Como o consumidor vai se comportar amanhã? O marketing preditivo pode dar a resposta e é por isso que sua empresa precisa dele

Como o consumidor vai se comportar amanhã? O marketing preditivo pode dar a resposta e é por isso que sua empresa precisa dele

Você já imaginou conseguir “prever” o comportamento futuro de seus clientes? Em poucas palavras, é exatamente essa a possibilidade oferecida pelo marketing preditivo. Com base em análise de dados, a prática permite orientar as decisões de marketing com muito mais precisão, e ganha cada vez mais espaço nas grandes empresas.

De acordo com pesquisa realizada pelo instituto norte-americano Everstring, 91% dos profissionais de marketing já implementaram ou estão implementando estratégias de marketing preditivo. Então, se você não quiser ficar para trás, é indispensável que conheça essa metodologia a fundo.

O que é o marketing preditivo?

Segundo este texto do blog da Salesforce, o marketing preditivo envolve o uso de big data para desenvolver previsões sobre os futuros comportamentos dos consumidores com maior precisão. Ou seja, usam-se dados, algoritmos e técnicas de machine learning na tentativa de prever situações que estão por vir.

>> Leitura recomendada: Sua empresa precisa entender o que é Big Data Analytics

Quem já é familiarizado com a análise preditiva deve ter entendido de que se trata de um modelo derivado dela. No caso do marketing preditivo, o uso dos dados é mais específico, dedicado a prever quais ações e estratégias mercadológicas têm mais possibilidades de serem bem sucedidas.

Aliás, a ciência de dados é outra tendência que você precisa estar por dentro. Considerada como uma espécie de intersecção entre diferentes áreas, a data science é formada por uma série de habilidades atuais. Entre elas, estão visão holística e estratégica, entendimento dos modelos de negócio, capacidade de identificar e priorizar problemas reais por meio de análises de bancos de dados.

Para entender melhor o assunto, não perca este nosso artigo sobre data science.

A importância no cenário atual

Assim como a análise preditiva, o marketing preditivo tem transformado a forma das empresas operarem. Este estudo, intitulado “Predictive Intelligence Benchmark Report” (Relatório de Benchmark de Inteligência Preditiva), traz dados sobre os comportamentos de compra nos Estados Unidos:

  • Abrangendo um período de 36 meses (de 2013 a 2014), o estudo mostra que, em média, as recomendações com base em análise preditiva dedicada ao marketing influenciaram 26,34% do total de pedidos;
  • Constatou-se, também, que essa influência no total de pedidos subiu de 11,47% no começo do uso do marketing preditivo para 34,71% no fim desse período de 36 meses.

De fato, a pesquisa revela uma parcela significativa de decisões de compra impactadas pela análise de dados.

Amazon, um exemplo incontestável

Um dos maiores casos de sucesso do uso de marketing preditivo é o da Amazon. Se você é usuário(a), deve conhecer as recomendações profundamente personalizadas que as páginas da gigante norte-americana oferecem.

Isto ocorre porque seus dados foram coletados a partir de suas últimas transações no site. E a computação cognitiva, neste caso, é poderosa: quanto mais produtos você adquire, mais refinadas ficam as recomendações. A Netflix opera em um modelo semelhante.

>> Leitura recomendada: A publicidade cognitiva vai revolucionar o marketing

Levando as recomendações a um novo patamar

Mas, no caso da Amazon, o uso do marketing preditivo não para por aí. A empresa analisa os produtos clicados pelos clientes no passado, além de outros itens em que eles demonstraram interesse, e os fornecedores com os quais preferiram fazer negócio.

O sistema ainda leva em consideração o período e a sazonalidade das compras, fornecendo notificações e outros estímulos nos momentos em que os consumidores estão mais propensos a comprar.

Toda essa inteligência permite recomendações altamente precisas. E isso, claro, leva não só ao aumento de vendas, mas ao aumento da satisfação dos clientes — tudo graças ao marketing preditivo.

O que considerar na sua estratégia de marketing preditivo?

Mostrar o que deu certo é fácil. Mas incorporar a análise preditiva às decisões estratégicas de marketing implica mudanças — e, em consequência, desafios.

Uma ferramenta de marketing pode encurtar o caminho da implementação. O passo mais importante é encontrar o software mais adequado para cumprir as tarefas envolvidas no marketing preditivo.

>>Leitura recomendada: Como automação do marketing pode agilizar as entregas

O já mencionado artigo da Salesforce lista os aspectos para você ficar atento em relação a essas ferramentas. Veja agora quais são:

  • Templates: a maioria dos softwares de marketing incorpora a tecnologia de análise preditiva em templates. Você pode fazer upload de seu próprio conteúdo e, então, integrá-lo ao modelo preditivo para otimizar a tomada de decisão nesse sentido.
  • Facilidade de integração: você deve optar por um sistema que possa integrar o marketing com outras áreas do negócio com contato direto junto ao cliente (por exemplo, vendas e serviços). Essa integração é chave em sua estratégia de marketing preditivo, uma vez que vai permitir que você acesse mais dados para prever melhor os comportamentos de clientes.
  • Usabilidade: priorize uma ferramenta de marketing que seja fácil de usar. Assim, será menos provável que seus colaboradores demonstrem resistência e tenham uma adaptação mais simples. Você sabe, não é fácil mudar a cultura de um time. Então, esse trabalho deve ser feito com cuidado.
  • Flexibilidade: a estratégia de marketing preditivo passa por uma ferramenta que seja customizada e adaptada ao seu negócio. Isto será particularmente importante durante o crescimento da sua empresa, já que a solução também pode ser escalável.

E, se você quiser conhecer outras tendências de marketing, leia este nosso artigo.

Análise preditiva com uma ferramenta de gestão online

E aproveitando que o assunto é novidade tecnológica, fica aqui uma última dica: testar uma ferramenta de gestão online.

O Runrun.it coloca todos os benefícios da tecnologia a serviço da sua gestão. Com ele, você enxerga os processos do seu negócio de forma clara e mantém a comunicação simples e direta entre suas equipes. A ferramenta ainda proporciona economia de tempo e de recursos, já que permite que você saiba exatamente quantas horas e quanto custa cada projeto.

Além disso, com algoritmos poderosos, a ferramenta dá estimativas reais de entrega e estimativas preditivas se um projeto tende a atrasar. É o braço direito do gestor, que automatiza o que é burocrático e permite à sua empresa não só prever, mas obter melhores resultados. Teste grátis agora mesmo: http://runrun.it.

 

Gif_Signup-1-1-3

2 thoughts on “Como o consumidor vai se comportar amanhã? O marketing preditivo pode dar a resposta e é por isso que sua empresa precisa dele

  1. Olá passando para dizer que gostei muito do seu conteudo, trabalho com vendas pela internet e esse tipo de conteudo sempre ajuda… abração!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>