Alta rotatividade de pessoal e produtividade são inimigas. Descubra como reduzir o turnover

Alta rotatividade de pessoal e produtividade são inimigas. Descubra como reduzir o turnover

Sua empresa apresenta grande rotatividade de colaboradores? O RH está parecendo rodoviária em véspera de feriado? Sua equipe anda cabisbaixa e desmotivada? Seus gastos com pessoal só aumentam e seu lucro está indo para o ralo? Se as respostas para essas perguntas forem positivas, é bem provável que você enfrente problemas relacionados à gestão de pessoas. Isso provavelmente deve resultar em um alto turnover, o que não é nada bom para nenhuma organização. Ah, você não sabe o que é turnover? Então, a primeira iniciativa para melhorá-lo é separar alguns minutos para a leitura deste artigo.

O que é turnover?

É um termo da língua inglesa que significa “virada”, “renovação”, “reversão”, e que costuma ser utilizado em diferentes contextos. No ambiente corporativo, está relacionado à área de Recursos Humanos (RH) e designa a rotatividade de pessoal. Ou seja, as entradas e saídas de funcionários em determinado período de tempo.

O turnover tem a função de determinar a porcentagem de substituições de funcionários antigos por novos. E, consequentemente, revela a capacidade da empresa de manter os seus colaboradores. Um alto percentual de turnover, dependendo do tipo de atividade da empresa, é um indicador de que algo está errado. Assim, é necessária uma avaliação dos motivos que têm dificultado a permanência do pessoal.

Geralmente, essa taxa está associada à má administração, baixa remuneração ou falta de infraestrutura para que o colaborador realize seu trabalho. Mas também pode ser relacionada à contratação de perfis inadequados para o seu negócio.

Vamos entender um pouco mais de tudo isso e conhecer ferramentas que podem te ajudar a superar esses desafios.

>> Leitura recomendada: 3 razões para o sucesso das empresas com propósito

Calculando o turnover

O cálculo da rotatividade é estabelecido por meio de uma fórmula simples:

Número total de desligados/ Número total de funcionários

A conta deve ser feita levando-se em consideração um período específico, como um ano.

É importante lembrar, também, que uma “taxa ideal de turnover” pode ser bem relativa. Porque cada organização possui características e métricas bem específicas. Então, um índice de turnover alarmante para uma organização do mercado financeiro, por exemplo, pode ser satisfatório para outro nicho, no qual é exigido um menor nível de especialização.

>> Leitura recomendada: Cultura de crescimento versus cultura de performance

Gestão de pessoas efetiva = menor turnover

Bons gestores já sabem: uma empresa são as pessoas que trabalham nela. Por mais que o lucro dependa do aumento das vendas, da abertura de um novo mercado ou da criação de um novo produto, a maior fonte desse lucro quase sempre se relaciona aos processos de sua equipe.

Uma gestão de pessoas bem organizada, com processos claros e, principalmente, com o constante feedback do gestor para sua equipe, certamente resultará em um ambiente de trabalho benéfico e na diminuição do turnover.

Uma ferramenta inteligente de gestão como o Runrun.it pode ser de enorme utilidade nesse caso. Porque o sistema conta com métricas de desempenho e de produtividade das pessoas. O que ajuda os gestores a darem feedbacks (positivos e negativos) diretamente aos colaboradores, de modo que eles possam aperfeiçoar suas habilidades e se sentir reconhecidos.

>> Leitura recomendada: 5 benefícios de um software de gestão de equipes

KPI dashboard: um aliado no combate ao turnover alto

Outra excelente ferramenta para sua gestão de pessoas é o KPI dashboard – confira este artigo sobre o termo, que significa Key Performance Indicator. Os KPIs nada mais são do que as métricas que você elege como fundamentais para avaliar qualquer processo de sua gestão.

Resumindo: por meio de um dashboard (que pode ser, por exemplo, uma TV, um painel eletrônico, ou o velho quadro negro), você elege e compartilha os dados que indicam o êxito de sua organização. Com um software estratégico como o Runrun.it, você conta com um Dashboard customizável em que pode criar e monitorar as métricas que a sua empresa precisa.

As formas de usar os KPIs podem ser muitas, norteando os colaboradores e os estimulando. Ou apenas chamando atenção aos processos que precisam de maior cuidado. Mas o fato é que sinalizadores como esses já servem como um ponto de conexão com sua equipe, engajando-a e motivando-a.

