Orçamento estático e orçamento flexível: dicas para escolher a melhor forma de estimar o quanto sua área consumirá num período

Orçamento estático e orçamento flexível: dicas para escolher a melhor forma de estimar o quanto sua área consumirá num período

Um dos conceitos que defendemos aqui no blog é o de que não existe “bala de prata” quando o assunto é gestão. Cada empresa tem suas particularidades, sua forma de operar. Por isso, é importante sabermos o máximo possível sobre as diferentes ferramentas para cada necessidade. E um dos assuntos mais delicados quando falamos sobre gestão é, certamente, o dinheiro. Pensando nisso, neste texto vamos conhecer melhor a diferença entre orçamento estático e orçamento flexível. Você sabia que existem essas duas definições?

Falando em dinheiro, se você quiser aprender mais sobre como administrar melhor as finanças de sua empresa e ter um bom controle de gastos, recomendamos a leitura do texto “17 dicas imperdíveis para o controle de gastos da sua empresa” e também do texto “Tem vazamento na sua empresa? Estas dicas de redução de custos ajudam a resolvê-lo“.

Conceituando…

Já vimos aqui no blog o texto “Como fazer um orçamento empresarial? Confira o passo a passo“. Nele, falamos um pouco sobre como organizar as finanças de sua empresa e prever os gastos de forma planejada. Esta análise geral, no entanto, não cobre toda a infinidade de modelos criados por gestores e estudiosos. Se já demos o primeiro passo com o texto anterior, é hora de aprofundarmos o conceito.

Antes de tudo, é importante sabermos que orçamento estático e orçamento flexível não são os dois únicos tipos de orçamento empresarial praticados no mercado. Apenas para ficar nos exemplos mais conhecidos, podemos citar, além destes dois, o orçamento contínuo, o orçamento revisado ou Forecast, o orçamento Base Zero ou OBZ, o orçamento Base Histórico, o orçamento matricial e o orçamento colaborativo ou descentralizado.

Mas voltemos às duas estrelas do texto de hoje. Primeiro, vamos descobrir o que é cada um. Embora o nome já dê uma boa dica, é bom detalhar:

O que é orçamento estático?

Nesta modalidade de orçamento empresarial, os cálculos de todas os itens de um orçamento, tais como receitas, custos, despesas e investimentos, são feitos a partir de estimativas pré-fixadas. Estas estimativas podem ser de produção, de vendas ou de qualquer outra variável que a empresa deseje usar como norte. Com esses valores definidos, a área que distribui verba para as demais consegue prever com o orçamento para cada uma. E a partir dele, é possível entender qual será o gasto máximo com pessoal, matéria prima, fornecedores e outros.

Uma vez que este número é fixado, a empresa segue com os valores mesmo que haja alguma alteração, seja na demanda, na produtividade ou nos resultados. Para o leitor mais atento, pode parecer uma má ideia esse “engessamento”. Mesmo assim, muitas empresas, especialmente as de grande porte, praticam o orçamento estático.

O que é orçamento flexível?

O orçamento flexível é uma modalidade de orçamento empresarial que considera de forma mais atenta os custos variáveis de uma empresa. Na realidade, de forma mais livre, pode-se dizer que a prática do orçamento flexível considera quase tudo como custo variável. As peças orçamentárias não mais são fixadas com base em uma estimativa pré-determinada de produção ou vendas. Agora, admite-se uma variação dos recursos disponibilizados para custos, despesas e investimentos conforme a variação dos resultados.

Por exemplo: É aceitável que uma empresa gaste mais em matéria prima ou logística para vender o dobro do que vendeu no mês anterior, certo? Estes gastos, afinal de contas, são o que chamamos de gastos variáveis. Mas, e se a empresa tiver, por exemplo, que aumentar seu quadro de funcionários para atingir esta meta de dobrar as vendas? No orçamento flexível, a empresa tem a liberdade de adaptar seu orçamento empresarial para cada mudança de cenário.

É importante lembrar que, para elaborar um orçamento flexível eficiente, a empresa tenha clara a distinção entre custos e despesas. O que será “flexível” são os custos, e as despesas manterão seu cálculo estático ou tradicional. Conhecer bem sua empresa é o primeiro passo para tomar essas decisões. Para saber mais sobre gerenciamento de riscos, recomendamos este texto.

Qual é o melhor método de orçamento empresarial para mim?

Reforçando: para cada empresa e cada caso, uma solução ou abordagem diferente. Vamos listar abaixo alguns motivos para você escolher cada modelo de orçamento para sua empresa:

Por que usar um orçamento estático:

Em empresas de maior porte, pequenas flutuações em cada área geralmente acarretam impactos pequenos, que se diluem na organização e não justificam um planejamento mais versátil.

Como não há mudanças no meio do caminho, o acompanhamento dos planos é muito mais simples, envolve menos profissionais e muito menos recursos.

A elaboração do orçamento é muito mais rápida, pois leva menos variáveis em consideração. Quase não há manutenção no orçamento, seja com revisões ou transferência orçamentárias. Faz com que os gestores que elaboraram o orçamento fiquem mais atentos às áreas onde ele não funcionou, impulsionando o monitoramento de tendências e desvios.

Com este monitoramento, o próximo orçamento estático será mais preciso, mantendo, no entanto, as vantagens acima.

Por que usar um orçamento flexível:

Empresas de menor porte podem aplicar esta metodologia de forma mais fácil, pois os departamentos são reduzidos e as alterações de rumo são mais ágeis.

As peças orçamentárias têm maior valor ou significado para o processo de acompanhamento em caso de mudanças de cenário.

A empresa tem a oportunidade de aproveitar bons momentos do mercado para maximizar lucros e aumentar as vendas de forma dinâmica e veloz.

De forma semelhante, ela tem a possibilidade de proteger-se de fases ruins do mercado, minimizando perdas e reagindo de forma mais eficiente.

Vamos entender melhor as finanças da sua empresa? Vale a pena ler mais sobre índices de rentabilidade e índices de lucratividade aqui e aqui.

E aproveitando que você já fez seu orçamento, que tal economizar na tributação? Aprenda mais sobre lucro real no texto “Lucro real: dicas para você escolher e utilizar melhor o seu regime tributário“.

Montando seu orçamento empresarial com inteligência

Como pudemos ver, cada método tem suas vantagens e desvantagens. No entanto, sabemos o quanto um orçamento bem planejado pode facilitar o funcionamento de sua empresa. Para manter seus profissionais focados no planejamento e ter todo o suporte que você precisa para você e sua equipe, conte com ferramentas de gestão como o Runrun.it.

Com o Runrun.it, você organiza seus custos e despesas, adapta o rumo da sua empresa a cada mudança e consegue trabalhar com muito mais facilidade e produtividade. Teste grátis: http://runrun.it

Gif_Signup-1-1-3

6 thoughts on “Orçamento estático e orçamento flexível: dicas para escolher a melhor forma de estimar o quanto sua área consumirá num período

  1. Cadê a data de postagem,
    cadê o nome do autor,
    o blog tem o hábito de não postar essas informações ou elas estão ocultas para mim:

    1. Oi Fernando, tudo bem?
      O nome do autor está no fim da página, logo acima à caixa de comentários.
      Já a data realmente não é exibida, mas se precisar dessa informação é só nos contatar e fornecemos.
      Continue nos acompanhando.
      Obrigado e abraços!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>