Motivando o time de marketing: dicas e metodologias que não podem faltar na sua gestão

Motivando o time de marketing: dicas e metodologias que não podem faltar na sua gestão

Há quem diga que, sem uma boa política de motivação de funcionários, uma empresa é um castelo de cartas à espera de um sopro. Não à toa: de nada adiantará construir uma cultura organizacional com valores, missão e estratégia bem definidos, se o time não está motivado para executar o que foi planejado. No marketing, ocorre o mesmo. É preciso dar, a seus colaboradores, o estímulo necessário para que eles se engajem, demonstrando uma atitude de dono em relação aos negócios. E para te ajudar nesse processo, agora compartilharemos algumas dicas de como motivar uma equipe de marketing.

Aliás, motivação é assunto de primeira importância aqui no blog. Neste artigo, refletimos sobre motivos pelos quais bons profissionais pedem demissão; neste, listamos 41 filmes que ensinam sobre liderança e motivação; e, neste, você encontra dicas sobre como transformar a motivação em uma aliada.

Começando com o Manifesto Ágil

Além da motivação, você deve perceber que a metodologia ágil também sempre volta à pauta por aqui. Para quem não sabe, trata-se de um conjunto de boas práticas baseadas no Manifesto Ágil – que surgiu na indústria de TI e reúne princípios para melhorar os processos de desenvolvimento de softwares.

No entanto, esses princípios podem ser aplicados em outras áreas – como o marketing, claro. Um deles diz o seguinte:

“Construir projetos ao redor de indivíduos motivados, dando a eles o ambiente e o suporte necessário, e confiar que farão seu trabalho”.

Ou seja, este é um dos pontos principais para que o grande objetivo seja atingido – que é, claro, o de satisfazer o cliente por meio “da entrega adiantada e contínua de valor”.

Metodologias ágeis a serviço da motivação de equipes de marketing

A partir desse manifesto, foram surgindo uma série de práticas e iniciativas para que os princípios fossem aplicados; as conhecidas metodologias ágeis ou agile.

Uma delas é a Scrum, criada nos anos 80 como um processo de desenvolvimento iterativo e incremental. O método baseia-se na realização de “sprints” periódicos de resolução de pendências e em reuniões fixas. Normalmente, esses sprints duram de duas a quatro semanas, e as reuniões são diárias.

O Scrum auxilia na motivação porque prioriza o componente humano de um projeto. Além disso, a metodologia mantém a equipe motivada e o resultado mais refinado, uma vez que prioriza a qualidade em vez de um prazo reduzido. Aqui no Runrun.it, a equipe de desenvolvimento de produto utiliza o Scrum e conta como você pode fazer o mesmo neste texto.

Neste artigo sobre metodologia ágil, você se informa mais sobre o assunto.

Acabando com a microgestão e alavancando a motivação

Aliás, quando se trata de motivar, o próprio Runrun.it torna-se um poderoso aliado. Isso graças a vários motivos: como um gerenciador de tarefas, projetos e fluxos de trabalho, o Runrun.it permite que você dê autonomia a seu time, sem ter que realizar a perigosa microgestão. Ou seja, acompanhar cada passo de seus colaboradores, o que pode ser péssimo para o moral.

E o Runrun.it ainda produz relatórios gerenciais automáticos, para que você possa acompanhar bem de perto a produtividade de cada funcionário.

Passo a passo de como motivar uma equipe de marketing

Metodologias, ferramentas de gestão… antes aplicar essas boas práticas, talvez você precise “voltar uma casa” e rever alguns pontos mais básicos. Vejamos:

Conheça a fundo o trabalho a ser realizado

Pare e pergunte-se: você sabe exatamente o que fazem, por exemplo, um analista de SEO, um desenvolvedor web e um redator de marketing de conteúdo? Porque só conhecendo as atribuições desses e de outros profissionais de marketing digital você será capaz de delegar as tarefas conforme cada aptidão. Além, claro, de conseguir estruturar sua equipe de acordo com as demandas de cada projeto.

Contrate com cuidado e de acordo com a sua cultura organizacional

Uma vez que você conheça as atividades da equipe, faça-se outra pergunta: faz mais sentido trazer novos membros ou trabalhar com alguns freelancers? A resposta é fundamental porque dela depende o controle do desempenho do grupo – aliás, o Runrun.it pode te ajudar muito nesse aspecto, também.

Talvez colaboradores em tempo integral atendam melhor às suas necessidades de momento. Mas pode surgir a necessidade de algum profissional com habilidades mais específicas em projetos de curta ou média duração – e aí você pode considerar os freelancers.

Agora, se o caso for o de contratar, proceda com muito cuidado. Analise cada candidato com base na adequação aos valores da sua empresa, a fim de que elas se adaptem mais rapidamente à cultura e que possam entrar mais facilmente no ritmo e na convivência do time. Neste artigo sobre brand marketing, explicamos a importância do propósito da empresa no sucesso dos times e da marca.

>> Leitura recomendada: Um ambiente de trabalho agradável e inteligente faz toda a diferença para os resultados. Saiba como criá-lo

Encare sua equipe como, bem, uma equipe

É comum que líderes de marketing conduzam seus times como uma linha de montagem: um profissional cuida das estratégias em determinadas redes, outra pessoa elabora os vídeos de atração para o YouTube, mais alguém realiza as pesquisas de conteúdo, outro fica com a parte de SEO…

No entanto, tais atividades, quando realizadas de forma independente e sem contato, tornam-se desarticuladas, esparsas. Tudo flui melhor quando as funções são coordenadas de modo integrado. Para isso, acomode os colaboradores de diferentes áreas à mesma mesa. E você verá como eles podem interagir e se ajudar mutuamente, trazendo ótimas soluções com a troca e o aprendizado em conjunto.

>> Leitura recomendada: Job rotation: o que é e como implementar na sua empresa

Dê o exemplo e inspire pela liderança

Quem está no comando deve sempre mostrar a direção a ser seguida. Mas deve fazer isso de forma a estimular os colaboradores a cumprir as estratégias traçadas e chegar à meta da empresa.

Por isso, procure dar preferência ao cumprimento de objetivos coletivos, em que existe um desempenho participativo e a busca pelos resultados em conjunto. Aqui no blog há muitos conteúdos sobre como uma liderança firme é capaz de inspirar e motivar equipes. Como os artigos abaixo:

Gif_Signup-1-1-3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>