O que é entrega contínua e como ela pode ajudar seu time de marketing

O que é entrega contínua e como ela pode ajudar seu time de marketing

Um dos maiores desafios para uma empresa em crescimento é manter a leveza e a agilidade de quando era uma startup ou de pequeno porte. Principalmente se considerarmos o número maior de funcionários e espaço físico, já que é difícil preservar a mesma rapidez nas operações. A indústria de software já enfrenta esse desafio há tempos e concebeu a entrega contínua, um caminho para manter o pé no acelerador sem danos.

É uma filosofia que vale para os mais diversos segmentos – como o de marketing, inclusive. Por isso, vale a pena você conhecer mais sobre ela e entender como aplicá-la na sua empresa.

 

O que é entrega contínua?

Como praticamente todas as metodologias de gestão para as indústrias de softwares, encontramos a origem da entrega contínua no Manifesto Ágil. Mais especificamente no seguinte trecho:

“Nossa maior prioridade é satisfazer o cliente, por meio da entrega adiantada e contínua de software de valor.”

Assim sendo, entrega contínua é uma abordagem de engenharia de software em que as equipes produzem em ciclos curtos, garantindo que os softwares possam ser lançados a qualquer momento e de forma confiável. Destina-se a criar, testar e liberar software mais rapidamente e com maior frequência.

Os pontos principais do Manifesto Ágil

Como a entrega contínua tem tudo a ver com a metodologia ágil, que tem o objetivo de flexibilizar e reduzir burocracias, retomamos os principais pontos valorizados pelo Manifesto:

  • Indivíduos e interação entre eles mais do que entre processos e ferramentas;
  • Software em funcionamento mais que documentação abrangente;
  • Colaboração com o cliente mais do que negociação de contratos;
  • Responder a mudanças mais que seguir um plano.
 

Com base nesses princípios a entrega contínua ajuda a reduzir o custo, o tempo e o risco de se entregar alterações, permitindo assim atualizações mais incrementais para aplicações em produção.

E, assim como a metodologia ágil – que também teve origem nas empresas produtoras de softwares -, a entrega contínua tem tudo para fazer o mesmo pelo seu time de marketing. Porque pode ajudar você a entregar serviços de valor de modo mais controlado, rápido e confiável.

Como funcionam as estregas contínuas?

A entrega contínua baseia-se numa lógica bastante simples: quanto mais tempo se passa antes da entrega de um produto ou serviço, maiores serão os custos do projeto e menor será a viabilidade financeira para os desenvolvedores. Isso de fato foi transformado com a chegada da gestão ágil no meio tecnológico. 

Como os princípios do Agile também ganharam repercussão em outros segmentos, o dinamismo das atividades é visto no Agile marketing, onde as entregas contínuas satisfazem o cliente com o valor agregado dos produtos, serviços e funcionalidades disponibilizadas. 

A entrega contínua refere-se à implementação de softwares de forma automatizada e sob demanda, independentemente do estágio de vida do projeto. Nessa metodologia, o produto ou o serviço é disponibilizado em tempos muito mais curtos, com menor custo, de maneira mais objetiva, sem comprometer a qualidade.

Uma vez que a entrega contínua pressupõe um ambiente de negócios em que os requisitos mudem de forma permanente, é fundamental que os times envolvidos sejam flexíveis e muito organizados, além de habituados a trabalhar em sintonia fina. Em outras palavras: que saibam empreender um verdadeiro “nado sincronizado” da programação.

Como aplicar as entregas contínuas

Como é comum que os departamentos de marketing ainda desenvolvam projetos em cascata – método no qual as atividades são divididas em etapas e, só quando uma etapa é finalizada/entregue/aprovada, outra se inicia -, está mais do que na hora de incorporar os aprendizados oferecidos pela galera de TI.

Nesse contexto, a entrega contínua pode ser utilizada em vários aspectos: para aumentar o alinhamento com os objetivos comerciais da organização e da equipe de vendas, para melhorar a comunicação interna e para aumentar a velocidade e a capacidade de resposta.

>> Leitura recomendada: Mais com menos: redução de custos para equipes e empresas de marketing digital

Depois de toda essa contextualização, vamos explicar  a seguir de que forma a entrega contínua e o pensamento ágil podem ser implementados no seu ambiente de marketing.

1. Alinhar e definir expectativas da equipe

Quando você estruturar uma equipe, assegure-se de que os objetivos do projeto ou da campanha estejam bem alinhados. Para que a entrega contínua funcione, são necessários: colaboração contínua e total de seu time, velocidade, aceitar o inesperado, esforço pela simplicidade, responsabilidade e, acima de tudo, colocar o cliente no centro de todas as decisões.

