Recrutamento de pessoas: conheça as tendências e saia na frente da concorrência

Recrutamento de pessoas: conheça as tendências e saia na frente da concorrência

Entre as novidades trazidas no ano passado, uma das mais importantes talvez seja o fato de que a geração Z já é uma realidade — inclusive, tratamos do assunto neste artigo sobre novos consumidores. Agora, entendendo as novas gerações sob outra óptica, é o momento de refletir como estes perfis, bem como as novidades tecnológicas, influenciam o recrutamento de pessoas.

É inevitável que as práticas e os processos mudem. Em termos de recrutamento, o que valia para ontem pode já não servir para hoje — e certamente terá pouco valor no futuro. Por isso, alguns dos principais portais de gestão e inovação do mundo acionaram seus contatos para investigar o que será tendência de 2018 em diante.

O Inc. é um exemplo. Em matéria publicada recentemente, Heather Huhman, fundadora da empresa de pesquisa norte-americana Come Recommended, listou alguns pontos que considera cruciais para o recrutamento de pessoas daqui para frente:

1. Foco na capacidade de adaptação

De acordo com Heather, 2017 ensinou que estabilidade corporativa é uma ilusão. Numa semana, uma empresa pode ser líder de um setor; mas, na outra, tudo pode mudar com um simples fato. Por isso, ela afirma que, ao buscar talentos, você deve priorizar aqueles que demonstrem melhor capacidade de se adaptar a diferentes situações, a distintos cenários.

Em 2018, aponta a executiva, as capacidades e habilidades técnicas “continuarão importantes, é claro”. Mas os candidatos ideais serão “aqueles que se adequarem perfeitamente ao time; aqueles que conseguirem evoluir em um ambiente mutável; e aqueles que conseguirem resolver os problemas imediatos, que surgem repentinamente”.

2. Atenção total às inovações tecnológicas

Já faz tempo que a inteligência artificial e a automação de processos entraram na pauta corporativa. E é fato que o debate sobre os efeitos práticos dessa revolução ainda está no campo teórico. No entanto, de acordo com Heather Huhman, esses efeitos já se fazem sentir no campo do recrutamento de pessoas.

Um exemplo disso, conta ela, são os softwares que poupam inumeráveis horas para os recrutadores ao pré-selecionar candidatos. “Ao alavancar o big data e a computação cognitiva, os responsáveis por recrutamento de pessoas podem ampliar o alcance de suas pesquisas no mercado”, conta Heather.

Um exemplo dessa ferramenta é o Mosaitrack, que usa tecnologia semelhante à do Watson, da IBM, para pesquisar currículos como um humano. Com o tempo, a ferramenta se torna mais afinada com as habilidades e os valores de que sua empresa precisa.

>>Leitura recomendada: A publicidade cognitiva vai revolucionar o marketing

3. Blockchain como aliado do seu recrutamento de pessoas

Outra inovação fundamental, de acordo com a fundadora da Come Recommended, é o blockchain. Ou seja, a cadeia de blocos distribuídos e compartilhados que gera um índice global de transações de um determinado mercado.

Lembrando que o blockchain permite um ambiente em que todas as transações e todos os registros estão abertos. Toda essa informação pública do que é colocado à disposição cria consenso e confiança: qualquer um pode incluir algo, assim como todos podem vigiar se algo está errado.

De acordo com Heather, a tecnologia permite uma interação mais rápida de informações entre duas ou mais partes. “Todos os envolvidos têm as informações mais atualizadas, não importando quantas pessoas estão usando a tecnologia durante o processo de recrutamento”, diz ela.

Agora, imagine como isso ajudaria a simplificar o seu processo de recrutamento de pessoas. Em vez de pesquisar em um conjunto infinito de mensagens para descobrir o que cada gestor ou colaborador achou de um candidato específico, o uso do blockchain garante que qualquer um(a) possa facilmente acrescentar suas opiniões e consultar aquelas das demais pessoas.

4. Os chatbots estão do seu lado

Por fim, Heather Huhman cita o impacto que os chatbots começam a exercer no recrutamento de pessoas. Sim, os programas de computador criados para simular um ser humano na conversação com outras pessoas. Para a executiva, “a tecnologia impede que gestores percam tempo com candidatos cujo perfil não se encaixa em suas organizações”.

Como? Basta instalar um chatbot na página do sistema de recrutamento e seleção da sua empresa. Então, os potenciais candidatos podem interagir com eles, respondendo a questões definidas anteriormente pelos gestores responsáveis pelo recrutamento, de acordo com as prioridades da sua cultura organizacional. Isso facilita a pré-seleção, encaminhando às etapas seguintes candidatos com maior afinidade.

Tendências: conheça para se antecipar

Por fim, vale estudar com cuidado o relatório de tendências para recrutamento em 2018 elaborado pela rede social corporativa LinkedIn.

De acordo com o material, é muito provável que o recrutamento de pessoas, que já não é um processo fácil, se torne ainda mais difícil no futuro próximo. Uma vez que a concorrência por talentos vá se intensificar cada vez mais, então a saída é conhecer os rumos desse processo, para que você consiga se antecipar e contratar melhor.

Segundo o estudo da rede social, há quatro tendências fundamentais (e globais) que vão transformar a forma como empresas contratam novos talentos:

1. Diversidade: é, definitivamente, o novo mindset global;
2. Ferramentas de avaliação dos candidatos: como mencionado aqui no texto, a tecnologia traz novas formas de identificar os melhores perfis;
3. Dados: o novo superpoder de qualquer corporação;
4. Inteligência artificial: trabalhando secretamente para aprimorar seu recrutamento de pessoas.

Dicas para os próximos passos

Agora, se você já encontrou os talentos de que sua organização precisa, não deixe de ler estes artigos para se orientar nas etapas que vêm a seguir: este aqui tem dicas para realizar uma avaliação de desempenho; este, sobre people analytics, traz uma eficaz forma de conduzir a gestão de pessoas; e este, sobre o papel do gestor na retenção de talentos.

E uma última dica: para obter a melhor performance dos talentos que você contrata, uma ferramenta de gestão online pode ser extremamente valiosa. Como o Runrun.it, que permite que você delegue, distribua tarefas de forma organizada, esclarece o que deve ser feito, e ainda gere relatórios com o desempenho dos profissionais e dos projetos.

Ou seja, a ferramenta é o seu braço direito, permitindo que você dedique mais tempo ao recrutamento dos talentos que farão a diferença. Experimente agora grátis: http://runrun.it

Gif_Signup-1-1-3

2 thoughts on “Recrutamento de pessoas: conheça as tendências e saia na frente da concorrência

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>