>> Leitura recomendada: A importância dos indicadores de desempenho

Pesquisa de clima

Muitas vezes, o problema da sua empresa é a falta de “escuta”. Sim, a ausência de comunicação entre o gestor e seus comandados. E um líder sem feedback de sua equipe – quanto aos processos e quanto às próprias relações pessoais – pode percorrer um caminho totalizador. E muitas vezes solitário.

Uma pesquisa de clima organizacional cria expectativas em todos os colaboradores envolvidos. Afinal, se a empresa quer saber o que os profissionais pensam, como se sentem, e o que sugerem, é porque está interessada em melhorar. E isso faz toda a diferença.

Entender os principais problemas de uma organização por meio de quem faz a máquina girar é fundamental para qualquer liderança. Tomar decisões de ajustes, desburocratizar processos, evitar reuniões desnecessárias ou desgastantes são algumas iniciativas que ajudam a melhorar o clima.

Todos esses aspectos, dentro de uma boa pesquisa de clima organizacional (e anônima), podem ser clareados. Porque, no anonimato, as pessoas tendem a ser honestas, e você saberá como elas se sentem de verdade. Sem dúvida, essa se tornará uma ferramenta fundamental para minimizar o turnover de sua organização.

>> Leitura recomendada: Como fazer uma pesquisa de clima organizacional

Foco no reconhecimento

Assim como pais e educadores conseguem bons resultados por meio do reforço positivo na educação de crianças e adolescentes, líderes que reconhecem seus colaboradores conseguem bons resultados nos números.

Um estudo realizado pela Bersin and Associates, citada neste artigo do The Muse, revelou um dado impressionante. As empresas que oferecem um amplo reconhecimento aos funcionários têm taxas de turnover 31% menores do que as companhias sem essas iniciativas. Sim: colaboradores reconhecidos são mais motivados, e motivação gera lucro para o negócio.

Ferramentas que auxiliam na gestão de pessoas e processos de uma empresa, como o próprio Runrun.it, também são de grande ajuda para um gestor preocupado em manter uma equipe forte e consolidada. Você pode acompanhar os índices de produtividade de cada um dos usuários.

O controle de tarefas claras e objetivas, aliado à infraestrutura necessária, pode fortalecer o engajamento dos seus colaboradores. E manter uma equipe engajada no controle de tarefas é permitir que ela saiba de seu papel nos projetos da empresa.

>> Leitura recomendada: 5 dicas para gerenciar as faltas no trabalho

Concluindo: ambiente de trabalho é tudo

O trabalho é, na maioria dos casos, a segunda casa de uma pessoa. Muitas vezes, as relações profissionais interferem em nossas vidas de uma forma que mal conseguimos controlar. Por isso, construir um ambiente saudável é fundamental para a redução de taxas de turnover.

Um dos artigos mais lidos no nosso blog é este, sobre como criar um padrão Google no seu ambiente de trabalho. Porque o Google é uma empresa que tem dado ótimos exemplos de como promover a integração de sua equipe. É uma referência no assunto, que você precisa conhecer.

Pequenas ações podem transformar por completo um ambiente de trabalho, tornando-o atrativo mesmo para quem não está lá. Isso inclui desde o oferecimento de um espaço agradável para a alimentação até um plano de reconhecimento aos colaboradores que se sobressaem.

Assim, com um ambiente de trabalho agradável, um processo de reconhecimento consolidado e estimulando feedback entre líderes e colaboradores, você certamente encontrará o caminho para reduzir o turnover – e as pesadas despesas envolvidas no processo.

Para que tudo isso aconteça da melhor forma possível, conte com ferramentas de gestão que ajudam nos processos gerenciais de pessoas, como o Runrun.it. Faça o teste grátis hoje mesmo: https://runrun.it

Outras posts que podem te interessar:
Como as empresas têm melhorado a qualidade de vida no trabalho
Com uma avaliação de desempenho, sua empresa só tem a ganhar
A importância do onboarding na atração e na retenção de talentos
People Analytics: A tendência que está transformando a gestão de pessoas
Entrevista de desligamento: como tornar uma conversa difícil em aprendizados

Gif_Signup-1-1-3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>