Nimble leadership: liderança fácil e ágil para a empresa do futuro

Nimble leadership: liderança fácil e ágil para a empresa do futuro

Nimble leadership – ou liderança ágil, em português – é um tipo de liderança cujas principais características são responder rapidamente às mudanças e a capacidade de reagir de forma rápida e efetiva quando um novo problema surge. 

Por exemplo, se uma área de negócios está mudando rapidamente, o líder é capaz de responder de forma ágil aos novos desafios, além de desenvolver soluções inovadoras. 

Quer saber mais sobre a liderança ágil e como adotar na sua empresa? Então confira o que você vai encontrar nesse artigo: 

 

Características da liderança ágil

A nimble leadership possui algumas características específicas. São elas: 

  • Confiança nas equipes: o líder precisa confiar em sua equipe para concluir seus projetos de maneira eficaz. Ou seja, é preciso fazer um esforço para evitar a microgestão – problema que ocorre quando os gestores são inseguros com relação ao trabalho de suas equipes e se intrometem desnecessariamente nos detalhes das tarefas de cada colaborador, muitas vezes, de forma contínua e obsessiva.
  • Clareza e objetividade: na liderança ágil, o gestor deve se preocupar em fornecer para sua equipe uma visão clara do fluxo de trabalho e uma orientação precisa com relação aos objetivos específicos da organização. Além disso, ele precisa ser capaz de superar obstáculos com certa rapidez e fornecer um caminho tranquilo para que sua equipe possa seguir cumprindo as metas e efetuando entregas de qualidade.
  • Foco nas necessidades dos clientes: uma empresa ágil sempre coloca o cliente em primeiro lugar e se preocupa em colher seu feedback em diversas etapas do desenvolvimento dos projetos. 
 

Isso diminui os riscos em relação ao desenvolvimento do projeto dado que, efetuando apenas uma entrega ao final, a chance de haver desacordos em relação a expectativa do cliente é muito maior do que se essa entrega é feita de forma fracionada. Com o projeto em andamento, fica muito mais fácil e rápido se adaptar e fazer adequações de acordo com a resposta do cliente, diminuindo assim o número de horas gastas com refações e, consequentemente, o custo do projeto para a empresa. 

Como incorporar a nimble leadership na cultura da empresa

A cultura de uma empresa envolve um sistema específico de valores, crenças e comportamentos organizacionais. Segundo artigo de Joseph Flahiff, autor do livro The New Agile Manager, para desenvolver a nimble leadership na sua organização, é vital incorporar nesse conjunto a capacidade de se adaptar rapidamente às mudanças e cultivar uma mentalidade de melhoria contínua.

Além disso, a cultura da empresa que deseja se tornar mais ágil precisará adotar valores como transparência e honestidade, além de uma visão mais realista da organização em si e de seu entorno. E, essencialmente, colocar o interesse do cliente acima de todos os outros fatores.

Uma empresa ágil também precisa ter equipes engajadas e organizadas, com colaboradores motivados. Ou seja, é importante criar uma cultura onde todos se sintam livres para expressar sua opinião, pois idéias e soluções inovadoras só surgem à medida que o pessoal se sente à vontade para se manifestar. E, mesmo que a opinião de alguém seja diferente da dos gestores, todos devem sentir que suas idéias são bem-vindas na empresa. Portanto, incentive os membros da equipe a comunicar seus pensamentos. 

Assim, para incluir a nimble leadership na cultura da empresa, é preciso incorporar os seguintes valores e comportamentos:

  • rápida adaptação a mudanças
  • melhoria contínua
  • transparência e honestidade
  • visão realista do cenário interno e externo
  • engajamento e organização nas equipes
  • liberdade de expressão
 

>> Leitura recomendada: Metodologia ágil: um presente da indústria de software 

2 fatores essenciais para a nimble leadership

Os dois principais fatores necessários para o desenvolvimento da nimble leadership são: colaboração e comunicação

A colaboração com clientes e investidores é uma parte importante do gerenciamento de qualquer negócios bem-sucedido, enquanto que a comunicação eficaz entre equipes e desenvolvedores é uma necessidade primeira para a entrega de um produto ou serviço  valioso aos clientes. 

