6 argumentos imbatíveis para adotar um gestor online nacional

6 argumentos imbatíveis para adotar um gestor online nacional

Cada vez mais o gestor online deixa de ser um diferencial para um item essencial na estrutura de uma empresa. E a boa notícia é que você não precisa recorrer a produtos estrangeiros para modernizar processos e aumentar a produtividade da sua equipe. O mercado nacional de softwares se desenvolveu e oferece uma vasta gama de alternativas para os mais diversos fins.

Outro fator que contribui para prestigiar desenvolvedores nacionais é o modelo que veio para ficar de Software as a Service (SaaS). Nele, o software não é mais um produto a ser comprado e instalado no seu computador, mas um apoio online, um serviço prestado pela internet que você assina para usufruir de ferramentas que otimizam o seu trabalho. E as vantagens de contratar uma prestadora de serviço no mesmo país são inegáveis.

Mas calma. O que é um gestor online?

Quando pensamos em um gestor online ou uma ferramenta online de gestão, muitos já imaginam um supercomputador comandando nossas vidas. Mas a realidade é que o gestor online é uma forma simples de automatizar tarefas diárias e dar escalabilidade ao seu negócio. Ou seja, ele ajudar você a ganhar tempo para tornar seu trabalho mais estratégico. Há vários modelos de gestor online, mas as ferramentas têm alguns pontos em comum, como a organização das informações, mensuração de performance e a extração de relatórios para análise rápida e tomada de decisão.

O Runrun.it, por exemplo, é um gestor online para organizar tarefas e integrar equipes. Nele você centraliza informações que ficam dispersas em e-mails, mensagens e post-its, formaliza relações sem a temida burocracia, e pode conduzir com embasamento o fluxo de trabalho. Bons motivos não faltam para você adotar um software de gestão e temos um artigo que convence qualquer gestor a implementar um ainda hoje.

Por que um software nacional?

Os principais motivos que te levam a implementar um gestor online em sua empresa estão relacionados à transparência, à otimização dos processos, à diminuição de riscos e erros e de problemas com custos ocultos, por exemplo. Mas esses problemas que você tenta evitar quando recorre a um software de gestão podem ocorrer justamente por conta da contratação do serviço, quando ele é de fora do Brasil. O que nos leva as duas primeiras vantagens do software nacional:

1. Esqueça os vários impostos sobre a importação

Você sabia que ao contratar um software estrangeiro, mesmo que seja na nuvem, sua empresa tem que pagar inúmeros impostos, além do IOF de 6,38% que já é debitado em seu cartão de crédito?

Para as contas da empresa ficarem de acordo com as leis brasileiras, é preciso pagar até seis impostos, que podem chegar a 50% do valor do serviço prestado. E cada imposto deve ser recolhido com um DARF diferente. São eles: IRRF (sobre a importância bruta remetida ao exterior), CIDE (Remessa ao Exterior), PIS – Importação, COFINS – Importação, ISSQN – Importação.

Está ficando difícil? Lembrando que é importante estar atento e em dia com o pagamento desses impostos, já que a Receita Federal cruza todas as informações e erros ou omissões no pagamento podem trazer graves complicações para sua empresa.

2. Não se preocupe com a variação do dólar

Quem assina um software ou qualquer outro serviço de fora, fica cada vez mais assustado quando chega a fatura do cartão de crédito. Não é à toa: a variação cambial do momento da aquisição até a cobrança pode atrapalhar a programação financeira da empresa.

3. Falamos a mesma língua

Pode ser que a maioria dos colaboradores dominem o inglês, mas nem todos. A produtividade aumenta, assim como o uso do software, quando todos falam a mesma língua.

4. Suporte amigável

Nada melhor que se comunicar com quem é do seu país, valoriza a sua empresa e ainda oferece um atendimento e suporte técnico no seu idioma, entendendo as características do seu mercado. O suporte nacional sabe onde dói o calo e se coloca naturalmente no seu lugar.

5. Menos custo e um ótimo benefício

Existem ferramentas estrangeiras de baixo custo, se considerarmos em dólar. Mas quando convertemos para a nossa moeda, mais os impostos já citados acima, não fica tão barato assim. E no Brasil há softwares bem competitivos que não perdem em nada para os de fora, em termos de funcionalidade, qualidade e preço.

6. Investimento em casa

Quando você opta pelo serviço de uma empresa brasileira, está contribuindo para o desenvolvimento da nossa economia, em vez de injetar dinheiro lá fora.

Algumas soluções nacionais para suas questões de gestão

Preparamos um guia para escolher a sua ferramenta de gestão online aqui. Você verá que muitas vezes não se trata de escolher apenas um, mas algumas ferramentas que atendam a todas as demandas. Listamos aqui alguns softwares nacionais que já fazem parte do sucesso de muitas empresas:

Contaazul – Gestor online para pequenas e médias empresas que possui módulos de finanças, estoque, vendas, compras e emissão de nota fiscal integrados.

Scup –  Gestão de redes sociais, monitoramento, perfis, SAC 2.0 e CRM Social.

RDStation – Ferramenta de inbound marketing que propõe otimizar conteúdo, trazer tráfego e aumentar a geração de leads.

Agendor – CRM, software de gestão de pessoas, que centraliza o cadastro de clientes, mantém seu histórico de compras e ajuda a analisar o desempenho de vendedores.

Runrun.it –  Gestor online de tarefas, tempo e desempenho, 100% brasileiro, que vai ajudar a sua equipe a ganhar eficiência e, a sua empresa, a produzir com mais transparência e custos reduzidos. Agora que você já sabe como pode ser vantajoso optar por softwares nacionais comece grátis: http://runrun.it
 

Artigos que você pode gostar de ler:

2 thoughts on “6 argumentos imbatíveis para adotar um gestor online nacional

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>