7 motivos por que seu inbound marketing pode não estar funcionando

7 motivos por que seu inbound marketing pode não estar funcionando

Criar conteúdo relevante relacionado ao contexto do negócio e não apenas falar de produto, preço e funcionalidade de forma explícita. Esse é o caminho para ser visto em uma época de tanta concorrência. Quem já aposta no marketing de conteúdo há algum tempo, certamente sentiu a necessidade de usar outras ferramentas para conseguir escalar a estratégia. E é exatamente aí que entra o inbound marketing, uma estratégia que além do conteúdo associa otimização de páginas (SEO), mídias sociais, métricas de marketing e e-mail marketing.

Entretanto, existem fatores que influenciam em seu sucesso e que nem sempre são percebidos. Para falar sobre isso, primeiro é garantir que a estratégia tenha sido bem implementada, passo a passo. Confira a seguir 7 motivos que podem influenciar no sucesso de sua estratégia de inbound marketing:

1) A clareza e o modelo de negócios

Há negócios que têm tudo pra dar certo, mas não dão, pois não há clareza. Ninguém sabe ao certo o que a empresa faz, a comunicação do produto é péssima, o modelo de negócios sequer existe e praticamente nem os donos sabem direito o que querem ou o que fazem. As personas são confusas, ninguém sabe direito o que oferecer a elas ou que elas precisam. Você entra no site da empresa e tem vontade de sumir de tão ruim. Você liga para um vendedor e ele não sabe explicar, o papo é chato.

Se o caso for esse, não há inbound que vai ajudar, porque existe um problema anterior. Antes de implementar inboud marketing é necessário fazer uma análise de negócio e reformulá-lo, se necessário. Reescrever as informações sobre os produtos e até posicioná-los de um modo diferente. Tudo que puder confundir as pessoas deve ser cortado da comunicação. Em alguns casos, o próprio site precisa ser reformulado. A partir daí, planeja-se o restante.

Outras colunas da Flavia
>> Não basta ter um bom marketing, é preciso seguir encantando
>> A produção de conteúdo pode favorecer sua estratégia de vendas
>> A credibilidade da comunicação da sua marca na internet
>> O storytelling pode ajudar a sua empresa a vender mais
>> Marketing e inovação: o que sua empresa tem feito?
>> Marketing mais efetivo: marcas que evitaram o clichê

2) A concorrência

Por mais que você se preocupe com as ações de marketing e entregue conteúdo bom, existe algo que não pode ser ignorado: a concorrência. Existem concorrentes que podem atacar mais forte que você, que podem ter mais esforço ou mais orçamento para gastar. Ainda há concorrentes com produtos melhores ou com produtos que conseguem parecer melhores. Além dos concorrentes com preços bem menores que o seu. Há casos em que se o cliente realmente fizer uma comparação fria sem se levar por conteúdo, o outro pode vencer.

>> Leitura recomendada: Cenário atual e desafios da gestão de marketing digital

3) A ansiedade

Há pessoas que não entendem que não se pode ser ansioso ao implementar a estratégia de inbound marketing. Ela pode demorar alguns meses até dar resultados. Não adianta se desesperar e olhar os números todos os dias, porque eles não surgem do nada.

4) O orçamento para investir

Trabalhar com conteúdo vai envolver, no mínimo, dedicação. Dependendo do porte do negócio é preciso que exista alguém só para conteúdos, alguém para vendas, outro para mídias sociais, outro para sucesso do cliente. Ou seja, tudo isso pode gerar uma estrutura cara que só vai trazer resultados meses depois. Isso sem falar da necessidade de investir em mídia paga, porque nas redes como Facebook não vai adiantar apenas postar.

>> Leitura recomendada: Redução de custos em marketing digital

5) A falha em algum processo interno

Pode ter algo que está passando e que você não está percebendo. Pode ser um vendedor que ao ligar não é tão bom assim. Pode ser, inclusive, que sua abordagem esteja assustando. O discurso pode ser chato, cansativo e repetitivo, e isso vai acabar com sua estratégia de conteúdo.

6) Às vezes, não é o caminho para chegar a grandes empresas

Pode ser que aquele grande contato que você queira alcançar não esteja lendo conteúdos em seu blog, mas ele está presente em outras mídias sociais, como o LinkedIn. Ou ainda, que ele prefira ser abordado de outras formas. Por isso, é saudável que as estratégias de marketing realmente tenham mapeado todas as possíveis formas de alcançar o público estratégico da melhor forma.

>> Leitura recomendada: 8 coisas que as empresas precisam saber sobre LinkedIn

7) O desconhecimento da estratégia interna

Há empresas em que não existe espaço para disseminar a estratégia. Ela fica escondida na equipe de marketing e o restante não sabe o que está acontecendo. Aí a imagem é que o marketing passa o dia no Facebook e que não está fazendo nada. Pode ser complexo explicar, porque inbound marketing é algo realmente grande, monstruoso, cheio de etapas. E não será fácil sintetizar tudo isso para comunicar, de modo prático, o que está sendo feito pela equipe.

Em alguns casos, mesmo explicando, a mentalidade de outbound é tão forte, que acham que tudo que é feito no digital não vai funcionar e não serve para nada. Ou o contrário, que o digital é milagre e que dá para fazer tudo. Este é de fato um desafio. É preciso que todos tenham uma mínima noção do que está sendo feito, até para acalmar os ânimos ansiosos por resultados. Um alinhamento ou mesmo um treinamento interno é essencial para resolver essa questão. Assim, todos os envolvidos ficam a par de como a estratégia funciona a passam a colaborar para seu sucesso.

Inbound marketing traz resultado?

De modo geral, o que quero dizer é que inbound marketing funciona. Mas não funciona para tudo. Não tão rápido. Nem se for feito do modo errado ou se outras questões importantes forem deixadas de lado. Mas funciona e economiza uma força de vendas brutal, porque conteúdos bons rodando em blogs e mídias sociais vão trabalhar por você, inclusive de madrugada, durante o ano todo. Vão torná-lo referência, trazer leads – e melhor, leads educados. Vão ajudar seu vendedor a vender, porque com conteúdos legais dá para ir respondendo as principais dúvidas do cliente, que serão minimizadas no momento do contato. Entretanto, não dá para aposentar totalmente o outbound, ele precisa existir para outros aspectos e necessidades.

A mensagem final é que você pode ter o maior orçamento e a melhor equipe. Mas, se não existir conhecimento da estratégia, modelo de negócios bem definido e comunicação clara entre as pessoas e sobre os produtos, nada disso vai adiantar. Nem outbound, nem inbound marketing.


Automação para ajudar no seu marketing

Com a estratégia adequada e seguindo essas setes dicas, você pode ter sucesso no seu trabalho de inbound marketing. E para agilizar os processos na sua empresa e otimizar o seu fluxo de tarefas, você pode contar com uma ferramenta inteligente de gestão, como o Runrun.it.

Braço direito dos gestores de marketing e de agências, o software ajuda a distribuir demandas, controlar o tempo investido nas tarefas, gerenciar equipes e facilita a comunicação. O Runrun.it também permite criar e acompanhar as métricas de desempenho das pessoas, além de monitorar o andamento dos projetos. Tudo em tempo real usando um Dashboard personalizável. Experimente grátis agora: https://runrun.it.


Gif_Signup-1-1-3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>