A era digital também é a era da produtividade: sua empresa está pronta para elas?

A era digital também é a era da produtividade: sua empresa está pronta para elas?

Entrar de fato na era digital, hoje em dia, significa incorporar na sua operação tecnologias recentes, como computação em nuvem, e-commerce, mobile marketing, inteligência artificial, machine learning e internet das coisas. Há obviamente diversas formas de utilizar essas tecnologias para um aumento significativo de produtividade nas empresas.

Podem ser implementadas ferramentas de machine learning para chatbots, por exemplo. Ou é possível aplicar inteligência artificial em um nível que todo o modelo de negócio se transforma, como no caso de veículos autônomos.

O ponto principal é não ignorar a digitalização das empresas e identificar rapidamente o impacto que novas tecnologias podem causar no seu negócio a médio e longo prazo. Ele será melhorado? Ele será reformulado para uma nova forma de comercialização? Ou apenas a escala de produção será maior?

Revoluções nos modelos de negócio

O que diferencia essa nova era é justamente o poder transformador que as tecnologias possuem. Não é à toa que são chamadas de tecnologias disruptivas. Muito além de melhorar processos, elas provocam verdadeiras revoluções em modelos de negócio. Então, são criados novos produtos e recursos digitais, como o blockchain, a realidade aumentada e o rastreamento de localização ao vivo. Surgem também novas formas de entregar produtos já existentes, como redes de streaming para filmes, séries e entretenimento em geral.

Assim, a chamada indústria de fronteira está puxando a régua da competitividade a novos patamares. E o interessante é que estamos vivenciando essa transformação agora. Exatamente por isso, a pergunta se sua empresa está ou não na era digital não é nem um pouco descabida.

Segundo este artigo da Mckinsey, a maioria das empresas está justamente alocando tempo e recursos substanciais para a inovação e a adaptação de seus negócios. No entanto, os gestores ainda estão tateando e tentam entender como aproveitar ao máximo as tecnologias digitais Isso porque o aumento de produtividade, muitas vezes, ainda não se materializou.

Pouca digitalização

Em uma recente pesquisa da própria Mckinsey, só uma pequena parcela de atividades e ofertas foi descrita como digitalizada. Menos de um terço das operações principais foram automatizadas ou digitalizadas; e menos de um terço dos produtos foram digitalizados.

De acordo com o estudo, a baixa digitalização resulta de barreiras de adoção e de custos elevados de transição. Por exemplo, as empresas com transformações digitais em andamento disseram que 17% de sua participação no mercado de produtos ou serviços essenciais foi canibalizada por seus próprios produtos ou serviços digitais.

Como a pesquisa aponta, o desafio da digitalização ainda é enorme para a maioria das empresas. Mas o estudo da história recente dos negócios mostra que esta transição completa será uma questão de tempo. Por isso, ignorar a era digital é um risco tremendo. Afinal, justamente essas empresas que puxam a onda da inovação e digitalizam seus produtos e processos são as de destaque no mercado.

>> Leitura recomendada: Marketing tech: Evolução do marketing pela tecnologia

3 caminhos para entrar na era digital

Daniel Newman, CEO da Broadsuite Media Group, escreveu em um artigo para a Forbes três caminhos possíveis para a digitalização e o aumento da produtividade nas empresas.

1. Treinamento e capacitação de funcionários

Durante a adoção de novas tecnologias e da transformação digital, você precisará na sua empresa de talentos técnicos. Companhias como a AT&T já perceberam a importância de se dedicar ao desenvolvimento dos seus funcionários para viabilizar essa transformação.

Logo, o invés de inflacionar o mercado de trabalho correndo atrás de profissionais de ponta, a gigante de TI capacitou os talentos da casa. E, desde o início do programa de aperfeiçoamento, reduziu o ciclo de desenvolvimento de produtos em 40%. Claro que, em muitos casos, novas contratações ou terceirizações são inevitáveis. Mas pense em como melhorar seu quadro de funcionários com treinamento e capacitação.

>> Leituras recomendadas:
Veja tendências do mercado de trabalho para desenvolver sua equipe
Mapeamento de competências: soft skills são as novas habilidades

2. Digitalização em bloco

Basicamente, é o caminho em que a era digital deixa de ser uma escolha e se torna uma condição inicial para a permanência no mercado. Obviamente, não basta uma empresa ou um canal de distribuição se digitalizarem. Para uma verdadeira transformação em cada setor, é preciso ocorrer a chamada difusão digital. Ou seja, novas tecnologias devem ser adotadas por parte de toda a cadeia produtiva.

Entre exemplos de iniciativas que contribuem para esse avanço, estão a difusão digital e a adoção de tecnologias na gestão pública, bem como a pesquisa de ponta desenvolvida por grandes empresas do mercado. A popularização de ferramentas por parte de médias e pequenas organizações também é um passo importante. Isso significa que, para se manterem competitivas, todas as companhias precisam se digitalizar ou adotar tecnologias para melhoria da produtividade.

3. Ênfase na estratégia digital

Uma das formas mais profundas de atuar na era digital é dar ênfase na estratégia digital da empresa. Em um relatório também da Mckinsey, mais que o dobro das empresas de ponta vinculam suas estratégias digitais e corporativas.

Além disso, 49% dessas organizações líderes em crescimento de receita investem mais no digital do que os seus concorrentes.

Mas como novas tecnologias podem afetar o desenvolvimento do seu produto ou serviço? Como podem afetar a entrega? E mais ainda, como podem revolucionar o seu mercado? É preciso se fazer essas perguntas para adotar na sua estratégia o que há de mais avançado no mercado.

>> Leitura recomendada: Os gargalos e as tendências da empresa digital

Digitalização dos seus processos

Um dos impactos mais esperados da digitalização é o aumento da produtividade nas empresas. E a experiência que o Runrun.it possui, como uma plataforma de gestão inteligente do tempo e do trabalho, é que a digitalização dos processos aumenta a performance das equipes. Com ferramentas intuitivas de organização do fluxo de trabalho e acompanhamento de tarefas, os gestores podem assumir posturas mais estratégicas.

Por exemplo, o controle de horas trabalhadas permite estimativas precisas de entregas dos projetos, além de saber quando a equipe ficará ociosa. E, com o time intelligence do Runrun.it, o sistema reunirá dados e organizará as informações que os gestores nunca conseguiriam saber, facilitando a tomada de decisão.

E se você quiser realmente entrar na era digital, sua empresa precisa entender na prática o data driven business. Ou seja, os negócios guiados por dados. Com isso, você troca a intuição e os achismos por números reais de performance, status e resultado da empresa. Então, para monitorar os KPIs de que a sua empresa precisa em tempo real, conte com um Dashboard, que traduz o que está acontecendo e a previsão do que irá acontecer nos seus projetos.

Seja para repensar seu negócio, para digitalizar processos ou implementar projetos que promovam uma profunda transformação da sua empresa, conte com o Runrun.it. Teste grátis agora mesmo: http://runrun.it

Gif_Signup-1-1-3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>