>> Leitura recomendada: Motivando o time de marketing: dicas e metodologias que não podem faltar na sua gestão

2. Analisar os dados para identificar as oportunidades

O trabalho de fato começa com o desenvolvimento de insights a partir do data-driven marketing, pontos de dor, problemas ou oportunidades. Todas as manhãs, é possível realizar uma daily, reunião em que cada membro da equipe dá um relatório rápido sobre o que foi feito e o que será realizado. Esta é uma prática poderosa para gerar comprometimento.

3. Desenhar e priorizar testes

Para cada oportunidade identificada, a equipe deve propor ideias sobre como melhorar a experiência. Para cada hipótese cria-se um método de teste e define-se indicadores-chave de desempenho, também conhecidos como KPIs. Ideias priorizadas são colhidas no topo da fila para serem testadas imediatamente.

4. Definir um processo

Depois que você definir os detalhes do projeto inicial, certifique-se que você tem um fluxo de trabalho bem estruturado, para ter certeza que você não está esquecendo nenhuma etapa. Peça para as equipes que esquematizam os processos que levam a entrega de uma tarefa, conectando cada ação. Assim, fica evidente para todos o que deve ser feito durante o período de testes.

5. Executar testes

A equipe faz os testes em “sprints” de uma a duas semanas para validar se as abordagens propostas funcionam. Por exemplo, mudar uma oferta para um determinado segmento ou fazer um teste A/B de uma landing page. O objetivo desses testes pode ser, por exemplo, aumentar a taxa de conversão.

6. Confirmar a ideia com base nos resultados

A equipe deve ter mecanismos de rastreamento eficazes e sem falhas no local para informar rapidamente sobre o desempenho de cada teste. O líder de equipe vai revisar os resultados dos testes e decidir como escalar o que foi mais promissor.

Uma boa liderança faz a diferença

Ao implementar na sua empresa a metodologia de entrega contínua, tenha em mente que é importante ter um início bem desenhado. E para garantir o sucesso do novo processo é importante manter os colaboradores motivados e engajados sempre.

>> Leitura recomendada: Liderança e motivação: teste de engajamento do seu time

Uma pesquisa da Harvard Business Review comprova isso. Realizado por Brad Staats (Universidade da Carolina do Norte), Matthias Holweg e David Upton (Universidade de Oxford), o estudo avaliou 204 projetos lean, do banco europeu, iniciados entre 2012 e 2017. Os resultados mostraram, em progressão, que inicialmente a performance dos projetos avaliados melhorou 10%, após o primeiro ano esse número subiu para 20% e dois anos depois o resultado subiu para 31%.

Porém, ao analisar mais a fundo os dados, eles perceberam que conquistar bons resultados não é tão simples, já que 21% dos projetos não apresentaram melhorias. Entre os 79% que apresentaram alguma melhora, muitos regrediram: após um ano, 73% estavam apresentando progresso, porém depois de dois anos esse número caiu para 44%.

Dessa forma, somando os projetos que não apresentaram resultados satisfatórios com aqueles que tiveram melhorias temporárias, pouco mais de um terço mantiveram os ganhos após dois anos.

Para entender o porquê dessa queda, os pesquisadores entrevistaram gestores do banco e especialistas em metodologias lean e ágil para entender o que pode ser feito para garantir o sucesso da aplicação de uma nova metodologia na empresa. As conclusões foram:

1. Comunicação: seja transparente e crie um projeto que esteja de acordo com os objetivos da empresa;

2. Foco: direcione os esforços para os pontos que apresentam problemas e cuja solução trará benefícios para os colaboradores;

3. Engajamento: incentive os líderes a atuarem como guia dos colaboradores, permitindo que pequenas conquistas aumentem a motivação dos funcionários.

Apesar da pesquisa tratar sobre projetos com metodologia lean, é fácil fazer uma analogia com a aplicação da entrega contínua para equipes de marketing, ainda mais levando em consideração o tópico engajamento. Isso porque quando não há uma liderança eficiente, capaz de guiar os colaboradores pelas adversidades, é muito provável que no primeiro obstáculo o time perca o ânimo. 

Afinal, começar um novo projeto é bem mais excitante do que continuar um plano. O pesquisador Brad Staats lembra que “é sempre mais fácil começar algo, seja perder peso, ir para a academia ou para de fumar. Se já é difícil fazer com que essas mudanças individuais se tornem hábitos, transformar mudanças organizacionais em ideias fixas é ainda mais complicado”.

Uma ferramenta para a entrega contínua

Se o seu objetivo é melhorar a velocidade, previsibilidade e transparência da sua entrega, você pode contar com um software de gestão para engajar seus colaboradores e adaptá-los rapidamente a qualquer método ágil.

Com o Runrun.it, você pode realizar a gestão de tarefas e projetos, organizar o fluxo das demandas, centralizar as informações essenciais em uma só tela, além de compartilhar materiais e solicitar aprovações para clientes e profissionais externos com o usuário convidado. 

Experimente um gerenciador de tarefas completo e que ainda ofereça relatórios qualificados para a sua tomada de decisão. Crie sua conta grátis: http://runrun.it

enrtrega contínua” width=

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>