Como investir em marketing na crise: 5 estratégias para sair na frente

Como investir em marketing na crise: 5 estratégias para sair na frente

“Marketing não é custo, marketing é investimento”. Você já deve estar cansado de ouvir essa frase, entretanto, quando o dinheiro do fluxo de caixa diminui fica difícil manter o investimento, que até então estava sendo realizado. Por isso, se você está em buscando como investir em marketing na crise, indicamos que priorize as seguintes práticas:

  1. 1. Entenda quais estratégias trazem mais retorno para a empresa
  2. 2. Invista em ações de alcance e tráfego orgânico
  3. 3. Capte leads sempre que possível
  4. 4. Use as redes sociais para atingir quem já conhece e segue a sua empresa
  5. 5. Reative clientes antigos e sua base atual  com e-mail marketing
 

Todas essas ações vão te ajudar a reorganizar sua estratégia de marketing, permitindo que você concentre seus investimentos em ações com potencial de retorno sobre investimento a curto prazo. 

Com isso você garante que sua empresa vai ser capaz de passar por esse momento delicado e terá capacidade de voltar a crescer em breve. 

Com essa lista de ações para investir em marketing na crise em mãos, é hora de colocá-las em prática. Como? Confira abaixo as dicas e insights que separamos para você. 

Como investir em marketing na crise: 5 dicas essenciais

Em tempos de crise, investir em marketing pode ser a única saída para fazer seu negócio se manter estável e até mesmo crescer. Para isso, siga as dicas abaixo: 

1. Entenda quais estratégias trazem mais retorno para a empresa

O primeiro passo para quem deseja aprender como investir em marketing na crise é saber quais ações trazem mais resultado para a empresa. 

Ao montar um plano de ação, estude o histórico das campanhas de marketing que você já executou e tente compreender quais trouxeram mais resultado. Ou seja, quais estratégias possuem as maiores taxas de conversão? 

Concentre seu investimento em ações que possuem um bom histórico e reduza os investimentos em ações que não apresentam grandes retornos para o negócio. Essa é uma forma eficiente de otimizar o capital que você tem disponível. 

Em momentos de crise esse é um passo fundamental, não apenas em marketing, mas também em outras áreas. ‘

>>Leitura recomendada: Martech: a revolução do marketing liderada pela tecnologia

2. Invista em ações de alcance e tráfego orgânico

Estratégias de SEO e marketing de conteúdo, podem levar mais tempo para trazerem os resultados que você precisa. Entretanto, anúncios pagos podem levar grande parte da fatia de orçamento do marketing de uma empresa. 

Por isso, se você precisa enxugar gastos, crie uma estratégia de Inbound Marketing eficiente, que envolva a produção de conteúdo relevante e a otimização de SEO. Para ter um retorno mais rápido use ferramentas de pesquisa de palavra-chave que vão te ajudar a entender o que seu potencial cliente está procurando neste momento. 

Com essas informações em mãos é hora de criar conteúdos que conversem com as necessidades dos seus clientes. 

>> Leitura recomendada: 7 motivos por que seu inbound marketing pode não estar funcionando

3. Capte leads sempre que possível

Transformar um visitante em lead é uma forma de aproveitar melhor o resultado do investimento que você fez em campanhas de atração como SEO e redes sociais.

Depois do investimento que você fez para atrair um usuário para o seu site, é importante tentar mantê-lo em contato com a sua empresa. Isso sim é otimizar o investimento realizado. 

Com um lead em mãos você pode usar canais de comunicação mais baratos como o e-mail para:

  • manter a comunicação;
  • apresentar sua empresa;
  • compartilhar conteúdos relevantes;
  • convencê-lo a fazer uma compra. 
 

Para captar leads você pode usar estratégias como:

  • landing page com conteúdo relevante, como um ebook ou uma planilha, que pode ser baixado após o compartilhamento de informações como nome e e-mail; 
  • pop-ups de saída com ofertas e descontos, com espaço para preenchimento de e-mail;
  • formulários do tipo “receba nossa newsletter”;
  • usar ferramentas de captação de leads e mais. 
 

Tudo isso custa menos do que uma campanha de links patrocinados. 

4. Use as redes sociais para atingir quem já segue a sua empresa

Aproveitar quem já se interessa pela sua empresa é uma das formas mais inteligentes de investir em marketing na crise. Isso porque você pula a etapa mais cara do processo que é se apresentar para o potencial cliente. 

Quando um usuário segue a sua marca nas redes sociais isso quer dizer que, de alguma forma, ele se interessa pelo o que você tem a dizer e pelo seu trabalho. Ou seja, você tem um usuário que está mais avançado na jornada de compras e nas etapas finais do funil de vendas.

Fonte: LAHAR

Em suma, use as redes sociais para se comunicar com clientes que estão mais avançados na jornada de compra. Para isso algumas ações são estratégicas como:

  • oferecer conteúdos relevantes para seus seguidores;
  • compartilhar ofertas especiais e exclusivas;
  • criar novos produtos e serviços mais acessíveis;
  • oferecer demonstrações gratuitas. 
 

Para criar essas ações é importante que você saiba quem é a persona do seu negócio e como sua empresa pode ajudá-la nesse momento. Crie novas propostas de valor baseadas em novas necessidades. 

5. Reative clientes e use sua base atual com e-mail marketing

A partir de uma lógica parecida com a que apresentamos acima, usar o e-mail marketing para se comunicar com clientes antigos e fiéis é uma das formas de alcançar um retorno mais rápido. 

Existem muitas razões para isso, mas dois dados ilustram bem o que há de mais importante nesse cenário: 

  • o e-mail marketing tem um ROI médio de $ 38 para cada $ 1 investido;
  • manter um cliente antigo custa cerca de 5 vezes menos do que conquistar um novo cliente. 
 

Ao usar o e-mail marketing para reativar clientes antigos e voltar a conversar com alguns de seus leads você tem a chance de ter um maior retorno sobre investimento, gastando muito menos. 

Como investir em marketing na crise usando o e-mail? Crie conteúdo práticos e relevantes, compartilhe promoções, descontos e novidades.

>>Leitura recomendada: Marketing personalizado: é tempo de colocar o consumidor no centro da sua operação

É hora de adaptar sua proposta de valor 

Uma boa estratégia de marketing depende de uma boa proposta de valor, que esteja alinhada com o perfil das personas do seu negócio. Além disso, ela precisa estar bem construída para se encaixar em cada etapa da jornada do seu cliente. 

Logo, se o mercado está em crise e você precisa vender, talvez seja hora de revisar sua proposta de valor, avaliar o mercado e tentar encontrar um modelo alternativo que penetre melhor nas brechas que forem encontradas. 

Estudar o mercado e procurar por novas formas de trabalhar os seus produtos também é um passo fundamental de como investir em marketing na crise. Lembre-se que o produto é um dos 4P’s básicos do marketing. 

Para organizar todas as atividades de marketing, vendas, atendimento e todas as demais tarefas que sua equipe precisa executar ao longo do período, você pode contar com o Runrun.it, uma plataforma completa de gestão do trabalho. Acompanhe o andamento das atividades e o progresso em suas equipes. 

Como investir em marketing na crise  

Este artigo foi escrito pela LAHAR uma software de automação de marketing  eleito a melhor ferramenta de marketing digital de 2019 pela ABComm. Nosso serviço ajuda a sua empresa a alcançar melhores resultados em estratégias como redes sociais, e-mail marketing, gestão de leads, SMS marketing, criação de landing pages e mais. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>