Margem de lucro: saiba como calcular e descubra como aumentar

Margem de lucro: saiba como calcular e descubra como aumentar

O que você vai encontrar neste artigo sobre como margem de lucro:

 
Aqui no blog, o lucro da sua empresa está sempre na pauta! Tanto que nós já falamos sobre o lucro real, índices de rentabilidade e precificação de serviços. Agora, nós vamos falar sobre um outro dado fundamental para a sua empresa: a margem de lucro.

O que é margem de lucro?

 
Margem de lucro é: a porcentagem que mede o quanto uma empresa ganha em cima de suas vendas.

Antes de prosseguirmos para os cálculos, vale entendermos a diferença entre lucro de produtos ou de uma empresa de serviços e margem de lucro. Porque, imagine: sua empresa pode ter muito lucro com a venda de determinado produto, mesmo que a margem de lucro em cima de cada unidade seja baixa – bastaria vender um grande volume desses produtos.

Então, retomando as aulas de finanças: lucro é o valor total que você ganha em cada venda. Ou seja, é “o que sobra” da venda de cada produto ou serviço depois que você paga todas as contas envolvidas na produção e comercialização desses itens. Então, se uma empresa de SaaS vende a licença de um software a R$ 100 e tem um custo de R$ 90 para produzi-lo, seu lucro é de R$ 10.

>> Leitura recomendada: Índice de lucratividade: descubra como calcular

Confira como automatizar o timesheet da equipe e aumentar sua margem de lucro

 

Como calcular?

 
Já a margem de lucro, como dissemos, é o índice que mostra quanto uma empresa ganha em cima de cada venda, e é um valor embutido no preço final para o consumidor.

Sigamos o exemplo acima, de uma empresa de SaaS. A margem de lucro é a porcentagem do lucro sobre o preço (ou receita) final:

Margem = lucro / preço final

É o que sobre para a empresa, mas em porcentagem.

Margem de lucro = 10 / 100 = 10%

Margem de lucro bruta x margem de lucro líquida

 
O cálculo acima é o da margem de lucro bruta. Agora, vamos achar a margem de lucro líquida. Neste caso, além dos custos para a execução dos serviços, é preciso abater também:

  • Impostos sobre faturamento;
  • Tributação e encargos sobre folha e outros;
  • Aluguel ou manutenção da sede;
  • Telefone, água, luz, Internet etc.
  • Despesas com pessoal administrativo.

 

Isso tudo deve ser deduzido do lucro bruto (menos tributação e despesas fixas e variáveis). Então, voltando à nossa empresa de SaaS: assumindo que num mês ela tenha vendido R$ 10.000 (100 licenças x R$ 100), com custo de produção de R$ 9.000 (100 x R$ 90) mais R$ 500 de gasto fixo.

Margem líquida = (10.000 – 9.500) / 10.000 = 5%

>> Leitura recomendada: Break even: calcule o ponto de equilíbrio da sua empresa e saiba quando ela vai começar a dar lucro

Dicas para aumentar a margem de lucro

 
Pode guardar a calculadora! Agora, vamos falar do que é mais importante: reunimos algumas dicas que podem aumentar a margem de lucro do seu negócio!

1. Revise seus custos e processos

Um dos primeiros passos para você aumentar a sua margem de lucro é revisar os seus custos e processos.

É importante que você não se afobe e saia cortando itens que vão afetar a sua produção ou o seu serviço no futuro. Por isso, a palavra de ordem é revisão.

Entenda como os seus processos funcionam, o fluxo que eles percorrem na empresa, se ele é burocratizado, se faltam etapas que podem melhorar o fluxo, se existem custos que podem ser flexibilizados, outros fornecedores que podem ser consultados, se você possui múltiplas ferramentas – quando poderia estar usando apenas uma, etc.

Dessa forma, com os resultados dessa revisão você, como gestor, será capaz de fazer uma gestão de custos eficiente, assim como distribuir melhor as demandas dos projetos e clientes.

