Você quer conhecer tudo sobre uma empresa de software? Aproveite as oportunidades de um mercado em franco crescimento

Você quer conhecer tudo sobre uma empresa de software? Aproveite as oportunidades de um mercado em franco crescimento

Já faz tempo que o mercado de tecnologia anda em alta. As oportunidades nesse campo não param de surgir, e listas com as últimas tendências são publicadas a todo momento. Em 2017, como não poderia deixar de ser, apostas em inovações tecnológicas continuam dominando as projeções. E, como tem muita gente querendo entrar no segmento, elaboramos um passo a passo para se entender como funciona uma empresa de software.

Comecemos derrubando alguns tabus sobre empresas de software. Muita gente imagina que se tratam de organizações que apenas vendem software/programas prontos; porém, o grande diferencial de uma empresa de software é o fato de que ela elabora programas que possam facilitar a vida de cada cliente, gerando valor a partir de demandas bem específicas que eles tenham.

Com a informatização de processos administrativos e a utilização de armazenamento de dados na “nuvem”, tornou-se comum a busca por softwares de organização da gestão. O Runrun.it, por exemplo, é um deles.

Time, otimização de tempo e equipamento: as bases para começar

O principal pré-requisito para uma empresa de software é a mão de obra qualificada. Sem uma equipe preparada e engajada, é impossível não apenas desenvolver um software como atualizá-lo, uma vez que o ideal é que atendam a determinadas necessidades de mercado.

Além disso, você precisa usar o tempo com sabedoria. Por isso, tentar ter “modelos” pré-prontos é uma boa forma de economizar tempo, já que você terá o esqueleto, a estrutura básica do produto.

Estrutura enxuta

A estrutura da sua empresa não precisa ser nada excepcional. O mais importante é dispor de computadores de qualidade, com boas configurações e um pacote de internet veloz.

Sua empresa pode ser montada em uma “salinha” da sua própria casa, se não houver condição de alugar uma peça comercial. O interessante desse segmento de negócio é que uma estrutura física de alto valor não é necessária, já que o serviço é prestado virtualmente ou exige apenas de um espaço pequeno para atender o cliente.

Como a base dos seus clientes virá da internet, principalmente caso você monte uma empresa virtual, será preciso dedicar (muita) atenção ao marketing. Aqui no blog temos vários artigos que podem te ajudar a vender melhor seu peixe: 8 formas de ser mais produtivo no marketing de conteúdo e um ebook sobre gestão produtiva de marketing digital, por exemplo.

Os custos de uma empresa de software

Como já mencionamos, a sua empresa não terá custos tão elevados quanto o de outros negócios, já que os gastos com estrutura e pessoal serão baixos (não é preciso um ponto comercial bem localizado ou até mesmo de funcionários como secretárias, etc).

Uma boa forma de atingir um público maior e de ter um baixo custo é abrir uma empresa de software online. O custo será mínimo, e a probabilidade de montar uma carteira de clientes sólida é grande; ainda mais se o seu produto enfrentar pouca concorrência.

Sim, baixa concorrência. É verdade que existem milhares de empresas que trabalham com software; mas a grande maioria não trabalha com o desenvolvimento de softwares. Assim, ficam restritas aos programas que adquirem de terceiros para comercializar.

Resumindo, pode ser uma boa opção para quem tem uma grande ideia mas não dispõe de grandes quantias para investir. Fazendo uma conta de padaria: com água, luz, internet, hospedagem de um site, criação de um site, domínio e, digamos, um funcionário, você conseguiria abrir sua empresa com um investimento de R$ 5 mil, mais ou menos.

Compondo o preço do seu produto

Um dos pontos mais importantes de um negócio de software é a formação de preço de vendas. Para isso, é fundamental manter um capital de giro no seu negócio, porque alguns clientes podem desejar efetuar o pagamento no momento da entrega do serviço, o que pode desfalcar o orçamento.

Mais uma vez, uma empresa de desenvolvimento de software pode ser a melhor opção de negócio na atualidade. Pois apresenta uma relação custo/benefício atraente, exige baixo investimento e com diversos cursos de capacitação para os profissionais da área.

Foco no planejamento

Nos negócios, assim como na vida, planejamento é indispensável. Você quer ter sucesso com uma empresa de software e passar longe do risco de ir a falência? Então invista bastante tempo num planejamento.

Isso implica estruturar a empresa, analisar todas oportunidades, descobrir o público alvo, procurar os possíveis riscos, encontrar planos alternativos, fazer controle de caixa, campanhas de marketing, elaborar toda uma estratégia e caminho a ser seguido, etc.

Quando você desenvolve um planejamento de negócio, consegue mensurar as possibilidades de ele dar certo ou não. Isto porque reúne uma grande quantidade de informações valiosas.

E, com um planejamento é que, após tê-lo, o proprietário da empresa de software raramente se distanciará das metas e objetivos, seguindo um caminho previamente traçado.

É importante que o planejamento de negócio seja revisado e alterado com o decorrer do tempo, já que existem fatores externos e internos que podem influenciá-lo, exigindo sua alteração/atualização.

Artigos que você também vai querer ler:

 

Vendendo o seu software

Vender o serviço é um dos pontos fundamentais de qualquer negócio. É neste momento que você receberá o dinheiro e, em contrapartida, executará a atividade.

Existem duas etapas na negociação com o cliente: a venda, sobre a qual você pode aprender mais neste artigo sobre vendas, e o atendimento. Em uma empresa de software, o atendimento e pós-venda ganham enorme importância, já que raramente o software desenvolvido ficará exatamente ao esperado no momento da entrega; será preciso fazer ajustes.

Como o serviço será prestado online (opção menos custosa), para conseguir maximizar as vendas, uma boa dica é colocar em prática o famoso funil. O funil de vendas tem como objetivo aumentar a taxa efetiva de visitantes que se tornam compradores.

Enfim, como já dissemos, marketing e propaganda são essenciais para vender seu peixe. Boas técnicas de SEO e investimentos nesse setor são ações que poderão lhe trazer clientes; afinal, não basta ter um negócio incrível se ninguém o conhecer.

Exemplos para você entender melhor

Quando se fala em empresa de software, é impossível não se pensar em Vale do Silício. E em organizações como o Google. Aqui, no blog, temos vários artigos interessantes sobre como funcionam as coisas na empresa: este, sobre o ambiente de trabalho do Google; este, sobre a administração do tempo por lá. Vale conhecer um pouco mais sobre a rotina diária de uma das maiores empresas de software do planeta.

Escolha bem o seu braço direito

Agora, na montagem de uma empresa de software, aplicativos que ajudam a gestão podem fazer toda a diferença. O Runrun.it é um deles. É um gestor online de tarefas, tempo e desempenho, 100% brasileiro, que vai ajudar a sua equipe a ganhar eficiência e, a sua empresa, a produzir com mais transparência e custos reduzidos. Ou seja, o braço direito do gestor. Faça aqui o teste grátis: http://runrun.it

Gif_Signup-1-1-3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>