Gestão de fornecedores: como transformar suas parcerias em diferenciais competitivos

Gestão de fornecedores: como transformar suas parcerias em diferenciais competitivos

Da escolha de um parceiro à entrega do produto ou serviço fornecido, passando pela negociação e por todo o acompanhamento do trabalho realizado, a gestão de fornecedores é um ponto-chave de qualquer negócio. Afinal, se você trabalha com fornecedores, deve saber que, muitas vezes, só confiança não basta. Para que a entrega final ocorra sem problemas, é preciso eficiência, rigor nos prazos, e muitos outros atributos que você precisa monitorar de perto. E, para te ajudar a gerenciar melhor seus fornecedores, agora vamos compartilhar algumas dicas com você.

O que é isso?

A gestão de fornecedores abrange todas as atividades que se relacionam à sua relação com esses parceiros – da escolha deles à gestão de crises, passando por processos como negociação etc. E, sim, os fornecedores são os parceiros de que seu negócio depende para acontecer. Gráficas, no caso de editoras, de matéria-prima, no caso de fabricantes de alimentos, de peças, no caso das montadoras de automóveis, e por aí vai.

Falando em peças, é evidente que os fornecedores são engrenagens indispensáveis de qualquer negócio. Porque, quando você planeja bem a logística e o contato com seus fornecedores — quando testa novas soluções e aprimora sua cadeia de suprimentos –, você está investindo em diferenciais competitivos relevantes para o seu negócio. Daí vem a importância da gestão de fornecedores.

Por que é importante ter uma estratégia de gestão de fornecedores?

Atualmente, cada vez mais empresas têm valorizado a gestão de suas cadeias de fornecimento. Isto ocorre porque essas organizações já entendem a importância do fornecimento adequado de matéria-prima e de insumos para atender a demanda de seus clientes.

Assim, a gestão de fornecedores torna-se uma estratégia fundamental para que você consiga melhorar prazos e custos de sua produção – o que resulta em diferenciais competitivos lá na frente.

Diante de tudo isso, podemos afirmar que uma gestão de fornecedores eficiente possibilita algumas das seguintes vantagens:

  • Redução de impacto negativo em processos e produtos;
  • Ausência ou redução de falhas;
  • Estabelecimento de metas mais ousadas para avanço da empresa;
  • Maior segurança para cumprir prazos com os clientes.

 

Como avaliar meus fornecedores?

Pois é, entender se o fornecedor está apto para ingressar (ou para se manter) na sua cadeia é um ponto-chave desses processos – e você deve estar sempre atento a isso.

Vejamos o momento da escolha de um fornecedor: há diferentes formas de se avaliá-lo. De acordo com este artigo do portal Certificação ISO, entre as ações mais comuns está o uso de um questionário. Ele deve ser preenchido pelo fornecedor de acordo com os pontos relevantes para você.

Neste momento, verifique os critérios considerados mais importantes para suas estratégias. Os pontos mais comuns que costumam ser avaliados são:

  • Agilidade de entrega;
  • Disponibilidade de produto;
  • Flexibilidade para mudanças em pedidos em termos de especificação, prazo de entrega e quantidade;
  • Preço justo e de acordo com o mercado.
  • Elabore um questionário com perguntas relacionadas aos itens acima. Vá direto ao ponto: “em quanto tempo a entrega será feita?”; “há matéria-prima em estoque?”, e por aí vai.
  • No entanto, não deixe de se informar sobre aspectos específicos do negócio do fornecedor, como:
  • Experiência no ramo de atuação;
  • Respeito por normas de segurança, meio-ambiente e saúde;
  • Certificações (ISO, entre outras) da empresa fornecedora;
  • Sigilo de informações;
  • Tecnologias utilizadas;
  • Localização.

 

Atribuindo peso aos critério

Com base nessas informações, você deve estipular o quanto valerá cada critério no seu questionário de avaliação.
Um bom sistema é o de notas: cada potencial fornecedor recebe notas nos diversos critérios que você inserir no seu questionário. E se um fornecedor superar, por exemplo, 70% em suas notas, então ele poderá estar apto para fornecer produtos/serviços à empresa.

Agora, caso fique com uma nota entre 50 e 70%, então a recomendação é a de que você procure por um fornecedor mais adequado.

Discutindo a relação

Como acontece em qualquer relacionamento, um bom balanço geral sempre traz benefícios. Por isso, de tempos em tempos, é fundamental que você realize uma reavaliação dos seus fornecedores, para verificar se eles continuam capazes de manter a parceria com a sua empresa.

Para essas reavaliações, a recomendação é a de que você observe a conformidade dos produtos entregues, os prazos, e até mesmo a agilidade quanto à troca de produtos na garantia. Fornecedores que descumprem os acordos devem, necessariamente, perder pontos com você, porque isso implica problemas com os clientes finais. Assim, talvez seja o momento de cada um seguir seu caminho.

Como você vê, desenvolver uma boa política de gestão de fornecedores é indispensável para os negócios. Não apenas porque a entrega final de valor depende da qualidade dessas parcerias, mas também porque as negociações poderão gerar vantagens competitivas para essa entrega. Custos e prazos menores, melhor qualidade e, consequentemente, maior satisfação do cliente final.

Além disso, esses processos de avaliação também permitem controlar os impactos negativos que a escolha incorreta de um fornecedor pode trazer para uma empresa.

Monitorando o fornecedor com ferramentas de gestão

Por falar em controle, existem ferramentas que permitem realizar a gestão de fornecedores com muito mais agilidade e praticidade. O próprio Runrun.it, por exemplo, possibilita que você controle horas, prazos e custos de seus processos de fornecimento.

Seu contrato prevê um número específico de horas de trabalho? O Runrun.it verifica se isso este quesito sendo respeitado. Agora, se esse contrato previr um certo número de entregas por um período específico, você pode contar com o Runrun.it para isso, também.

Além disso, a ferramenta emite análises que contribuem muito para aquela avaliação ali de cima. Este texto sobre relatórios conta mais sobre o processo. E para conhecer mais sobre gestores online, não perca este post sobre software nacional. Comece a cuidar agora mesmo da sua gestão de fornecedores. Aplique as dicas desse texto no seu dia a dia e faça um teste grátis aqui: http://runrun.it

Gif_Signup-1-1-3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>