2. Maior controle = maior margem de lucro

Que o tempo é um recurso escasso e precioso no dia a dia de um gestor, todo mundo sabe. A questão é: você está fazendo tudo o que é possível para otimizá-lo?

Existem ferramentas, como o Runrun.it, que foram criadas exatamente para isso! Elas permitem que você e seus colaboradores trabalhem em harmonia, já que as informações ficam centralizadas e é possível visualizar o que está acontecendo em tempo real. Assim como obter dados e informações estratégicas, com poucos cliques.

Ou seja, você não vai mais ficar soterrado debaixo de uma pilha de e-mails, procurando aquele documento importante, a imagem para a campanha, ou a formalização da data de entrega de um projeto. Só esse fato já traz mais produtividade, e uma consequente melhora na margem de lucro dos clientes.

>> Leitura recomendada: Como gerenciar uma equipe por e-mail? Veja as dicas e os riscos

3. Timesheets podem ser grandes aliados. Ou grandes inimigos

Como um bom gestor de produtos e serviços, você também precisa estar de olho nas famosas planilhas de P&L (“Profits and Losses”, ou “Lucros e Perdas”). São elas as responsáveis por apresentar a margem de lucro bruta de um produto, de uma linha de produto ou de um serviço prestado pela sua empresa. São elas que mostram o que dá e o que não dá certo.

Uma outra informação relevante que existe nessas planilhas é: uma linha de custo que rateia o salário da mão de obra direta empregada durante o período apurado. E como já mencionamos acima, uma gestão eficiente do tempo é fundamental para melhorar a margem de lucro. E é aí que entram os timesheets ou planilha de horas trabalhadas.

Você sabe como funciona: ao final de um dia ou semana de trabalho, seus colaboradores devem discriminar o número de horas trabalhadas em determinados projetos, produtos ou clientes. Não é uma tarefa fácil pedir que eles façam isso. Afinal, é provável que todo mundo esteja cansado, e que preencha de forma displicente. E você sabe onde isso pode levar: valores distorcidos e margens diminuídas.

Com esses dados distorcidos, fica mais complicado para você, como gestor, entender a realidade do negócio e quanto tempo está sendo investido por projeto, ou por cliente.

A dica aqui é: não dependa de planilhas manuais para mapear dados tão importantes para o seu negócio. Um software com time tracking integrado, como o Runrun.it, é fundamental para entender quanto tempo foi gasto em um determinado projeto, um tipo de demanda, ou um cliente.

4. Faça uma pesquisa de mercado

Uma pesquisa de mercado pode te ajudar a entender melhor quem é o seu público consumidor, quais são os interesses dele, as necessidades, qual é a imagem da marca perante o público, quais são ou como estão posicionados os seus concorrentes, entre outras informações.

O importante é ter um objetivo definido em mente, escolher um público alvo, coletar informações e depois analisá-las.

A partir das informações obtidas, você vai poder conhecer melhor o seu público, a concorrência, o nível de satisfação do consumidor, identificar oportunidades para, eventualmente, ampliar o leque de produtos/serviços oferecidos, o que pode aumentar a sua margem de lucro.

Você sabe se tem lucro com todos os clientes?

 
Não é raro empresas terem clientes que acham que estão pagando demais por um serviço, mas é difícil provar que eles estão demandando mais horas do que o previsto em contrato. Portanto, para te ajudar a entender a situação financeira dos seus clientes assista ao nosso webinar abaixo e siga as nossas dicas:

Rentabilidade é o destino, Runrun.it é o caminho

 
O Runrun.it concentra todas as informações que são fundamentais para você fazer a gestão do seu negócio, ou do seu time, com mais rapidez e eficiência. Através do nosso Dashboard você acompanha em tempo real o que está acontecendo com os seus processos, dando mais autonomia para a sua equipe, além de tornar a comunicação mais transparente e segura. E mais, você vai conseguir obter dados reais para fazer uma gestão de custos eficiente. Comece já: http://runrun.it

tempo-gif-CTA

4 thoughts on “Margem de lucro: saiba como calcular e descubra como aumentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>