Gestão de custos: 7 dicas infalíveis para gastar menos

Gestão de custos: 7 dicas infalíveis para gastar menos

O que minha empresa precisa fazer para gastar menos? Se você ainda não encontrou a resposta, saiba que o caminho para a solução começa com outra pergunta: “Fazemos uma boa gestão de custos?”. Se ficou em dúvida, melhor continuar lendo. Elaboramos aqui sete dicas essenciais que podem ser aplicadas em qualquer negócio que deseje crescer de forma sustentável:

1. Implemente uma cultura de contenção de gastos

É muito provável que a sua equipe cultive alguns hábitos de consumo irresponsável. Acredite: são eles que, cedo ou tarde, explicarão por que esta ou aquela meta não foi alcançada. Por isso, é preciso adotar o quanto antes uma cultura de contenção de gastos, mas com projetos que ofereçam valor a médio prazo. Por exemplo, usar materiais recicláveis, reduzir à metade o consumo de papel, dar novas utilidades a artigos que iriam para o lixo. Com o passar do tempo, essa cultura vai inspirar em todos os colaboradores um compromisso constante em descobrir a forma mais econômica de fazer qualquer trabalho.

2. Entenda onde o dinheiro é gasto

De quais bens e serviços a sua equipe precisa? Lembre-se de que não há inovação mais poderosa do que garantir o básico. Quando a sua empresa compra um serviço ou bem desnecessário está indo na contramão do que ela precisa, que é fazer o investimento render por um bom tempo. Uma solução para você não ter dúvida de quanto os projetos custam de fato para sua empresa é adotar uma ferramenta de gestão de projetos profissional. O Runrun.it, por exemplo, através da mensuração das horas trabalhadas das pessoas, permite que você tenha relatórios gerenciais de custos por projetos e por clientes. O que ajuda a precificar de forma correta e melhorar a rentabilidade do cliente.

3. Padronize as aquisições

É comum ver diferentes departamentos recorrendo a fornecedores diferentes para comprar produtos e serviços semelhantes. Se a sua empresa age assim, está perdendo a oportunidade de negociar e conseguir um preço melhor, com todos comprando do mesmo lugar. Mas antes de fechar qualquer negócio…

4. Sempre compare os preços

Não assuma que os seus fornecedores estão fazendo o melhor preço possível. Adquirir os mesmos produtos e serviços todos os anos significa lealdade, mas nem sempre economia. Por isso, garanta que você está recebendo a mesma atenção que dá. Além disso, os seus concorrentes compram o mesmo produto ou contratam o mesmo serviço que você por um preço menor? É requisito de uma gestão de custos inteligente fazer um benchmarking completo (usar a concorrência como referência).

5. Crie um relacionamento, não um devedor

Cultivando uma relação de parceria com seus clientes e fornecedores, vocês só reforçam as oportunidades de reduzir os custos. Peça a eles sugestões sobre como melhorar a forma que você adquire produtos e serviços. Comprando online, por exemplo, você pode ajudar seu fornecedor a reduzir os custos de manter uma loja física. Da mesma forma, estendendo o prazo de pagamento dos seus clientes importantes, você prova que confia neles e dá mais um motivo para escolherem sua empresa.

6. Mensure regularmente os resultados

Medir e compartilhar com a equipe os resultados atingidos é o motor da continuidade. Por isso, trate o controle dos gastos como uma tarefa constante, e não só uma avaliação que se faz de vez em quando. Mensure os gastos como uma porcentagem das vendas, e assim você garantirá que, se as vendas caírem, cairão também os custos. Caso contrário, você saberá que algo deve ser investigado.

7. Continue alerta

Manter a gestão de custos a todo vapor, como uma cultura mesmo, é fundamental para o sucesso de qualquer negócio. É por isso que você deve garantir que o pessoal não volte aos velhos hábitos daqui a um ou dois anos, e deixe de observar seus fornecedores e monitorar seus benchmarks. Nomeie uma equipe responsável por regularizar as finanças, facilitar reembolsos, tornar os gastos transparentes, além de ler os termos de contratos do dia a dia e proteger a empresa de um aumento de preços de um parceiro sem motivos. A equipe entenderá como a questão das finanças exige muito mais atenção do que se pensa.

Pare de perder dinheiro

A redução de custos é sem dúvida a maneira mais rápida e mais fácil de melhorar a rentabilidade do seu negócio. Confira neste artigo as formas mais comuns de perder dinheiro mesmo com uma gestão de custos.

(Bônus) Como automatizar a gestão de custos

Nada é mais improdutivo do que trabalhar no que não tem importância. Ou seja, não é nada viável continuar cuidando das finanças da sua empresa usando planilhas que precisam ser constantemente atualizadas manualmente. Ainda mais quando você pode adotar uma ferramenta como o Runrun.it, que é capaz de informar os custos de todos os projetos e clientes, a qualquer momento. Quer saber como? Experimente grátis agora mesmo: http://runrun.it

Gif_Signup-1-1-3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>