. Então, a priorização é fundamental.

E para que haja essa priorização – indispensável à melhora no fluxo do trabalho -, o gestor deve “revelar as coisas que estão acontecendo, mapear os investimentos de tempo que os colaboradores estão fazendo”. E isso, lembra AC Soares, está na raiz do próprio Runrun.it: saber o que os colaboradores estão fazendo, em que tipo de tarefas estão dedicando esforços.

Trazendo “realidade” para o seu planejamento

Com esse mapeamento, AC Soares afirma que fica muito mais fácil elaborar um planejamento realista, calcado no que realmente está acontecendo – o que evita perda de tempo com tarefas desnecessárias e, em consequência, desburocratiza a gestão.

Ecoando Raphael Albergarias, AC lembra que esse planejamento deve ser dinâmico, e não estático. “Tudo muda muito a todo momento, inclusive os requisitos do projeto”, afirma o gestor. “Uma vez que todos os esforços vão na direção de gerar valor para o cliente e que as coisas estão mudando, é muito razoável pensar que os requisitos mudem, até porque os colaboradores vão receber novas informações, vão aprender mais sobre ferramentas e metodologias”.

>> Leitura recomendada: Seu projeto de TI está pronto para o sucesso? A resposta depende de uma boa análise de requisitos

Após essa reflexão, AC Soares apresenta aquelas que considera as principais responsabilidades do gestor no sentido melhorar o fluxo de trabalho e obter melhores resultados:

  • fazer a realidade emergir no planejamento;
  • ter o entendimento de como as pessoas estão investindo seu tempo;
  • explicitar as prioridades da empresa, decidindo o que não vai ser feito;
  • ajustar expectativa sobre o que vai ser feito, e quando vai ser feito;
  • e, principalmente, se o projeto está relacionado à entrega de valor para os clientes e os stakeholders.

 

Quem, então, deve ser o gestor desburocratizado de hoje?

A partir daí, Laura Lopes, que mediou o webinar, questionou Raphael e AC sobre quais atributos deve ter um gestor hoje em dia. O Presidente da IPMA lembra que “quem quer gerir tem que ter senso de propósito”.

E aponta o aspecto que considera o mais importante de todos: “gerir é para quem está a fim de desenvolver uma equipe. Saber que eu não entrego nada, quem entrega é a equipe”; nesse sentido, ele lembra que uma das principais funções do gestor é “filtrar o que chega à equipe”, pois, do contrário, muito trabalho desnecessário será feito. Aí também entra a necessidade de conhecer a fundo a equipe, para saber exatamente o que cada um consegue e não pode fazer.

AC reafirma a importância da capacidade de adaptação do gestor, sem que o foco se perca. “Acredito muito nessa história do planejamento em execução, adaptando-se ao que está acontecendo, sem perder o foco no benefício que está sendo criado, e com controle para não estourar a equipe”.

Engajando a equipe numa metodologia ou numa crença

Por fim, os gestores falaram sobre o engajamento do time: o que fazer para que os colaboradores mergulhem de cabeça numa nova metodologia ou ferramenta?

Para AC Soares, a resposta se resume ao propósito. “Se o propósito for compartilhado, fica muito mais fácil todo mundo se envolver numa metodologia, num sistema, no que quer se seja”. Para ele, se as pessoas estão magnetizadas por um propósito, o engajamento será natural. “Se não estiverem, elas não deveriam estar lá”. Raphael Albergarias pensa da mesma forma. “Ou o pessoal acredita, ou não acredita e procura outro lugar para trabalhar”, complementa ele.

Desburocratizando a gestão com uma ferramenta

Como você deve ter percebido, o Runrun.it é uma ferramenta que auxilia na gestão de projetos e na tomada de decisão para empresas atentas às mudanças do mercado. Com ele, é possível aprimorar o fluxo do trabalho ao centralizar o controle da comunicação e das horas dos seus colaboradores, sem perder dados importantes sobre a produtividade.

A ferramenta permite, ainda, que você mantenha um monitoramento regular das atividades, acompanhando o andamento de cada tarefa realizada e quanto tempo falta para que seja concluída. Conheça mais testando grátis: http://runrun.it

Gif_Signup-1-1-3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>