Assim, um líder ágil deve se preocupar em promover um ambiente em que os colaboradores desenvolvam suas habilidades de colaboração e consigam se comunicar bem.

Para isso, você pode implementar sessões de treinamento para ajudar sua equipe a aprender como colaborar e se comunicar melhor. Além disso, pode ser necessário incorporar ferramentas e plataformas de gerenciamento do trabalho para tornar a comunicação rápida e eficaz entre os membros da equipe.

3 tipos de liderança ágil 

De acordo com este artigo da Harvard Business Review, existem três tipos de líderes que se encaixam no conceito de nimble leadership. São eles: líderes empreendedores, líderes capacitadores e líderes estrategistas, ou “arquitetos”. Em uma organização ágil, é comum encontrarmos os três tipos, cada um atuando à sua maneira em determinado cargo de gerência. Vejamos quais são as características específicas de cada um deles. 

1.Líderes empreendedores

Líderes empreendedores não costumam deixar passar boas oportunidades de crescimento e  trazem visões inovadoras que organizam melhor a sua área de atuação. Uma de suas maiores qualidades é a autoconfiança: não medem esforços na hora da ação e assumem riscos quando necessário. 

Mas isso não significa que estão sempre agindo por impulso. Líderes empreendedores têm uma mentalidade estratégica, procuram conhecer bem seu negócio e ter uma visão realista do mercado. Todas essas qualidades, em conjunto, tendem a fortalecer a empresa e torná-la capaz de responder rapidamente a novos desafios.

2.Líderes capacitadores

Os líderes capacitadores costumam ser mais experientes e são os responsáveis ​​por ensinar outros gestores a liderar suas equipes. Eles são ótimos em estabelecer conexões entre equipes, áreas e outros gestores para promover a criatividade e trazer mais soluções para a mesa na hora de superar obstáculos. 

Esses líderes também ajudam as pessoas a pensar em seu desenvolvimento pessoal, combinando as necessidades dos negócios com as necessidades dos colaboradores. E, além disso, estão sempre abertos a dar (e também receber) feedback para sua equipe. Assim, é mais fácil pensar em um líder capacitador como um coach ou mentor, e não somente como um chefe.

>> Leitura recomendada: 7 dicas de como dar e lidar com a crítica construtiva no ambiente de trabalho

3. Líderes estrategistas

Os líderes estrategistas são, geralmente, membros do board, gerentes e supervisores seniores de uma organização. Esse tipo de líder tende a se concentrar mais na big picture e em questões relacionadas à cultura, recursos e estrutura da empresa. São responsáveis por operar grandes alterações estruturais, respondendo rapidamente a mudanças tanto no cenário interno quanto externo. 

Torne sua empresa mais ágil 

Ter agilidade na hora de se adequar às mudanças e responder com eficácia e rapidez a todo tipo de problema são os grandes desafios que todo líder ágil enfrenta no seu dia a dia.  

Mas, se você quer mesmo adotar a nimble leadership como modelo de gestão na sua empresa, você pode usar a tecnologia a seu favor. O Runrun.it é uma plataforma de gestão do trabalho está aqui para te acompanhar nessa jornada de liderança.

No software, você poderá incluir todas as demandas e etapas que compõem seus processos, assim como delegar tarefas para cada membro da sua equipe. Com um fluxo de trabalho claro e os objetivos bem estabelecidos, fica mais fácil criar uma relação de confiança com seu time para realizar entregas de qualidade, assim como promover a colaboração e a comunicação entre equipes e clientes. Comece agora! Faça um teste gratuito: https://runrun.it/

nimble leadership

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>