Você quer aumentar a transparência no ambiente de trabalho? Comece implantando a mensuração de resultados

Você quer aumentar a transparência no ambiente de trabalho? Comece implantando a mensuração de resultados

Com bastante frequência, aqui no blog nós abordamos a questão da transparência na gestão. Já dedicamos um post à transparência organizacional e outro à transparência e ao controle. Também falamos de forma recorrente sobre a importância da mensuração de resultados e de recursos — um exemplo é este post, sobre como mensurar e alocar o tempo.

É fato que a transparência e a mensuração de resultados estão interligadas. Mas, como faltava um texto dedicado exclusivamente a essa relação, agora vamos refletir sobre a importância de se medir para deixar tudo às claras — principalmente no que se refere ao ambiente interno.

Pois nada é tão contraproducente quanto colaboradores que se sentem à margem da operação, vendo-se privados de conhecer os resultados de seus próprios esforços. Caso isto aconteça, coloca-se em risco a confiança, que é o alicerce de qualquer relação.

Nos Estados Unidos, 25% dos colaboradores não confiam nos chefes

O problema de (falta de) confiança no ambiente de trabalho, hoje em dia, é grave. Uma pesquisa realizada pela American Psychological Association (Associação de Psicologia dos Estados Unidos) revela que um quarto dos trabalhadores do país não confia em seus empregadores. O estudo foi realizado com 1.562 profissionais. E mais: somente cerca da metade deste contingente acredita que seus chefes são abertos e francos.

Esta falta de confiança está intimamente relacionada à falta de transparência — e de mensuração de resultados no ambiente de trabalho. Uma liderança transparente e “bem mensurada” é fator indispensável para o cultivo de uma cultura de confiabilidade entre gestores e seus colaboradores.

Mensuração de resultados para criar a “atitude de dono”

Quando os times têm acesso às informações chave para suas operações, fica muito mais fácil engajá-los no propósito da empresa, além de estimular a atitude de dono — o tão valorizado ownership. Ou seja, colaboradores que se sentem tão responsáveis pelo sucesso do negócio como se fossem donos, sócios. Por conta disso, se tornam “vigilantes” dos valores e da cultura organizacional da empresa.

Se você, desde cedo, alimentar uma cultura de atitude de dono, seus esforços serão multiplicados pelos seus colaboradores. Você poderá investir suas energias em tarefas essenciais da gestão enquanto os outros membros da equipe desempenharão suas tarefas satisfatoriamente.

E, quando for o caso, irão buscar auxílio com você e com outros membros mais experientes, porque eles estarão motivados pela sua própria busca por sucesso. Para saber mais, leia este nosso artigo sobre atitude de dono.

Porém, não é só o ownership que a mensuração de resultados e a transparência cultivam. De acordo com este artigo do Entrepreneur, elas são indispensáveis para:

1. O cultivo de relações melhores

Sabe-se que os colaboradores não se demitem de seus trabalhos, mas sim de seus chefes. Em 2014, uma pesquisa da empresa norte-americana Career Builder revelou que 37% dos 3.008 funcionários participantes estavam propensos a abandonar seus postos, devido a opiniões negativas sobre a performance de seus chefes.

Quando se trata de construir sólidas relações no ambiente de trabalho, a confiança é o principal alicerce. Vejamos o exemplo da plataforma conversacional para marketing Unbounce. A empresa elevou a transparência a um novo patamar com seu blog “Inside Unbounce” (Por dentro da Unbounce). Trata-se de uma página da organização comandada por todos os colaboradores, sem curadoria específica.

A iniciativa não só expressa transparência para potenciais candidatos a trabalhar lá, clientes, stakeholders, entre outros, mas também mantêm os colaboradores da empresa envolvidos e atualizados em relação ao que acontece de importante na organização, nos sucessos e por aí vai.

2. O alinhamento mais profundo

Quando se trata de transparência, os funcionários alinhados significam, para o gestor, analisar a estrutura da empresa e entender o papel de cada colaborador dentro dela.

Isto é facilmente obtido quando os líderes dão o exemplo. Liderança transparente por meio da mensuração de resultados gera colaboradores que entendem a visão da empresa, e que sabem como o seu trabalho vai ajudar a atingir os objetivos principais.

Um bom exemplo dessa prática é a empresa de Inbound Marketing HubSpot. A organização tem um “Wiki” que inclui dados financeiros (balanços, lucros, prejuízos, etc), agenda de reuniões da diretoria e da gerência, tópicos estratégicos, história da empresa. Enfim, basicamente tudo o que os colaboradores precisam saber para ficarem bem alinhados com os princípios da empresa.

>> Leitura recomendada: Avaliação 360 graus para a sua gestão

Como começar a mensurar resultados agora?

Estamos falando muito sobre transparência, mas faltam as dicas práticas para te ajudar a obter uma mensuração de resultados para ontem. Claro que pode se tratar de uma profunda mudança de cultura organizacional — e, por isso, levar um certo tempo para ser implantada. Mas existem algumas práticas que podem ser iniciadas hoje.

>> Leitura recomendada: Os três pilares da cultura organizacional

Uma primeira iniciativa é adotar métodos de avaliação de desempenho do seu time. O processo pode ser dividido em três etapas básicas:

1 – Avaliação diária: mantenha-se atento ao colaborador que será avaliado, sobretudo em relação aos detalhes. Com isso, você conseguirá analisar aspectos como o relacionamento dele com a equipe, o comprometimento, a postura, os progressos e as limitações, sempre oferecendo um feedback ao funcionário.

2 – Identificação de problemas: Para resolvê-los junto ao avaliado e manter a produtividade da empresa. Não é o momento de criar atritos com o colaborador nem dispensá-lo (o que geraria despesas significativas); os contratempos podem ser solucionados com conversa e motivação em prol de bons resultados.

3 – Entrevistas periódicas: Elas permitem analisar a evolução do funcionário. E, se necessário, adotar medidas, que servem como termômetro para entender se há condições de evolução ou reversão de alguma situação fora do padrão.

Outra forma de acompanhar performances e mensurar resultados é por meio de métricas. Este artigo sobre métricas de marketing traz tudo o que você precisa saber sobre indicadores neste campo. Já este artigo, sobre indicadores de desempenho, traz lições mais gerais sobre mensuração tanto de performance quanto de resultados.

>> Leitura recomendada: [Ebook] O Líder Criativo: Usando dados para coordenar pessoas

E lembre-se: ao compartilhar esse conhecimento com seus funcionários, você certamente contribuirá para relações de maior confiança com eles e com um ambiente de trabalho mais transparente.

Mensuração de resultados com uma ferramenta on-line

O Runrun.it é uma ferramenta de gestão de tarefas, de fluxo de trabalho e integração do time, e pode contribuir valiosamente para sua mensuração de resultados. Os status dos trabalhos ficam mais claros e você ainda pode utilizar a plataforma para que todos deem feedback de forma organizada e produtiva.

Com isso, a comunicação fica toda organizada de forma transparente, todos ficam a par do que está acontecendo em cada etapa de um projeto e você sabe exatamente os resultados trazidos por esse trabalho. Faça um teste grátis agora mesmo: http://runrun.it

 

Gif_Signup-1-1-3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>